Gerenciamento de Resultados e Persistência dos Dados Contábeis em Empresas de Capital Aberto Listadas no Brasil Outros Idiomas

ID:
51691
Resumo:
O gerenciamento de resultados representa ações inseridas nas escolhas contábeis que podem ser realizadas por meios discricionários e não discricionários. Quando as práticas são discricionárias, há a tendência de utilizar accruals (Lucro Líquido subtraído do Fluxo de Caixa) para manipular os dados divulgados, atendendo a anseios pessoais de gestores, e conduzindo à assimetria de informações para a qualidade dos lucros. Este cenário sustenta a importância desta pesquisa. Com base nisso, este estudo teve como objetivo analisar a relação entre as práticas de gerenciamento de resultados, accruals discricionários, e a persistência dos resultados contábeis em empresas de capital aberto listadas no Brasil, a partir de pressupostos da Teoria de Agência. Buscou-se também, analisar as relações moderadoras das IFRS para o gerenciamento de resultados e a proxie de qualidade dos lucros. Para tanto, em aspectos metodológicos, foram analisadas 242 empresas, no período de 2003 a 2015. O gerenciamento de resultados foi mensurado por meio dos accruals discricionários baseados no modelo de Jones Modificado (DECHOW; SLOAN; SWEENY, 1995). Para a persistência dos resultados contábeis, houve a utilização dos estudos de Sloan (1996) e Pincus et al. (2007). A operacionalização ocorreu com a técnica de dados em painel dinâmico com GMM. Os resultados indicaram que há relações negativas entre o gerenciamento de resultados e a persistência dos dados contábeis, inclusive para estas práticas em níveis mais altos e baixos. Além disso, observou-se que as IFRS, por si só, ainda não são suficientes para limitar a manipulação dos resultados como ações de obscuridade da qualidade dos lucros. Os achados deste estudo demonstram que o gerenciamento de resultados pode ser com motivações de oportunismo e não. Quando ele é extremo, há prejuízos para as informações divulgadas e suas avaliações e aplicações futuras nas decisões das entidades. Em termos gerais, percebeu-se que muita discricionariedade é ruim, mas pouca também é por limitar a essência dos dados contábeis.
Citação ABNT:
REIS, F. R. D.; BRUNOZI JÚNIOR, A. C.; LIMA, B. P. Gerenciamento de Resultados e Persistência dos Dados Contábeis em Empresas de Capital Aberto Listadas no Brasil. Sociedade, Contabilidade e Gestão, v. 13, n. 3, p. 1-30, 2018.
Citação APA:
Reis, F. R. D., Brunozi Júnior, A. C., & Lima, B. P. (2018). Gerenciamento de Resultados e Persistência dos Dados Contábeis em Empresas de Capital Aberto Listadas no Brasil. Sociedade, Contabilidade e Gestão, 13(3), 1-30.
DOI:
http://dx.doi.org/10.21446/scg_ufrj.v13i3.15368
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/51691/gerenciamento-de-resultados-e-persistencia-dos-dados-contabeis-em-empresas-de-capital-aberto-listadas-no-brasil/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AHMADPOUR, A.; SHAHSAVARI, M. Earnings management and the effect of earnings quality in relation to bankruptcy level (firms listed at the Tehran Exchange). Iranian Journal of Management Studies, v. 5, n. 1, p. 77-99, 2016.

AKERLOF, G. A. The market for “lemons”: Quality uncertainty and the market mechanism. The Quarterly Journal of Economics, v. 84, n. 3, p. 488-500, 1970.

ALBANEZ, T; VALLE, M. R. Impactos da assimetria de informação na estrutura de capital de empresas brasileiras de capital aberto. Revista Contabilidade & Finanças – USP, v. 20, n. 51, p. 6-27, 2009.

