Impacto da Governança na Eficiência da Aplicação dos Recursos Públicos com Educação Outros Idiomas

ID:
52273
Resumo:
O objetivo desta pesquisa é verificar se as práticas de governança pública têm impacto sobre a eficiência da aplicação dos recursos públicos em educação nos municípios de Santa Catarina. Para isso, aplicou-se um modelo DEA-VRS, tendo como variáveis de input o Gasto per capita com Educação e Cultura dos municípios e o Rendimento Médio Mensal dos Responsáveis pelos Domicílios Particulares Permanentes. As variáveis de output foram a Taxa de Atendimento e a Taxa de Alfabetização de crianças. Em seguida, utilizou-se um modelo de regressão Tobit para verificar o impacto de variáveis de Governança Pública sobre os escores de eficiência encontrados pelo modelo DEA-VRS. Os resultados indicam que a presença dos Conselhos Municipais de Educação e melhores Índices de Responsabilidade Fiscal e Social impactam positivamente a eficiência da aplicação dos recursos públicos em educação. Com isso, percebe-se a importância dessas boas práticas na gestão dos municípios catarinenses.
Citação ABNT:
SANTOS, R. R. D.; FREITAS, M. M.; VICENTE, E. F. R. Impacto da Governança na Eficiência da Aplicação dos Recursos Públicos com Educação . Contextus - Revista Contemporânea de Economia e Gestão, v. 16, n. 3, p. 101-123, 2018.
Citação APA:
Santos, R. R. D., Freitas, M. M., & Vicente, E. F. R. (2018). Impacto da Governança na Eficiência da Aplicação dos Recursos Públicos com Educação . Contextus - Revista Contemporânea de Economia e Gestão, 16(3), 101-123.
DOI:
http://dx.doi.org/10.19094/contextus.v16i3.39906
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/52273/impacto-da-governanca-na-eficiencia-da-aplicacao-dos-recursos-publicos-com-educacao-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ABBOTT, M.; DOUCOULIAGOS, C. The efficiency of Australian universities: a data envelopment analysis. Economics of Education Review, v. 22, n. 1, p. 89-97, 2003.

AFONSO, A.; VENÂNCIO, A. The relevance of commuting zones for regional spending efficiency. Applied Economics, v. 48, n. 10, p. 865-877, 2016.

ARAÚJO JÚNIOR, J. N.; JUSTO, W. R.; ROCHA, R. M.; GOMES, S. M. F. P. O. Eficiência técnica das escolas públicas dos estados do Nordeste: uma abordagem em dois estágios. Revista Econômica do Nordeste, v. 47, n. 3, p. 61-73, 2017.

ASATRYAN, Z.; WITTE, K. Direct democracy and local government efficiency. European Journal of Political Economy, v. 39, p. 58-66, 2015.

BANKER, R. D.; CHARNES, A.; COOPER, W. W. Some models for estimating technical and scale inefficiencies in data envelopment analysis. Management Science, v. 30, n. 9, p. 10781092, 1984.

BELLONI, J. A. Uma Metodologia de Avaliação da Eficiência Produtiva de Universidades Federais Brasileiras. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2000.

CEPIKU, D. Public governance: research and operational implications of a literature review. Innovations in Public Management and Governance in Italy, p. 97-121, 2008

CHANG, M. Efficiency and governance of power corporations: A China and Taiwan analysis. Polish Journal of Environmental Studies, v. 23, n. 5, 2014.

CHARNES, A.; COOPER, W. W.; RHODES, E. Measuring the efficiency of decision making units. European journal of operational research, v. 2, n. 6, p. 429-444, 1978.

CNM – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DE MUNICÍPIOS. Compreedendo e Avaliando a Gestão Municipal. . Acesso em: 15ago.2015

COSTA, C. C.; FERREIRA, M. A. M.; BRAGA, M. J.; ABRANTES, L. A. Fatores associados à eficiência na alocação de recursos públicos à luz do modelo de regressão quantílica. Revista de Administração Pública, v. 49, n. 5, p. 1319-1347, 2015.

