Evidências Empíricas das Taxas de Desconto na Avaliação de Empresas no Brasil Outros Idiomas

ID:
51524
Resumo:
O objetivo da pesquisa é investigar e avaliar se, na média, as projeções das taxas de desconto feitas pelas empresas brasileiras, em laudos de avaliação, são aderentes ao longo do tempo ao realizado. Foram levantadas as projeções das variáveis (Ki; Ke e WACC) nos laudos de avaliação para Oferta Pública de Aquisição de Ações (OPAs) no período de 2005 a 2009, e comparadas às médias realizadas pelos setores (obtidas do banco de dados Instituto Assaf) ao longo de até dois períodos após o processo de avaliação. Para a realização dos testes das hipóteses estabelecidas foram realizados testes de médias, em amostras emparelhadas, com aplicação do teste paramétrico t_Student ou o teste não paramétrico de Wilcoxon. Os resultados demonstram, basicamente, que as médias das projeções em relação ao realizado, são aderentes, estatisticamente, para a variável: custo de capital médio ponderado (WACC). Por outro lado, as variáveis: custo de capital de terceiros (Ki) e custo de capital próprio (Ke), mostraram diferenças significativas das médias.
Citação ABNT:
CUNHA, M. F.; ASSAF NETO, A.; MARTINS, E. Evidências Empíricas das Taxas de Desconto na Avaliação de Empresas no Brasil . Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 15, n. 34, p. 21-41, 2018.
Citação APA:
Cunha, M. F., Assaf Neto, A., & Martins, E. (2018). Evidências Empíricas das Taxas de Desconto na Avaliação de Empresas no Brasil . Revista Contemporânea de Contabilidade, 15(34), 21-41.
DOI:
http://dx.doi.org/10.5007/2175-8069.2018v15n34p21
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/51524/evidencias-empiricas-das-taxas-de-desconto-na-avaliacao-de-empresas-no-brasil-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português