Indicadores de Desempenho em Serviços e Produção: Proposta de Mapeamento da Produção Científica à Luz da Bibliometria Outros Idiomas

ID:
51843
Periódico:
Resumo:
O presente trabalho tem como objetivo caracterizar a produção científica referente aos indicadores de desempenho em serviços e produção no período compreendido entre 2007 e 2017, utilizando-se a bibliometria para realizar estudos na produção, no que refere à autoria, ao conteúdo e às referências dos artigos selecionados, por meio da análise de artigos disponíveis em bases de dados online. Metodologicamente, o estudo é de natureza exploratória, porquanto adota a revisão bibliográfica dos artigos. Foram buscados os artigos nas bases de dados Science Direct, Scopus e Web of Science. Através da análise bibliométrica, retiveram-se 27 artigos com maior relevância no assunto. Entre os principais resultados encontrados na análise, foi possível constatar que os temas mais pesquisados nos artigos foram a busca por indicadores de desempenho em empresas prestadoras de serviços e empresas de processos produtivos. A maioria dos artigos analisados foram escritos por 2 ou 4 autores. E as universidades mais produtivas sobre o tema foram: o Korea Institute of Science and Technology Information, da Coréia e o Instituto Politecnico di Torino, da Itália.
Citação ABNT:
PEREIRA JUNIOR, E. F. Z.; D'AVILA, L. C.; PEREIRA, F. S. Indicadores de Desempenho em Serviços e Produção: Proposta de Mapeamento da Produção Científica à Luz da Bibliometria. Sinergia, v. 22, n. 2, p. 61-73, 2018.
Citação APA:
Pereira Junior, E. F. Z., D'avila, L. C., & Pereira, F. S. (2018). Indicadores de Desempenho em Serviços e Produção: Proposta de Mapeamento da Produção Científica à Luz da Bibliometria. Sinergia, 22(2), 61-73.
DOI:
https://doi.org/10.17648/sinergia-2236-7608-v22n2-7529
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/51843/indicadores-de-desempenho-em-servicos-e-producao--proposta-de-mapeamento-da-producao-cientifica-a-luz-da-bibliometria/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AGUIAR, A. B.; TEIXEIRA, A. J. C.; NOSSA, V.; GONZAGA, R. P. Associação entre sistema de incentivos gerenciais e práticas de contabilidade gerencial. RAE – Revista de Administração de Empresas, 52(1), 40-54. 2012.

ANTHONY, R. N.; GOVINDARAJAN, V. Sistemas de controle gerencial. 12 ed. São Paulo: McGrawHill. 2008

ARAÚJO, C. A. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, v. 12, n. 1, p. 1132, 2006.

ARAÚJO, R. F.; ALVARENGA, L. A bibliometria na pesquisa científica da pós-graduação brasileira de 1987 a 2007. Encontros Bibli: revista eletrônica de biblioteconomia e ciência da informação, v. 16, n. 31, 2011.

BASTOS, M. H. R.; de OLIVEIRA, U. R. Análise de discurso e Análise de Conteúdo: Um breve levantamento bibliométrico de suas aplicações nas ciências sociais aplicadas da Administração. In XII Simpósio de excelência em gestão e tecnologia. 28, 29 e 30 de Outubro de 2015 – Resende – Rio de Janeiro.

BITITCI, U.S., CARRIE, A.S.; MCDEVITT, L. Integrated performance measurement systems: a development guide. Int. J. Op. & Prod. Management, v.17, n.5, p.522-534, 1997.

BOND, E. Medição de desempenho para gestão da produção em um cenário da cadeia de suprimentos. Dissertação (Mestrado) – Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2002.

BORTOLUZZI, S. C.; ENSSLIN, S. R.; ENSSLIN, L. Avaliação de desempenho multicritério como apoio à gestão de empresas: aplicação em uma empresa de serviços. Gest. Prod., São Carlos, v. 18, n. 3, p. 633-650, 2011.

CARDOZA, E.; CARPINETTI, L. C. R. Indicadores de desempenho para o sistema de produção enxuto. Revista Produção Online. ISSN 1676 – 1901. Vol. 5. Num. 2/ Junho de 2005.

CROSS, K. F.; LYNCH, R .L. Managing the corporate warriors. Quality progress, v.23, n.4, p.54-59, 1990.

DICKINSON T. L.; MCINTYRE R.M. A conceptual framework for teamwork measurement. In: Team performance assessment and measurement. Mahwah, NJ: Erlbaum, 1997.

FERREIRA, A.; OTLEY, D. The design and use of performance management systems: An extended framework for analysis. Management Accounting Research, 20(4), 263-282. doi:10.1016/j.mar.2009.07.003.

FISCHMANN, A. A. Implementação de estratégias: identificação e análise de problemas. 1987, Tese (Doutorado) – Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1987.

FISCHMANN, A. A.; ZILMER, A. M. Utilização de indicadores de desempenho como instrumento de suporte à gestão estratégica. In: XXIII Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação em Administração (ENANPAP), 1999.

FREZATTI, F.; ROCHA, W.; NASCIMENTO, A. R.; JUNQUEIRA, E. Controle Gerencial: uma abordagem da contabilidade gerencial no contexto econômico, comportamental e sociológico. São Paulo: Atlas. 2009.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5.ed. São Paulo: Atlas, 2010.

HACKER, M. E., BROTHERSON, P. A. Designing and installing effective performance measurement systems. IIE Solutions, Vol. 30, Nº 8, pp18-23, Aug. 1998.