ALMEIDA, M. S.; BERTUCCI, L. A.; FRANCISCO, J. R. S.; AMARAL, H. F. Influência da crise mundial na estrutura econômica das instituições financeiras bancárias brasileiras e seus reflexos no índice de Basiléia: Uma abordagem comparativa. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 6, n. 16, p. 73-94, 2010.

ANTUNES, G. A.; MENDONÇA, M. M. Impacto da adesão aos níveis de governança da Bovespa na qualidade da informação contábil: Uma investigação acerca da oportunidade, relevância e do conservadorismo contábil utilizando dados em painel. In: Congresso da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2, 2008, Salvador, BA. Anais… Salvador, BA: ANPCONT, 2008.

ARMSTRONG, C. A.; GUAY, W. R.; WEBER, J. P. The role of information and financial reporting in corporate governance and debt contracting. Journal of Accounting and Economics, v. 50, n. 2-3, p. 179-234, 2010.

ARROW, K. J. Uncertainty and the welfare economics of medical care. The American Economic Review, v. 53, n. 5, p. 941 973, 1963.

BAIACO, V. G.; ALMEIDA, J. E. F.; RODRIGUES, A. Incentivos da regulação de mercados sobre o nível de suavização de resultados. Contabilidade Vista & Revista, v. 24, n. 2, p. 110-136, 2013.

BARTH, M. E.; BEAVER, W. H.; HAND, J. R. M.; LANDSMAN, W. R. Accruals, cash flows, and equity values. Review of Accounting Studies, v. 4, n. 3, p. 205-229, 1999.

BARTH, M. E.; LANDSMAN, W. R.; LANG, M. H. International accounting standards and accounting quality. Journal of Accounting Research, v. 46, n. 3, p. 467-498, 2008.

BIDDLE, G.; HILARY, G.; VERDI, R. How does financial reporting quality relate to investment efficiency? Journal of Accounting and Economics, v. 48, n. 2-3, p. 112-131, 2009.

BRAD, L.; DOBRE, F.; TURLEA, C.; BRASOVEANU, I. V. The impact of IFRS adoption in Romania upon the earnings management of the Bucharest Stock Exchange entities. Procedia Economics and Finance, v. 15, n. 1, p. 871-876, 2014.

BRADSHAW, M. T.; RICHARDSON, S. A.; SLOAN, R. Do Analysts and auditors use information in accruals? Journal of Accounting Research, v. 39, n. 1, p. 45-74, 2001.

BRUNOZI JÚNIOR, A. C.; KRONBAUER, C. A.; MARTINEZ, A. L.; ALVES, T. W. BookTax Differences anormais, accruals discricionários e qualidade dos accruals em empresas de capital aberto listadas no Brasil. Revista Contemporânea de Contabilidade – UFSC, v. 15, n. 35, In-Press, 2018.

BRYCE, M.; ALI, M. J.; MATHER, P. R. Accounting quality in the pré/post-IFRS adoption periods and the impact on audit committee effectiveness – evidence from Australia. PacificBasin Finance Journal, v. 35, parte A, p. 163-181, 2015.

BUSHMAN, R. M.; SMITH, A. J. Financial accounting information and corporate governance. Journal of Accounting and Economics, v. 32, n. 1, p. 237-333, 2001.

CARVALHO, V. G.; PAULO, E.; FERREIRA, L. C. D.; GONZALES, A. influência da Book-Tax-Differences no retorno financeiro das ações de companhias brasileiras listadas na Bm&Fbovespa. REDECA, v. 3, n. 1, p. 120-139, 2016.

CHENG, C.; WU, P. Nonlinear earnings persistence. International Review of Economics and Finance, v. 25, n. 1, p. 156-168, 2013.

CHEN, L. H.; FOLSON, D. M.; PAEK, W.; SAMI, H. Accounting conservatism, earnings persistence, and pricing multiples on earnings. Accounting Horizons, v. 28, n. 2, p. 233-260, 2014.