CRUZ, C. F.; FERREIRA, A. C. S.; SILVA, L. M.; MACEDO, M. A S. Transparência da gestão pública municipal: um estudo a partir dos portais eletrônicos dos maiores municípios brasileiros. Revista de Administração Pública, v. 46, n. 1, p. 153-76, 2012

CURI, M. A.; BENEDICTO, G. C.; CARVALHO, F. M.; NUINTIN, A. A.; NOGUEIRA, L. R. T. Eficiência das Universidades Federais quanto ao uso dos Recursos Renováveis. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CUSTOS-ABC. Anais… 2014.

DIAS, T.; CARIO, S. A. F. Governança Pública: ensaiando uma concepção. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 17, n. 3, 2014.

FARIA, F. P.; JANNUZZI, P. M.; SILVA, S. J. Eficiência dos gastos municipais em saúde e educação: uma investigação através da análise envoltória no estado do Rio de Janeiro. Revista de Administração Pública, v. 42, n. 1, p. 155-177, 2008.

FARRELL, M. J. The measurement of productive efficiency. Journal of the Royal Statistical Society. Series A (General), p. 253-290, 1957.

GREENE, W. H. Econometric analysis. 5. ed. New Jersey: Prentice Hall, 2003.

HOFF, A. Second stage DEA: Comparison of approaches for modelling the DEA score. European Journal of Operational Research, v. 181, n. 1, p. 425-435, 2007.

KISSLER, L.; HEIDEMANN, F. G. Governança pública: novo modelo regulatório para as relações entre Estado, mercado e sociedade? Revista de Administração Pública, v. 40, n. 3, p. 479-499, 2006.

KNACK, S.; KEEFER, P. Institutions and economic performance: cross-country tests using alternative institutional measures. Democracy, Governance and Growth, p. 56-77, 1995.

KORMENDI, R. C.; MEGUIRE, P. G. Macroeconomic determinants of growth: cross-country evidence. Journal of Monetary economics, v. 16, n. 2, p. 141-163, 1985.

LINS, M. P. E.; MEZA, L. A. Análise envoltória de dados: e perspectivas de integração no ambiente do Apoio à Decisão. COPPE/UFRJ, 2000.

LOPES, L. S.; TOYOSHIMA, S. H. Eficiência técnica municipal na gestão dos gastos com saúde e educação em Minas Gerais: seus impactos e determinantes. Seminário sobre a economia mineira, v. 13, p. 1-24, 2008.

LYNN JUNIOR, L. E.; MALINOWSKA, A. How are Patterns of Public Governance Changing in the US and the EU? It’s Complicated. Journal of Comparative Policy Analysis: Research and Practice, v. 20, n. 1, p. 36-55, 2018.

MACEDO, M. A S.; CASA NOVA, S. P. C.; ALMEIDA, K. Mapeamento e análise bibliométrica da utilização da Análise Envoltória de Dados (DEA) em estudos em contabilidade e administração. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 12, n. 3, 2009.

MACHADO JUNIOR, S. P.; IRFFI, G.; BENEGAS, M. B. Análise da eficiência técnica dos gastos com educação, saúde e assistência social dos municípios cearenses. Planejamento e Políticas Públicas, n. 36, 2011.

MATIAS-PEREIRA, J. A governança corporativa aplicada no setor público brasileiro. Administração Pública e Gestão Social, v. 2, n. 1, p. 109-134, 2010.

MAURO, P. Corruption and growth. The Quarterly Journal of Economics, p. 681-712, 1995.

MELLO, J. C. C. B. S.; MEZA, L. A.; GOMES, E. G.; BIONDI NETO, L. Curso de análise de envoltória de dados. Simpósio Brasileiro de Pesquisa Operacional, v. 37, 2005.

