Análise da Evidenciação de Indicadores Ambientais das Maiores Empresas do Setor de Papel e Celulose

ID:
52362
Resumo:
O objetivo desse estudo é comparar o nível de evidenciação de indicadores ambientais das três principais empresas do setor de papel e celulose no Brasil, Suzano, Klabin e Fibria, no ano de 2012. O método utilizado foi a pesquisa qualitativa e o instrumento de análise de dados a pesquisa documental em relatórios de sustentabilidade e websites das empresas estudadas. Os resultados do estudo indicam que os aspectos mais relatados pelas empresas incluem materiais, água, biodiversidade e geral, enquanto produtos e serviços, conformidades e energia apresentaram baixa divulgação. A evidenciação das informações ambientais das três empresas possui indicadores ausentes ou incompletos. As empresas, apesar de divulgarem relatórios com níveis de aplicação A+ e B+, omitem alguns indicadores e não há padronização de todas as informações relatadas, dificultando a comparação de diversos indicadores essenciais e adicionais.
Citação ABNT:
MADY, C. A.; MADY, F. A.; RODRIGUES, F. N. C.; SOUZA, M. T. S.; GALVÃO, R. A. Análise da Evidenciação de Indicadores Ambientais das Maiores Empresas do Setor de Papel e Celulose. Revista de Administração da UFSM, v. 11, n. 3, p. 679-700, 2018.
Citação APA:
Mady, C. A., Mady, F. A., Rodrigues, F. N. C., Souza, M. T. S., & Galvão, R. A. (2018). Análise da Evidenciação de Indicadores Ambientais das Maiores Empresas do Setor de Papel e Celulose. Revista de Administração da UFSM, 11(3), 679-700.
DOI:
10.5902/1983465915944
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/52362/analise-da-evidenciacao-de-indicadores-ambientais-das-maiores-empresas-do-setor-de-papel-e-celulose/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AHMAD, Z.; HASSAN, S.; MOHAMMAD, J. Determinants of environmental reporting in Malaysia. International Journal of Business Studies, v.11, n.1, p. 69-90, jun, 2003.

ALAZZANI, A.; WAN-HUSSIN, W. N. Global Reporting Initiative’s environmental reporting: A study of oil and gas companies. Ecological Indicators, v. 32, p. 19-24, 2013.

ALVAREZ, I., GARAYAR, A. Evolución de la emisión de memorias de sostenibilidad conforme al modelo GRI. Advances in Scientific and Applied Accounting, São Paulo, v. 4, n. 1, p. 63-72, 2011.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CELULOSE E PAPEL BRACELPA. Dados do setor. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CELULOSE E PAPEL BRACELPA. Relatório de sustentabilidade. 2010. Disponível em: . Acesso em: 02 ago. 2014.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. 4ª ed. Lisboa: Edições 70, 2010.

BRAGA, C.; SAMPAIO, M. S. A.; SANTOS, A. D.; SILVA, P. P. Fatores determinantes do nível de divulgação ambiental no setor de energia elétrica no Brasil. Advances in Scientific and Applied Accounting, São Paulo, v. 4, n. 2, p. 230-262, 2011.

CALIXTO, L.A divulgação de relatórios de sustentabilidade na América Latina: um estudo comparativo. Revista de Administração, v. 48, n. 4, p. 828-842, 2013.

CHO, C. H.; PATTEN, D. M. The role of environmental disclosures as tools of legitimacy: a research note. Accounting, Organizations and Society, v.32, p. 639-647, 2007.

FIBRIA CELULOSE. Relatório de sustentabilidade. 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2014.

FIBRIA. Índice remissivo. 2012. Disponível em:. Acesso em: 17 mar. 2014.

FREITAS, A. R. P; KOBAL, A. B. C; DE LUCA, M. M. M; VASCONCELOS, A. C de. Indicadores ambientais: um estudo comparativo entre empresas brasileiras e espanholas. Revista de Gestão Social e Ambiental, v. 7, n. 1, p. 35-52, jan./abr, 2013.