CHRISTENSEN, H. B.; LEE, E.; WALKER, M.; ZENG, C. Incentives or standards: What determines accounting quality changes around IFRS adoption? Journal European Accounting Review, v. 24, n. 1, p. 31-61, 2015.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS (CPC). Pronunciamentos. Disponível em: < http://www.cpc.org.br/CPC/Documentos-Emitidos/Pronunciamentos>. Acesso em: 28 nov. 2017.

CONSONI, S.; COLAUTO, R. D.; LIMA, G. A. S. F. A divulgação voluntária e o gerenciamento de resultados contábeis: Evidência no mercado de capitais. Revista de Contabilidade e Finanças – USP, v. 28, n. 74, p. 249-263, 2017.

CORMIER, D.; LENOUX, M.; VILLENEUVE, G. Value relevance of discretionary accruals under environmental uncertainty: The incidence of IFRS and the country’s legal regime. International Journal of Accounting, Auditing and Performance Evaluation, v. 11, n. 2, p. 161-187, 2015.

CUNHA, P. R.; MORÁS, V. R.; LEITE, M. Efeito de troca da firma de auditoria no gerenciamento de resultados das companhias abertas brasileiras, In: Congresso de Contabilidade da UFSC, 6, 2015, Florianópolis, SC. Anais... Florianópolis, SC: UFSC, 2015.

DASKE, H.; HAIL, L.; LEUZ, C.; VERDI, R. Mandatory IFRS reporting around the world: early evidence on the economic consequences. Journal of Accounting Research, v. 46, n. 5, p. 1085-1142, 2008.

DEANGELO, L. E. Accounting numbers as market valuation substitutes: a study of management buyouts of public stockholders. The Accounting Review, v. 61, n. 1, p. 400420, 1986.

DECHOW, P. M.; DICHEV, I. D. The quality of accruals and earnings: The role of accrual estimation errors. The Accounting Review, v. 77, suplemento, p. 35-59, 2002.

DECHOW, P. M.; GE, W.; SCHRAND, C. Understanding earnings quality: A review of the proxies, their determinants and their consequences. Journal of Accounting and Economics, v. 50, n. 1, p. 344-401, 2010.

DECHOW, P. M.; HUTTON, A. P.; KIM, J. H.; SLOAN, R. G. Detecting earnings management: a new approach. Journal of Accounting Research, v. 50, n. 2, p. 275-334, 2012.

DECHOW, P. M.; SCHRAND, C. Earnings quality. New York: The Research Foundation of CFA Institute, 2004.

DECHOW, P. M.; SLOAN, R. G.; SWEENY, A. P. Detecting earnings management. The Accounting Review, v. 70, n. 1, p. 193-225, 1995.

DEGEORGE, F.; PATEL, J.; ZECKHAUSER, R. Earnings management to exceed thresholds. The Journal of Business, v. 72, n. 1, p. 1-33, 1999.

DYCK, A.; ZINGALES, L. Private benefits of control: An international comparison. The Journal of Finance, v. 59, n. 2, p. 537-600, 2004.

ECKEL, N. The income smoothing hypothesis revisited. Abacus, v. 17, n. 1, p. 28-40, 1981.

EISENHARDT, K. M. Agency Theory: an assessment and review. Academy of Management Review, v. 14, n. 1, p. 57-74, 1989.

FAMA, E. F.; JENSEN, M. C. Agency problems and residual claims. The Journal of Law & Economics, v. 26, n. 2, p. 327-349, 1983.

FERREIRA, F. R.; MARTINEZ, A. L.; COSTA, F. M.; PASSAMANI, R. R. Book-Tax Differences e gerenciamento de resultados no mercado de ações do Brasil. RAE, v. 52, n. 5, p. 488-501, 2012.

FILIP, A.; RAFFOURNIER, B. The value relevance of earnings in a transition economy: The case of Romania. The International Journal of Accounting, v. 45, n. 1, p. 77-103, 2010.