HORA, H. R. M.; VIERA, L. E. V. Sistemas de medição de desempenho organizacional: evolução e atualidade. Perspectivas online. Volume 5, número 1, 2008.

IRHAMNI, F. KHOTIMAH, B. K.; RAHMAWATI, D. Improvement Integrated Performance Measurement System (IPMS) for small and medium enterprise impact of information technology. Journal of Theoretical and Applied Information Technology 31st January 2017. Vol.95. No.2

JACQUES, F. V. S.; RASIA, K. A. Avaliação de desempenho organizacional: uma reflexão sobre o desempenho dos gestores. SINERGIA, Rio Grande, 20 (2): 59-72, 2016

KAPLAN, R.S.; NORTON, D.P. Using the balanced scorecard as a strategic management system. Harvard business review, v.74, n.1, p.75-85, Jan./Feb, 1996.

KAYDOS, W. Measuring, managing and maximizing performance. Portland, Productivity Press. 1991.

KIYAN, F. M. Proposta para desenvolvimento de indicadores de desempenho como suporte estratégico. Dissertação (Mestrado) Escola de Engenharia de São Carlos. Universidade de São Paulo, São Carlos, 2001.

LACERDA, R. T. D. O., ENSSLIN, L., & ENSSLIN, S. R. (2012). Uma análise bibliométrica da literatura sobre estratégia e avaliação de desempenho. Gestão & Produção, 19(1).

LONGARAY, A. A.; POPIOLEK JÚNIOR, T. L.; MUNHOZ, P. R.; GERI, F. S.; CASTELLI, T. M. Caracterização da produção científica brasileira sobre a aplicação de métodos multicritério de apoio à decisão: uma análise das publicações entre 2004 – 2013. In: XXXV Encontro Nacional de Engenharia de Produção (ENEGEP) , 2015.

MALTEMPI, M. M. Sistemas de medição de desempenho organizacional: uma análise comparativa das ferramentas Prism, Pyramid e BSC. Universitas – Ano 7 – Nº 13 – Julho/Dezembro 2014

MARTINS, R. A. Sistemas de medição de desempenho: Um modelo para estruturação do uso. Tese (Doutorado) – Escola Politécnica. Universidade de São Paulo, São Paulo, 1999.

MÜLLER, C. J. Modelo de gestão integrando planejamento estratégico, sistemas de avaliação de desempenho e gerenciamento de processos (MEIO – Modelo de Estratégia, Indicadores e Operações). Tese (Doutorado) – Escola de Engenharia. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2003

NEELY, A.; ADAMS, C. Perspectives on performance: The performance Prism. Center for business performance, Cranfield, UK, 2001.

NEELY, A., GREGORY, M.; PLATTS, K. Performance measurement system design: a literature review and research agenda. International Journal of Operations & Production Management, Vol. 15 No. 4, pp. 80-116. Mar, 1995.

NEELY, A. Measuring business performance. The Economics, London, c.3, 1998.

O’MARA, C. E.; HYLAND, P. W.; CHAPMAN, R. L. Performance measurement and strategic change. Managing Service Quality: An International Journal, Vol. 8 Issue: 3, pp.178-182. Set. 1998.

OTLEY, D. Did Kaplan and Johnson get it right? Accounting, Auditing & Accountability Journal2, 21(2), 229-239. 2008.

PECH, L. M.; RAMOS, F. M.; FAVRETTO, J.; ARTIFON, R. L. Utilização do Balanced Scorecard em ambientes cooperativistas: um estudo de caso. REUNA, Belo Horizonte – MG, Brasil, v.20, n.3, p. 05-26, Jul. – Set. 2015 – ISSN 2179-8834

ROESCH, S. M. A. Projetos de estágio e de pesquisa em administração: guia para estágios, trabalhos de conclusão, dissertações e estudos de caso. 3ª ed. – 6ª reimp. – São Paulo: Atlas, 2010.

SCIASCI, V.; GARCIA, S. F. A.; GALLI, L. C. D. L. A. Posicionamento de Marcas Globais: Um Estudo Bibliométrico da Produção Científica na Área. Revista Brasileira de Marketing, v. 11, n. 2, p. 67-93, 2012.

SILVA, D. D. O. Monitoramento e controle da estratégia baseado na ferramenta do Balanced Scorecard: Estudo de caso. Monografia (Especialização) Centro de Ensino Superior do Ceará. Faculdade Cearense. Fortaleza, 2013.

SOARES, T. C.; DE MELO, P. A. Avaliação de desempenho organizacional: um mapeamento em periódicos nacionais. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, v. 7, n. 2, p. 148-164, 2014.

SOUZA, M. R.; RIBEIRO, A. L. P. (2009). Systematic review and meta-analysis of diagnostic and prognostic studies: a tutorial. Arquivo Brasileiro de Cardiologia, 92(3), 241-251.

SPINAK, E. Diccionario enciclopédico de bibliometría, cienciometría e informática. Unesco, 1996.

VANTI, N. Da bibliometria à webometria: uma exploração conceitual dos mecanismos utilizados para medir o registro da Informação e a difusão do conhecimento. Ciência da Informação., Brasília, v. 31, n. 2, p. 152-162, maio/ago. 2002.

WORMELL, I. Informetria: explorando bases de dados como instrumentos de análise. Ciência da Informação, Brasília, v.27, n. 2, p. 210-216, maio/ago. 1998.

YEO, R. The tangibles and intangibles of organisational performance. Team Performance Management, v. 9, n. 7-8, p. 199-204, 2003.