Gestão Pública: Construção de um Modelo Construtivista para Apoiar a Escola Virtual de Administração Pública de Santa Catarina no Combate à Evasão da Capacitação a Distância Outros Idiomas

ID:
51419
Resumo:
OBJETIVO: Este artigo tem como objetivo construir um modelo construtivista que subsidie a gestão dos cursos de capacitação, via Moodle, ofertados pela Escola Virtual de Administração Pública, do Estado de Santa Catarina (SEA-SC), no que se refere ao combate à evasão dos servidores matriculados. METODOLOGIA/ABORDAGEM: Adotou-se a metodologia Multicritério de Apoio à Decisão-Construtivista (MCDA-C) para subsidiar a construção do modelo com base na perspectiva dos decisores (Diretora da Escola e Administrador da SEA). Para a seleção do aporte teórico, utilizou-se o Knowledge Development Process-Constructivist (ProKnow-C). Os pesquisadores adotaram uma abordagem epistemológica Construtivista. ORIGINALIDADE/RELEVÂNCIA: Na literatura sobre capacitação a distância, observa-se uma lacuna de um processo para avaliar a evasão nesses cursos e, consequentemente, auxiliar o processo decisório dos seus gestores e planejadores. PRINCIPAIS RESULTADOS: Com base na geração de conhecimento dos gestores, apontam-se estes resultados: (i) 13 aspectos foram considerados como necessários e suficientes para avaliar o desempenho dos cursos de capacitação, via Moodle, e para estes, escalas ordinais foram construídas e seus níveis de referência foram definidos; (ii) o statu quo nos 13 indicadores do modelo ad hoc foi identificado; (iii) a área ‘Gestão da Evasão’ evidenciou a necessidade de ações de melhoria nestes aspectos: existência de tutoriais e inscrições simultâneas em múltiplos cursos; e (iv) algumas divergências entre os aspectos (indicadores) propostos pela literatura e os considerados relevantes pelos gestores; característica das investigações norteadas pela abordagem qualitativa e epistemologia construtivista. CONTRIBUIÇÃO TEÓRICA/METODOLÓGICAS: Este artigo apresenta a dualidade sobre a compreensão do processo e os fatores de evasão dos cursos de capacitação entre literatura e percepção empírica. Assim, evidencia como uma condução em bases construtivistas por considerar os valores, objetivos e percepções do contexto pode resultar em um instrumento (modelo) legítimo.
Citação ABNT:
ENSSLIN, S. R.; AMARAL, B. G.; VALMORBIDA, S. M. I.; DUTRA, A. Gestão Pública: Construção de um Modelo Construtivista para Apoiar a Escola Virtual de Administração Pública de Santa Catarina no Combate à Evasão da Capacitação a Distância. Revista Ibero-Americana de Estratégia, v. 17, n. 4, p. 90-110, 2018.
Citação APA:
Ensslin, S. R., Amaral, B. G., Valmorbida, S. M. I., & Dutra, A. (2018). Gestão Pública: Construção de um Modelo Construtivista para Apoiar a Escola Virtual de Administração Pública de Santa Catarina no Combate à Evasão da Capacitação a Distância. Revista Ibero-Americana de Estratégia, 17(4), 90-110.
DOI:
10.5585/ ijsm.v17i4.2634
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/51419/gestao-publica--construcao-de-um-modelo-construtivista-para-apoiar-a-escola-virtual-de-administracao-publica-de-santa-catarina-no-combate-a-evasao-da-capacitacao-a-distancia/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Albertin, A. L., & Brauer, M. (2012). Resistência à educação a distância na educação corporativa. Revista de Administração PúblicaRAP, 46(5), 1367-1389.

Alstete, J. W. (2001). Alternative uses of electronic learning systems for enhancing team performance. Team Performance Management: An International Journal, 7(3/4), 48-52.

Amaral, B. G., Ensslin, S. R., Valmorbida, S. M. I. & Dutra, A. (2017). Avaliação de Desempenho de servidores públicos: O que a literatura nos ensina? Artigo apresentado no I Congresso Internacional de Desempenho do Setor Público, Florianópolis, 2017, Santa Catarina, Brasil, 697-721.

Amorim, S. S., & Dalmau, M. B. L. (2006). Análise dos programas de educação corporativa relacionados à missão de uma organização: um estudo de caso no SENAC/SC. Revista de Ciências da Administração, 8(16), 242-259.

Back, F. T. E. E., Ensslin, L., & Ensslin, S. R. (2012). Modelo para apoiar a gestão da alocação de pessoas com base na demanda de conhecimento. Revista de Gestão e ProjetosGeP, 3(2), 65-96.