FRANCIS, J.; LAFOND, R.; OLSSON, P.; SCHIPPER, K. The market pricing of accruals quality. Journal of Accounting and Economics, v. 39, n. 2, p. 295-327, 2005.

FRANCIS, J.; OLSSON, P.; SCHIPPER, K. Costs of equity and earnings attributes. The Accounting Review, v. 79, n. 1, p. 967-1010, 2004.

GABRIEL, F.; CORRAR, L. J. Gerenciamento de resultados e de capital no sistema bancário brasileiro – uma investigação empírica nas aplicações em títulos e valores mobiliários. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 15, n. 2, p. 49-62, 2010.

GONÇALVES, J. C.; BATISTA, B. L. L.; MACEDO, M. A. S.; MARQUES, J. A. V. C. Análise do impacto do processo de convergência às normas internacionais de contabilidade no Brasil: um estudo com base na relevância da informação contábil. Revista Universo Contábil, v. 10, n. 3, p. 25-43, 2014.

HEALY, P. M. The effect of bonus schemes on accounting decisions. Journal of Accounting and Economics, v. 7, n. 1, p. 85-107, 1985.

HEALY, P. M.; WAHLEN, J. M. A review of the earnings management literature and its implications for standard setting. Accounting Horizons, v. 13, n. 4, p. 365-384, 1999.

HENDRIKSEN, E. S.; VAN, B. M. F. Teoria da contabilidade. 5 ed. São Paulo: Atlas, 1999. 550 p.

HESHMAT, N.; NAHANDI, Y. B.; KHANGHAH, V. T. The effect of real and artificial management on the value relevance of earnings. Indian Journal of Fundamental and Applied Life Sciences, v. 5, n. 1, p. 1727-1741, 2015.

HOUQUE, N.; VAN, Z. T.; DUNSTAN, K.; KARIM, W. The effect of IFRS adoption and investor protection on earnings quality around the world. The International Journal of Accounting, v. 47, n. 1, p. 333-355, 2012.

HU, J.; LI, A. Y.; ZHANG, F. F. Does accounting conservatism improve the corporate information environment? Journal of international accounting, Auditing and Taxation, v. 23, n. 1, p. 32-43, 2014.

IATRIDIS, G.; DIMITRAS, A. I. Financial crisis and accounting quality: Evidence from five european countries. Advances in Accounting, v. 29, n. 1, p. 154-160, 2013.

IATRIDIS, G. International financial reporting standards and the quality of financial statement information. International Review of Financial Analysis, v. 19, n. 3, p. 193-204, 2010.

JENSEN, M. C.; MECKLING, W. H. Theory of the Firm: Managerial behavior, agency costs and ownership structure. Journal of Financial Economics, v. 3, n. 4, p. 305-360, 1976.

JOIA, R. M,; NAKAO, S. H. Adoção de IFRS e gerenciamento de resultado nas empresas brasileiras de capital aberto. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, v. 8, n. 1, p. 22-38, 2014.

JONES, J. J. Earnings management during import relief investigations. Journal of Accounting Research, v. 29, n. 2, p. 193-228, 1991.

KAJIMOTO, C. G. K.; NAKAO, S. H. Persistência dos lucros tributáveis com a adoção das IFRS no Brasil. In: Congresso USP Iniciação Científica Em Contabilidade, XII, 2015, São Paulo, SP. Anais... São Paulo, SP: USP, 2015.

KANG, S. H.; SIVARAMAKRISHANAN, K. Issues in testing earnings management: an instrumental variable approach. Journal of Accounting Research, v. 33, n. 2, p. 353-367, 1995.

KANG, T.; KRISHNAN, G. V.; WOLFE, M. C.; YI, H. S. The impact of eliminating the 20F reconciliation requirement for IFRS filers on earnings persistence and information uncertainty. Accounting Horizons, v. 26, n. 4, p. 741-765, 2012.

