Estratégias de Precificação em Meios de Hospedagem: Uma Revisão Histórico-Conceitual Outros Idiomas

ID:
52436
Periódico:
Resumo:
O presente trabalho tem como objetivo central da pesquisa, analisar as estratégias de precificação adotadas cronologicamente pelos meios de hospedagem, buscando com isso, a compreensão do futuro da precificação a partir da análise do modelo desenvolvido pelo autor Stowe Shoemaker. O objetivo geral dessa pesquisa está norteado pelos seguintes objetivos específicos: a) Identificar quais são as principais estratégias de precificação relatadas nas pesquisas científicas sobre a temática no período proposto para esse estudo; b) Descrever e analisar as estratégias de precificação propostas, segundo o modelo de Stowe Shoemaker. O referencial teórico desse trabalho baseia-se no estudo das principais publicações nacionais e internacionais sobre o setor hoteleiro, marketing turístico, estratégias de precificação, valor agregado e percebido pelo o cliente. A metodologia aplicada apresenta caráter descritivo e exploratório com abordagem qualitativa de dados, almejando obter resultados através da pesquisa bibliográfica e documental. O recorte temporal dessa pesquisa compreende-se entre 1970 á 2018, por se tratar do período de maior realização de pesquisas sobre o tema central desse estudo. Sobre as considerações finais dessa pesquisa exploratória, observou-se um número significativo de estudos e estratégias diversas de precificação, em maior parte, internacionais. Contudo, é notável a necessidade de maiores pesquisas que desenvolvam a temática no Brasil, visto a escassez de trabalhos nacionais.
Citação ABNT:
LEITE, A. F. R.Estratégias de Precificação em Meios de Hospedagem: Uma Revisão Histórico-Conceitual . Revista Hospitalidade, v. 15, n. 2, p. 3-17, 2018.
Citação APA:
Leite, A. F. R.(2018). Estratégias de Precificação em Meios de Hospedagem: Uma Revisão Histórico-Conceitual . Revista Hospitalidade, 15(2), 3-17.
DOI:
https://doi.org/10.21714/2179-9164.2018v15n2.001
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/52436/estrategias-de-precificacao-em-meios-de-hospedagem--uma-revisao-historico-conceitual-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALBRECHT, K. (1998). Revolução nos serviços: como as empresas podem revolucionar a maneira de tratar os seus clientes. São Paulo, SP. Pioneira. 5a ed.

ARNOLD, D. (1994). Profits and prices: a lodging analysis. The Cornell H.R.A Quarterly.

BARDIN, L. (2006). Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70. (Obra original publicada em 1977).

BERRY, L. L.; PARASURMAN, A. (1995). Serviços de marketing: competindo através da qualidade. São Paulo, SP.

CAMPOS, D. (2015) Qualidade dos Serviços Turísticos no Destino Pipa/Brasil: Um Estudo Sob a Ótica de Uma Análise de Cluster. Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo. São Paulo, 9(2), 58-277.

CARNEIRO, J. (2006). Formação e Administração de preços. 3 ed. Rio de Janeiro: Editora FGV.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A. (1996). Metodologia científica. 4. ed. São Paulo: Makron Books.

COURNOYER, N. G. (1972). Hotel/motel room rack rates. The Cornell H.R.A. Quarterly, 13, 90.

COUTINHO, L. (1994). Estudo da competitividade da indústria brasileira. 3 ed. Campinas, SP: Papirus.

DENCKER, Ada de F Maneti. (2007). Pesquisa em Turismo. São Paulo: ATLAS, 2007.

DIAMANTOPOULOS, Adamantios. (2005). Determinação de preços. In: BAKER. Michael J.(Org). Administração de marketing. Rio de Janeiro: Campus, 2005.

DOYLE, Peter. Gerenciamento do Marketing. in: BAKER, Michael J. (org.). Administração de marketing. 2005.

FAYOS-SOLÁ, Eduardo. (2003). Turismo internacional, uma perspectiva global. 2.ed. Porto Alegre: Bookman.

FEIJÓ, Fernando. (2002). Marketing hoteleiro. São Paulo.

FLICK, U. (2009) Introdução à pesquisa qualitativa. 3.ed. Porto Alegre: Armed.

GETZ, Donald. (2007). Estudos de eventos - Teoria, pesquisa e política de eventos planejados. Uk: Elsevier.

GOELDNER, Charles R. (2002). Turismo: Princípios, Práticas e Filosofias. 8 ed. Porto Alegre: BOOKMAN.

GOLDFARB, Avi; CATHERINE, Tucker. (2011). Search Engine Advertising: Channel Substitution When Pricing Ads to Context. Management Science, 57(3), 458-470.

Hooley, G.; SAUNDERS, J.; PIERCY, N. (2005). Estratégia de marketing e posicionamento competitivo. São Paulo: Prentice Hall.

KERIN, R. A; PETERSON, R. A. (2009). Problemas de Marketing Estratégico. 11ª ed. São Paulo: Bookman.

KOTLER, P. (2015). Princípios de Marketing. 15ª ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil.

KROFT, Kory; DEVIN G. Pope. (2013). Does Online Search Crowd Out Traditional Search and Improve Matching Efficiency?Evidence from Craigslist. Journal of Labor Economics. (Forthcoming).

Maltese, BRANDÃO, C. (2008). Pactos em territórios: escalas de abordagem e ações pelo desenvolvimento. Organizações & Sociedade 15 (45), 145-157.

NAGLE, Thomas T.; HOGAN, John E. (2007). Estratégias e táticas de preço: um guia para crescer com lucratividade. São Paulo: Pearson.

NOGUEIRA, F (2015). Precificação de características subjetivas de hostels no Brasil. Revista Hospitalidade, v. XII, n. 02.

PORTER, M. (1999). Competição: Estratégias competitivas essências. Rio de Janeiro: Campus.

SHAW, M. (1984). An Analysis of the hotel room rate pricing decision. Ph.D.Dissertation. Cornell University.

SHAW, M. (1992) Positioning and price: merging theory, strategy, and tactics. Hospitality Research Journal, 15(2), 31-39

SHOEMAKER, S. (2003). Future of Revenue Management – The future of pricing in services. Journal of Revenue ad Pricing Management, v. 2, n. 3, p.271-279

WOODRUFF, Robert. (1997). Costumes Value: the next source for competitive advantage. Journal of the Academy of Marketing Science. v. 25, n. 2, p. 139-153

ZEITHAML, V.; DWAYNE, M. Gremler, D. (2011). Marketing de Serviços: A Empresa com Foco no Cliente. 6ª ed. Porto Alegre: AMGH Editora.