Bortoluzzi, S. C., Silva, M., R., Ensslin, S. R., & Ensslin, L. (2013). Estruturação de um modelo de Avaliação de Desempenho para a gestão do curso de Ciências Contábeis, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, 7(1), 3657.

Brito, M. Y., Ziviani, F., Oliveira Lima, J. L. R., Oliveira, R., Magalhães, J. M. M. C. M., & Christino, C. (2013). Estudo sobre a importância da capacitação do servidor administrativo do Hospital das Clínicas, da Universidade Federal de Goiás. RAHIS, 10(2), 65-80.

Cação, R. (2017). Motivational Gaps and Perceptual Bias of Initial Motivation Additional Indicators of Quality for e-Learning Courses. Electronic Journal of e-Learning, 15(1), 3-16.

Carraro, W. B. W. H., Souza, M., & Behr, A. (2017). Distance education tools used by accounting professionals for continuing education. Revista Edapeci-Educação a distância e Práticas Educativas Comunicacionais e Interculturais, 17(2), 144-160.

Carvalho, L. M. (2014). Educação corporativa e desempenho estratégico. Revista de Administração

Dias, C. A. F., & de Albuquerque, L. G. (2014). Panorama da avaliação de resultados em educação corporativa no Brasil. Revista de Administração FACES Journal, 13(1), 104-123.

Dias, D. M., & Guimarães, M. D. G. V. (2016a). Avaliação da capacitação profissional na prefeitura de Manaus. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 10(3), 42-59.

Dias, D. M., & Guimarães, M. D. G. V. (2016b). Avaliação do impacto da capacitação profissional administrada na prefeitura de Manaus por meio da aplicação do modelo Impact. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, 6(1), 200-222.

Donavant, B. W. (2009). The new, modern practice of adult education: Online instruction in a continuing professional education setting. Adult Education Quarterly, 59(3), 227-245.

Dutra, A., Ripoll-Feliu, V. M., Fillol, A. G., Ensslin, S. R., & Ensslin, L. (2015). The construction of knowledge from the scientific literature about the theme seaport performance evaluation. International Journal of Productivity and Performance Management, 64(2), 243-269.

Ensslin, L., Dutra, A., & Ensslin, S. R. (2000). MCDA: a Constructivist approach to the management of Human Resources at a governmental agency. International transactions in operational Research, 7(1), 79-100.

Ensslin, L., Dutra, A., Ensslin, S. R., Krüger, A. C., & Gavazini, A. A. (2017). Avaliação Multicritério de Desempenho: o caso de um Tribunal de Justiça. Cadernos Gestão Pública e Cidadania, 22(71), 59-84.

Ensslin, L., Dutra, A., Martins, R. P., & Dezem, V. (2016). Modelo Construtivista para Apoiar o Processo de Gestão da Universidade Federal de Tocantins. Revista Ibero-Americana de Estratégia, 15(2), 122-129.

Ensslin, L., Giffhorn, E., Ensslin, S. R., Petri, S. M., & Vianna, W. B. (2010). Avaliação do Desempenho de empresas terceirizadas com o uso da metodologia Multicritério de Apoio à DecisãoConstrutivista. Pesquisa Operacional, 30(1), 125152.

Ensslin, S. R., Carvalho, F. N., Gallon, A. V., & Ensslin, L. (2008). Uma metodologia Multicritério (MCDA-C) para apoiar o gerenciamento do capital intelectual organizacional. RAM. Revista de Administração Mackenzie, 9(7), 136-163.

Ensslin, S. R., Dutra, A., Duarte, C. S., Bortoluzzi, S. C., & Ripoll-Feliu, V. M. (2014). A Avaliação de Desempenho como proposta para gestão das equipes do programa brasileiro “Estratégia da Saúde da Família” (ESF). Revista Gerencia y Políticas de Salud, 13(26), 9-25.

Ensslin, S. R., Ensslin, L., Back, F., & Lacerda, R. T. O. (2013). Improved decision aiding in human resource management: a case using Constructivist Multi-Criteria Decision Aiding. International Journal of Productivity and Performance Management, 62(7), 735-757.

FACES Journal, 13(3), 66-85. Cerveró, R. M. (2001). Continuing professional education in transition, 1981? 2000. International Journal of Lifelong Education, 20(1-2), 16-30.

Gavazini, A. A., & Dutra, A. (2016). Avaliação Multicritério de Desempenho do servidor público: o caso do Poder Judiciário. ReCaPeRevista de Carreiras e Pessoas, 6(2), 158-174.

