Gestão de Organizações Culturais e Identidade Territorial: A Experiência dos Parques Biblioteca de Medellín e suas Repercussões Outros Idiomas

ID:
51899
Periódico:
Resumo:
O objetivo educacional do caso é gerar reflexão sobre os benefícios organizacionais, interorganizacionais e territoriais alcançados ao adotar-se práticas de gestão de equipamentos culturais que tenham como alicerce as originalidades identitárias dos territórios nos quais atuam. Neste caso, em meio a protestos da classe cultural contra ações do recém-empossado prefeito de Sucupira; Godofredo de Assis, assessor-chefe da Secretaria de Cultura, é enviado a Medellín para conhecer as políticas públicas para equipamentos culturais daquela cidade colombiana. Sua missão é obter subsídios para elaborar um plano de ação da Secretaria para os equipamentos culturais da cidade. O caso pretende contribuir para a qualificação de gestores de equipamentos culturais, bem como para a formação de produtores culturais, administradores e gestores sociais.
Citação ABNT:
SANTOS, F. P.; DAVEL, E. Gestão de Organizações Culturais e Identidade Territorial: A Experiência dos Parques Biblioteca de Medellín e suas Repercussões. Revista Alcance, v. 25, n. 2, p. 240-258, 2018.
Citação APA:
Santos, F. P., & Davel, E. (2018). Gestão de Organizações Culturais e Identidade Territorial: A Experiência dos Parques Biblioteca de Medellín e suas Repercussões. Revista Alcance, 25(2), 240-258.
DOI:
alcance.v25n2(Mai/Ago).p240-258
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/51899/gestao-de-organizacoes-culturais-e-identidade-territorial--a-experiencia-dos-parques-biblioteca-de-medellin-e-suas-repercussoes/i/pt-br
Tipo de documento:
Caso de Ensino
Idioma:
Português