KARGIN, S. The impact of IFRS on the value relevance of accounting information: Evidence from Turkish firms. International Journal of Economics and Finance, v. 5, n. 4, p. 71-80, 2013.

KOLOZSVARI, A. C.; MACEDO, M. A. S. Análise da influência da presença da suavização de resultados sobre a persistência dos lucros no mercado brasileiro. Revista Contabilidade & Finanças USP, v. 27, n. 72, p. 306-319, 2016.

KOTHARI, S.; LEONE, A. J.; WASLEY, C. E. Performance matched discretionary accrual measures. Journal of Accounting and Economics, v. 39, n. 1, p. 163-197, 2005.

LARCKER, D. F.; RUSTICUS, T. O. On the use of instrumental variables in accounting research. Journal of Accounting and Economics, v. 48, n. 1, p. 186-205, 2010.

LEUZ, C.; NANDA, D.; WISOCKI, P. D. Earnings management and investor protection: an international comparison. Journal of Financial Economics, v. 69, n. 3, p. 505-527, 2003.

LEUZ, C.; VERRECCHIA, R. E. The economic consequences of increased disclosure. Journal of Accounting Research, v. 38, n. 1, p. 91-124, 2000.

LI, F.; ABEYSEKERA, I.; MA, S. Earnings management and the effect of earnings quality in relation to stress level and bankruptcy level of chinese listed firms. Corporate Ownership and Control, v. 9, n. 1, p. 366-391, 2011.

LODI, João Bosco. Sucessão e conflito na empresa familiar. São Paulo: Pioneira, 1987.

LOPES, A. B. E.; MARTINS, E. Teoria da contabilidade: uma nova abordagem. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2007.

MACEDO, M. A. S; KELLY, V. L. A. Gerenciamento de resultados em instituições financeiras no Brasil: uma análise com base em provisões para crédito de liquidação duvidosa. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, v. 4, n. 2, p. 82-96, 2016.

MACHADO, D. G. Influência da política de remuneração dos executivos no nível de gerenciamento de resultados em empresas industriais brasileiras, estadunidenses e inglesas. 233 p. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis) – Programa de Pós Graduação em Ciências Contábeis, Universidade Regional de Blumenau. Blumenau, SC. 2012.

MARQUES, M. C. C.; CONDE, M. F. T. Teoria da sinalização e da agência. OROG Revisores & Empresas, p. 39-45, 2000.

MARTINEZ, A. L. Detectando earnings management no Brasil: estimando os accruals discricionários. Revista Contabilidade & Finanças USP, v. 19, n. 46, p. 7-17, 2008.

MARTINEZ, A. L. Gerenciamento de resultados no Brasil: Uma survey da literatura. BBR Brazilian Business Review, v. 10, n. 4, p. 1-31, 2013.

MARTINEZ, A. L. Gerenciamento dos resultados contábeis: estudo empírico das companhias brasileiras. 167 p. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade) Faculdade de Economia e Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, SP. São Paulo, SP. 2001.

MARTIN, N. C.; SANTOS, L. R. F.; JOSÉ, M. D. Governança empresarial, riscos e controles internos: a emergência de um novo modelo de controladoria. Revista Contabilidade & Finanças USP, v. 34, n. 1, p. 7-22, 2004.

MARTINS, V. G.; PAULO, E.; MONTE, P. A. O gerenciamento de resultados contábeis exerce influência na acurácia da previsão de analistas no Brasil? Revista Universo Contábil, v. 12, n. 3, p. 73-90, 2016.

MATSUMOTO, A. S.; PARREIRA, E. M. Uma pesquisa sobre o gerenciamento de resultados contábeis: causas e consequências. Revista Contabilidade, Gestão e Governança, v. 10, n. 1, p. 147-157, 2007.

MOURA, G. D.; ZILIOTTO, K.; MAZZIONI, S. Fatores determinantes da qualidade da informação contábil em empresas brasileiras listadas na BM&FBovespa. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 10, n. 27, p. 17-30, 2016.