Ghedine, T., Testa, M. G., & Freitas, H. M. R. (2008). Educação a distância via internet em grandes empresas brasileiras. RAE-Revista de Administração de Empresas, 48(4), 49-63.

Ghedine, T., Testa, M. G., & Freitas, H. M. R. D. (2006). Compreendendo as iniciativas de educação a distância via internet: estudo de caso em duas grandes empresas no Brasil. Revista de Administração Pública, 40(3), 427-455.

Gil, A. J., & Mataveli, M. (2016). Rewards for continuous training: a learning organization perspective. Industrial and Commercial Training, 48(5), 257-264.

Gonzalez, R. A., do Nascimento, J. G., & Leite, L. B. (2016). Evasão em cursos a distância: um estudo aplicado na Universidade Corporativa da Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia. Revista do Serviço Público, 67(4), 627-648.

Hajoj, I. A., Nascimento, E. R., Frota, C. D., & Luz, I. B. (2016). Educação Corporativa: Estudos de caso de uma organização em Manaus. Amazônia, Organizações e Sustentabilidade, 5(1), 65-86.

Halpin, R., Curtis, P., & Halpin, M. (2015). Assessing participant performance in online professional development training programs. Procedia-Social and Behavioral Sciences, 174, 186-193.

Hamtini, T. M. (2008). Evaluating e-learning programs: An adaptation of Kirkpatrick’s model to accommodate e-learning environments. Journal of Computer Science, 4(8), 693-698.

Igarashi, D. C. C., Paladini, E. P., & Ensslin, S. R. (2007). A Metodologia Multicritério de Apoio à Decisão-Construtivista como subsídio para o gerenciamento interno: Estudo de caso no PPGC/UFSC. Organizações & Sociedade, 14(42), 133-149.

Ismail, J. (2001). The design of an e-learning system: Beyond the hype. The Internet and Higher Education, 4(3-4), 329-336.

Lai, H. J. (2011). The influence of adult learners’ self-directed learning readiness and network literacy on online learning effectiveness: A study of civil servants in Taiwan. Journal of Educational Technology & Society, 14(2), 98-106.

Lee, M. C. (2010). Explaining and predicting users’ continuance intention toward e-learning: An extension of the expectation-confirmation model. Computers & Education, 54(2), 506-516.

Lima, G. C. D., & Feitosa, M. G. G. (2011). Educação a distância e suas peculiaridades: Uma análise da aplicação no ambiente público. Sociedade, Contabilidade e Gestão, 6(3), 55-66.

Longaray, A., Ensslin, L., Ensslin, S. R., Alves, G., Dutra, A., & Munhoz, P. (2018). Using MCDA to evaluate the performance of the logistics process in public hospitals: the case of a Brazilian teaching hospital. International Transactions in Operational Research, 25(1), 133-156.

Lyrio, M. V. L., Brotti, V., Ensslin, S. R., & Ensslin, L. (2009). Proposta de um modelo para avaliar o grau de transparência das demonstrações financeiras publicadas por uma Instituição Pública de Ensino Superior Brasileira: a abordagem da Metodologia Multicritério de Apoio à DecisãoConstrutivista. Contabilidade, Gestão e Governança, 11(1-2), 170-186.

Lyrio, M. V. L., Dutra, A., Ensslin, S. R., & Ensslin, L. (2007). Construção de um Modelo de Avaliação de Desempenho da Secretaria de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis: a proposta da metodologia Multicritério de Apoio à Decisão-Construtivista. Contextus-Revista Contemporânea de Economia e Gestão, 5(2), 31-40.

Matte, L. I., & Coronel, D. A. (2015). Um modelo para o levantamento das necessidades de capacitação de servidores: um estudo na Universidade Federal de Santa Maria. Revista Reuna, 19(5), 15-38.

Medeiros da Rosa, M., Ensslin, S. R., Petri, S. M., & Ensslin, L. (2015). Avaliação de Desempenho de Políticas Públicas: Construção do Conhecimento com Base na Literatura Internacional. Revista Ibero-Americana de Estratégia, 14(3), 110-130.

Mello, F. F. Jr., Neto Moretto, L., & Klaes, L. S. (1999). Educação a distância: notas sobre a aprendizagem profissional a distância. Revista de Ciências da Administração,1(1), 43-52.

Moscardini, T., & Klein, A. Z. (2015a). Educação Corporativa e desenvolvimento de lideranças em empresas multisite. RAC-Revista de Administração Contemporânea, 19(1), 84-106.