MELLO, J. C. C. B. S.; MEZA, L. A.; GOMES, E. G.; BIONDI NETO, L. Estudo não paramétrico da relação entre consumo de energia, renda e temperatura. IEEE Latin America Transactions, v. 6, n. 2, p. 153-161, 2008.

OLIVEIRA, A. G.; PISA, B. J. IGovP: índice de avaliação da governança pública – instrumento de planejamento do Estado e de controle social pelo cidadão. Revista de Administração Pública, v. 49, n. 5, p. 1263-1290, 2015.

OLSON JUNIOR, M.; SARNA, N.; SWAMY, A. V. Governance and growth: A simple hypothesis explaining cross-country differences in productivity growth. Public Choice, v. 102, n. 3-4, p. 341-364, 2000.

PEÑA, C. R. Um Modelo de Avaliação da Eficiência da Administração Pública através do Método Análise Envoltória de Dados (DEA). Revista de Administração Contemporânea, v. 12, n. 1, p. 83-106, 2008.

REZENDE, F.; CUNHA, A.; BEVILACQUA, R. Informações de custos e qualidade do gasto público: lições da experiência internacional. Revista de Administração Pública, v. 44, n. 4, p. 959 a 992, 2010.

RHODES, R. A. W. The new governance: governing without government. Political studies, v. 44, n. 4, p. 652-667, 1996.

RODRÍGUEZ-POSE, A; GARCILAZO, E. Quality of government and the returns of investment: Examining the impact of cohesion expenditure in European regions. Regional Studies, v. 49, n. 8, p. 1274-1290, 2015.

RONCONI, L. Governança pública: um desafio à democracia. Emancipação, v. 11, n. 1, p. 2134, 2011.

SILVA, A. A. P.; FERREIRA, M. A. M.; BRAGA, M. J.; ABRANTES, L. A. Eficiência na alocação de recursos públicos destinados à educação, saúde e habitação em municípios mineiros. Contabilidade, Gestão e Governança, v. 15, n. 1, p. 96-114, 2012.

SILVA, J. L. M.; ALMEIDA, J. C. L. Eficiência no gasto público com educação: uma análise dos municípios do Rio Grande do Norte. Planejamento e Políticas Públicas, n. 39, 2012.

SOUZA JÚNIOR, C. V. N. de; GASPARINI, C. E. Análise da equidade e da eficiência dos estados no contexto do federalismo fiscal brasileiro. Estudos Econômicos (São Paulo), v. 36, n. 4, p. 803-832, 2006.

SUEYOSHI, T.; GOTO, M.; OMI, Y. Corporate governance and firm performance: Evidence from Japanese manufacturing industries after the lost decade. European Journal of Operational Research, v. 203, n. 3, p. 724-736, 2010.

TEIXEIRA, L. H. G. Conselhos municipais de educação: autonomia e democratização do ensino. Cadernos de Pesquisa, v. 34, n. 123, p. 691-708, 2004.

TSCHAFFON, P.; MEZA, L. A. Assessing the efficiency of the electric energy distribution using Data Envelopment Analysis with undesirable outputs. Latin America Transactions, IEEE (Revista IEEE America Latina), v. 12, n. 6, p. 1027-1035, 2014.

WHITELEY, P. F. Economic growth and social capital. Political Studies, v. 48, n. 3, p. 443-466, 2000.

WILBERT, M. D.; D’ABREU, E. C. C. F. Eficiência dos gastos públicos na educação: análise dos municípios do estado de alagoas. Advances in Scientific and Applied Accounting, v. 6, n. 3, p. 348-372, 2013.

WILL, A. R. Eficiência dos Estados Brasileiros nos Gastos com Educação: Um Estudo Comparativo de Recursos Utilizados e Resultados Alcançados. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2014.

ZHU, J. Multi-factor performance measure model with an application to Fortune 500 companies. European Journal of Operational Research, v. 123, n. 1, p. 105-124, 2000.