MUNTEANU, A.; BRAD, L.; CIOBANU, R.; DOBRE, E. IFRS Adoption in Romania: The effects upon financial information and its relevance. Procedia Economics and Finance, v. 15, n. 1, p. 288-293, 2014.

NAKAO, S. H. A adoção de IFRS e o legado da conformidade contábil-fiscal mandatória. 62 p. Tese (Livre Docência em Ciências Contábeis) – Departamento de Contabilidade e Atuária da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Universidade de São Paulo. Ribeirão Preto, SP. 2012.

NIYAMA, J. K. Contabilidade Internacional. São Paulo: Atlas, 2010.

PAANANEN, H.; LIN, C. The international financial reporting standards (IFRS) and value relevance: A review of empirical evidence. Journal of Finance and Accounting, v. 3, n. 3, p. 37-46, 2015.

PAE, J. Expected accrual models: The impact of operating cash flows and reversals of accruals. Review of Quantitative Finance and Accounting, v. 24, n. 1, p. 5-22, 2005.

PASSOS, Q. C. A importância da contabilidade no processo de tomada de decisão nas empresas. 29 p. Monografia (Graduação em Ciências Contábeis) – Faculdade de Ciências Econômicas, Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS. 2010.

PAULO, E.; MARTINS, E. Análise da qualidade das informações contábeis nas companhias abertas. In: Encontro da ANPAD, XXXI, 2007, Rio de Janeiro, RJ. Anais... Rio de Janeiro, RJ: ANPAD, 2007.

PINCUS, M.; RAJGOPAL, S.; VENKATACHALAM, M. The accrual anomaly: International evidence. The Accounting Review, v. 82, n. 1, p. 169-203, 2007.

PINHO, R. M.; COSTA, F. M. A Relação entre volatilidade do fluxo de caixa operacional e persistência do lucro nas firmas brasileiras listadas na Bovespa. In: Convenção dos Contabilistas do Espírito Santo, I, 2008, Vitória, ES. Anais... Vitória, ES: CRC, ES, 2007.

QU, X.; ZHANG, G. Value-relevance of earnings and book value over the institutional transition in China: The suitability of fair value accounting in this emerging market. The International Journal of Accounting, v. 50, n. 2, p. 195-223, 2015.

RAJGOPAL, S.; VENKATACHALAM, M. Financial reporting quality and idiosyncratic return volatility. Journal of Accounting and Economics, v. 51, n. 1-2, p. 1-20, 2011.

REIS, E. M.; CUNHA, J. V. A.; RIBEIRO, D. M. Análise do gerenciamento de resultados por meio de decisões operacionais nas empresas componentes do IBrX – índice Brasil. Advances in Scientific and Applied Accounting, v. 7, n. 2, p. 201-203, 2014.

REZENDE, G. P.; NAKAO, S. H. Gerenciamento de resultados e a relação com o lucro tributável das empresas brasileiras de capital aberto. Revista Universo Contábil, v. 8, n. 1, p. 6-21, 2012.

ROSS, Stephen A. The economic Theory of Agency: The principals problem. American Economic Association, v. 63, n. 2, p. 134-139, 1973.

SANTANA, G. T. Qualidade dos lucros e reputação corporativa das empresas no Brasil: uma análise sob a ótica da persistência. 100 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Departamento de Ciências Contábeis e Atuariais, Universidade de Brasília. Brasília, DF. 2017.

SANTOS, E. M.; PAMPLONA, E. O. Teoria das opções reais: Aplicação em pesquisa e desenvolvimento (P&D). In: Encontro Brasileiro de Finanças, 2, 2002, Rio de Janeiro, RJ. Anais... Rio de Janeiro, RJ: IBMEC, 2002.

SANTOS, J. L.; FERNANDES, L. A.; MACHADO, N. P.; SCHMIDT, P. Teoria da contabilidade: introdutória, intermediária e avançada. São Paulo: Atlas, 2007.