Moscardini, T., & Klein, A. Z. (2015b). Estratégias de educação corporativa e suas relações com os diferentes níveis de aprendizagem organizacional. Revista de Administração da Universidade Federal de Santa Maria, 8(1), 89-102.

Nascimento, T. P. C., & Esper, A. (2009). Evasão em cursos de educação continuada a distância: um estudo na Escola Nacional de Administração Pública. Revista do Serviço Público, 60(2), 159173.

Oliveira, L. C., Leister, A. C. C. C., Oliveira, M. A., & Bueno, R. L. P. A. (2016). A capacitação de agentes públicos: O exemplo da Escola Judicial do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT2) com a introdução de um novo modelo de curso com elementos de jogos. Revista Organizações em Contexto, 12(23), 381-417.

Ozturan, M., & Kutlu, B. (2010). Employee satisfaction of corporate e-training programs. Procedia-Social and Behavioral Sciences, 2(2), 5561-5565.

Pang, K. (2009). Video-driven multimedia, webbased training in the corporate sector: Pedagogical equivalence and component effectiveness. The International Review of Research in Open and Distributed Learning, 10(3), 1-14.

Portal do Servidor Público Estatual Estadual-SC Poder Executivo. (2017). Recuperado em 19 de setembro de 2017. Disponível em: .

Richardson, R. J. (1999). Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas.

Ronchi, S. H., Ensslin, S. R., & Ensslin, L. (2012). Estruturação de um modelo Multicritério para avaliar o desempenho da tutoria de educação a distância. Revista Pretexto, 13(2), 57-75.

Sapper, M. A., & Coronel, D. A. (2016). A percepção dos servidores técnico-administrativos da UFSM, campus de Frederico Westphalen, quanto à efetividade dos cursos de capacitação da instituição na atividade laboral. Revista de Administração IMED, 6(1), 72-90.

Saraiva, L. A. S., & Andrade, M. M. M. (2010). Educação a distância e desenvolvimento de pessoas no setor de mineração: um estudo de caso em Minas Gerais. Gestão & Planejamento-G&P, 10(1), 72-88.

Slotte, V., & Herbert, A. (2006). Putting professional development online: integrating learning as productive activity. Journal of Workplace Learning, 18(4), 235-247.

Tasca, J. E., Ensslin, L., & Ensslin, S. R. (2012). A avaliação de programas de capacitação: um estudo de caso na administração pública. Revista de Administração Pública-RAP, 46(3), 647-675.

Teixeira, G., Stefano, S. R., & de Campos, E. A. R. (2015). E-learning, percepções sobre satisfação no treinamento a distância em instituição financeira: reação versus impacto. RACE-Revista de Administração, Contabilidade e Economia, 14(1), 225-250.

Valmorbida, S. M. I., & Ensslin, S. R. (2017). Performance evaluation of university rankings: literature review and guidelines for future research. International Journal of Business Innovation and Research, 14(4), 479-501.

Valmorbida, S. M. I., Ensslin, S. P. R., Ensslin, L., & Ripoll-Feliu, V. M. (2016). Rankings universitários mundiais. Que dizem os estudos internacionais?. REICE-Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, 14(2), 5-29.

Valmorbida, S. M. I., Ensslin, S. R., Ensslin, L., & Ripoll-Feliu, V. M. (2014). Avaliação de Desempenho para auxílio na gestão de universidades públicas: análise da literatura para identificação de oportunidades de pesquisas. Contabilidade, Gestão e Governança, 17(3), 4-28.

Vieira, E. M. F., Schuelter, G., Kern, V. M., & Alves, J. B. M. (2005). A Teoria Geral de Sistemas, Gestão do Conhecimento e Educação e Distância: Revisão e integração dos temas dentro das organizações. Revista de Ciências da Administração, 7(14), 1-13.

Wang, Y. S., Wang, H. Y., & Shee, D. Y. (2007). Measuring e-learning systems success in an organizational context: Scale development and validation. Computers in Human Behavior, 23(4), 1792-1808.

Weng, C., Tsai, C. C., & Weng, A. (2015). Social support as a neglected e-learning motivator affecting trainee’s decisions of continuous intentions of usage. Australasian Journal of Educational Technology, 31(2), 177-192.

Zouain, D. M., & Bittencourt, M. A. (2010). Escolas de Governo e a profissionalização do servidor público: Estudo dos casos da Escola de Serviço Público do Estado do Amazonas -ESPEA e da Fundação Escola de Serviço Público Municipal de Manaus-FESPM. Revista Adm. Made, 14(2), 7594.