GASPARINO, M. F; RIBEIRO, M. S. Indicadores ambientais: Análise de relatórios de sustentabilidade, com ênfase na GRI: comparação entre empresas do setor de papel e celulose dos EUA e Brasil. Revista de Gestão Social e Ambiental, v. 1, n. 1, p. 102-115, 2007.

GLOBAL REPORTING INITIATIVE GRI. Directrizes para a elaboração de relatórios de sustentabilidade. Ago. 2013. Disponível em: http://www.globalreporting.org/resourcelibrary/ Portuguese-G3-Reporting-Guidelines.pdf>. Acesso em: 10 ago. 2014.

GLOBAL REPORTING INITIATIVE GRI. Indicator Protocols Set Environment (EN). 2011. Disponível em: Acesso em: 24 fev. 2014.

GONÇALVES, V. O desastre de Cataguases: uma caricatura do risco. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, 2006.

GRECCO, M. C., M. FILHO, M. A., SEGURA, L., SANCHEZ, I. M., DOMINGUEZ, L. The voluntary disclosure of sustainable information: a comparative analysis of Spanish and Brazilian companies. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 7, n. 17, p. 45-55, 2013.

HEDBERG C. J.; VON MALMBORG, F. The Global Reporting Initiative and Corporate Sustainability Reporting in Swedish Companies.Corporate Social – Responsibility and Environmental ManagementeABI/ INFORM Global. v. 10, n. 3, p.153, 2003.

HOSSAIN, M.; HAMMAMI, H. Voluntary disclosure in the anual reports of an emerging country: the case of Qatar. Advances in Accounting, incorporating Advances in International Accounting, v.25, p.255-265, 2009.

JOSE, A.; LEE, S. Environmental reporting of global corporations: a content analysis based on website disclosures. Journal of Business Ethics, v. 72, p.307-321, 2007.

JÚNIOR, A. V.; DEMAJOROVIC, J. Modelos e Ferramentas de Gestão Ambiental. São Paulo: Senac, 2006.

KLABIN. Índice remissivo GRI. 2013. Disponível em: . Acesso em: 17 mar. 2014.

KLABIN PAPEL E CELULOSE. Relatório anual de sustentabilidade. 2012. Disponível em: . Acesso em: 24 jul. 2014.

LEITE FILHO, G. A.; PRATES, L. A; GUIMARÃES, T. N. Análise dos níveis de evidenciação dos relatórios de sustentabilidade das empresas brasileiras A+ do Global Reporting Initiative (GRI) no ano de 2007. RCO – Revista de Contabilidade e Organizações – FEA-RP/USP, v. 3, n. 7, p. 43-59, set-dez 2009.

LIU, Xianbing; ANBUMOZHI, V. Determinant factors of corporate environmental information disclosure: an empirical study of Chinese listed companies. Journal of Cleaner Production, v.17, n.6, p.593-600, 2009.

LUGOBONI, L. F.; ZITTEI, M. V. M.; PEREIRA, R. S.; RODRIGUES, G. B. S. Análise dos relatórios de sustentabilidade das indústrias de papel e celulose. Revista Metropolitana de Sustentabilidade RMS, São Paulo, v. 3, n. 3, p. 66-88, set./dez. 2013.

MOTA, M. O.; MAZZA, A. A. OLIVEIRA, F, C. Uma análise dos relatórios de sustentabilidade no âmbito ambiental do Brasil: sustentabilidade ou camuflagem? BASE – Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, v. 10, n. 1, p. 69-80, 2013.

REVISTA EXAME (online). Maiores empresas do Brasil em 2012. Disponível em: . Acesso em: 01 ago. 2014.

SILVA, M. C.; SIQUEIRA, J., R., M.; FERNANDES, F., S. Indicadores essenciais do GRI: Análise da evolução do grau de aderência plena e de evidenciação efetiva no período de 2003 a 2005. In: SEMEAD, 12, 2009. Anais...São Paulo, 2009.

SUZANO PAPEL E CELULOSE. Relatório de sustentabilidade. 2012. Disponível em: . Acesso em: 10 set. 2013.

TINOCO, J. E. P. KRAEMER, M. E. P. Contabilidade e gestão ambiental. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2011.