SCARPIN, J. E.; BOFF, M. L.; PINTO, J. A relevância da informação contábil e o mercado de capitais: uma análise empírica das empresas listadas no índice Brasil. In: Congresso USP de Contabilidade e Controladoria, IX, 2007, São Paulo, SP. Anais... São Paulo: USP, 2007.

SCHIPPER, K. Commentary on earning management. Accounting Horizons, v. 3, n. 4, p. 91-102, 1989

SCHIPPER; K.; VINCENT, L. Earnings quality. Accounting Horizons, v. 17, Suplemento, p. 97-110, 2003.

SCOTT, W. R. Financial accounting theory. 3 ed. Toronto: Prentice hall, 2003.

SHAN, Yuan George. Value relevance, earnings management and corporate governance in China. Emerging Markets Review, v. 23, n. 1, p. 186-207, 2015.

SILVA, C.; YLUNGA, P.; FONSECA, M. W. Gerenciamento de resultados: estudo empírico em empresas brasileiras e portuguesas antes e após a adoção das IFRS. BASE Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, v. 12, n. 3, p. 193-209, 2015.

SILVA FILHO, A. C. C. S.; MACHADO, M. A. V.; MACHADO, M. R. Custo histórico x valor justo: qual informação é mais value relevant na mensuração dos ativos biológicos? In: Congresso USP de Controladoria e Contabilidade, XIV, 2012, São Paulo, SP. Anais... São Paulo: USP, 2012.

SILVA, J. P.; BONFIM, M. P.; NIYAMA, J. K.; SILVA, C. A. T. Adoção ao padrão IFRS e earnings quality: a persistência do lucro das empresas listadas na BM&F Bovespa. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 29, n. 1, p. 46-55, 2017.

SLOAN, R.G. Do stock prices fully reflect information in accruals and cash flows about future earnings? The Accounting Review, v. 71, n. 3, p. 289-315, 1996.

TAKAMATSU, R. T. Accruals contábeis, persistência dos lucros e retorno das ações. 108 p. Dissertação (Mestrado em Controladoria e Contabilidade) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo. São Paulo, SP. 2011.

TANG, T.; FIRTH, M. Earnings persistence and stock market reactions to the different information in Book-Tax Differences: Evidence from China. The International Journal of Accounting, v. 47, n. 3, p. 369-397, 2012.

TENDELOO, B. V.; VANSTRAELEN, A. Earnings management under German GAAP versus IFRS. European Accounting Review, v. 14, n. 1, p. 155-180, 2005.

TOIGO, L. A.; CHIARELLO, T. C.; KLANN, R. C. Accruals discricionários nas combinações de negócios e o preço das ações. Revista Contemporânea de Contabilidade, v. 11, n. 24, p. 65-84, 2014.

WANG, Clare. Accounting standards harmonization and financial statement comparability: Evidence from transnational information transfer. Journal of Accounting Research, v. 52, n. 4, p. 955-992, 2014.

XUE, S.; HONG, Y. Earnings management, corporate governance and expense stickiness. China Journal of Accounting Research, v. 9, n. 1, p. 41-58, 2016.

YE, K.; ZHANG, R.; REZAEE, Z. Does top executive gender diversity affect earnings quality? A large sample analysis of chinese listed firms. Advances in Accounting: Incorporating Advances in International Accounting, v. 26, n. 1, p. 47-54, 2010.

ZHOU, H.; HAIYAN, X.; GANGULI, G. Does the adoption of international financial reporting standards restrain earnings management? Evidence from an emerging market. Academy of Accounting and Financial Studies Journal, v. 13, n. 6, p. 1-7, 2009.

ZYLBERSZTAJN, D. Estruturas de governança e coordenação do agribusiness: Uma aplicação da nova economia das instituições. 241 p. Tese (Doutorado em Administração) Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo. São Paulo, SP. 1995.