Desafios no Direcionamento e na Priorização das Intervenções das Políticas de Combate À Pobreza nos Municípios Cearenses Outros Idiomas

ID:
52491
Resumo:
Apesar dos avanços recentes, a pobreza ainda persiste no Ceará. Então, com base no “Triângulo Pobreza-Crescimento-Desigualdade” descrito por Bourguignon (2003, 2004), foram estimadas as elasticidades da pobreza em relação ao crescimento econômico e à desigualdade para identificar desafios na priorização das intervenções de combate à pobreza nos municípios cearenses. Os resultados mostram que os valores de ambas as sensibilidades estimadas são relativamente pequenos, indicando que as políticas têm potencialmente baixa capacidade de reduzir a pobreza. Argumenta-se, no entanto, que elas podem ser mais efetivas se forem consideradas as características particulares de cada município. Uma questão importante decorre da identificação de um grupo de municípios em que a sensibilidade das políticas é muito baixa, sendo que estes são os que, em geral, apresentam as piores situações relativas em termos da proporção de pobres e da desigualdade. Assim, se for privilegiada a efetividade potencial, as disparidades entre os municípios poderão aumentar.
Citação ABNT:
NOGUEIRA, C. A. G.; FORTE, S. H. A. C. Desafios no Direcionamento e na Priorização das Intervenções das Políticas de Combate À Pobreza nos Municípios Cearenses. Revista do Serviço Público, v. 69, n. 4, p. 921-950, 2018.
Citação APA:
Nogueira, C. A. G., & Forte, S. H. A. C. (2018). Desafios no Direcionamento e na Priorização das Intervenções das Políticas de Combate À Pobreza nos Municípios Cearenses. Revista do Serviço Público, 69(4), 921-950.
DOI:
https://doi.org/10.21874/rsp.v69i4.2401
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/52491/desafios-no-direcionamento-e-na-priorizacao-das-intervencoes-das-politicas-de-combate-a-pobreza-nos-municipios-cearenses/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Amato, F. Número de pobres no Brasil pode estar subestimado, aponta TCU. G1, 10 set. 2014. Disponível em: http://g1.globo.com/politica/noticia/2014/09/numerode-pobres-no-brasil-pode-estar-subestimado-aponta-tcu.html Consulta em: 15 mar. 2015.

Andrews, M.; Hay, R.; Myers, J. Governance indicators can make sense: under-five mortality rates are an example. Cambridge (MA): Harvard / John F. Kennedy School of Government, 2010 (Faculty Research Working Paper RWP10-015).

Andrews, M. How do governments get great? Cambridge (MA): Harvard / John F. Kennedy School of Government, 2013 (Faculty Research Working Paper RWP13020).

Assis, D. N. C.; Medeiros, C. N.; Nogueira, C. A. G. Extrema pobreza infantil, crescimento e distribuição de renda. Planejamento e Políticas Públicas, n. 48, p. 175-210, jan./jun. 2017.

Azevedo, D. C.; Burlandy, L. Política de combate à pobreza no Brasil, concepções e estratégias. Rev. Katál. Florianópolis, v. 13, n. 2, p. 201-209, jul./dez. 2010.

Barreto, F. A. et al. Comentários gerais e estratégias para o desenvolvimento social do Ceará. In: Barreto, F. A. F. D.; Menezes, A. S. B. (Orgs.) Desenvolvimento econômico do Ceará: evidências recentes e reflexões. Fortaleza: Ipece, 2014. p. 392402.

Bisquerra, R.; Sarriera, J. C.; Martinez, F. Introdução à Estatística: enfoque informático com o pacote estatístico SPSS. Porto Alegre: Artmed, 2004. 255 p.

Bisquerra, R. The poverty-growth-inequality triangle. Washington, DC: The World Bank, 2004.

Bisquerra, R. The poverty-growth-inequality triangle: with some reflections on Egypt. Cairo: ECES, 2005. (Distinguished Lecture Series n. 22).

Bourguignon, F. The growth elasticity of poverty reduction: explaining heterogeneity across countries and time periods. In: Eicher, T.; Turnovsky, S. (Eds.) Inequality and growth: theory and policy implications. Cambridge: The MIT Press, 2003. p. 3-26.

Catelli, A.; Santos, E. S. Mensurando a criação de valor na gestão pública. Revista Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 38, n. 3, p. 423-449, 2004.

Chiarini, T. Análise espacial da pobreza municipal no Ceará, 1991-2000. Revista de Economia, v. 34, n. 2, p. 69-93, 2008.

Czermainski, A. B. C. Análise de correspondência. São Paulo: USP/Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, 2004.

Datt, G.; Ravallion, M. Growth and redistribution components of changes in poverty measures: a decomposition with application to Brazil and India in the 1980s. Journal of Development Economics, v. 38, n. 2, p. 275-295, 1992.

Fosu, A. K. Growth, inequality, and poverty in Sub-Saharan Africa: recent progress in a global context. Oxford Development Studies, v. 43, n. 1, p. 44-59, 2015.

Fosu, A. K. Growth, inequality, and poverty reduction in developing countries: recent global evidence. Helsinki: World Institute for Development Economics Research, 2011 (Working Paper n. 2011-1).

Fosu, A. K. Inequality and the impact of growth on poverty: comparative evidence for Sub-Saharan Africa. Journal of Development Studies, v. 45, n. 5, p. 726-745, 2009.

Hoffmann, R. Estatística para economistas. 4.ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2006. 432 p.

Holanda, M. C. et al. Implementing results-based management at the subnational level. In: Ashbourne, E.; Kuil, I.; Leger, D.; Kolker, E. (Org.). Sourcebook on emerging good practices in Managing for Development Results. 3 ed. Washington, D.C.: World Bank, 2008, p. 59-63.

Holanda, M. C. et al. O modelo aplicado de gestão pública por resultados (GPR) no Estado do Ceará. In: Holanda, M.C. (Org.) Ceará: a prática de uma gestão pública por resultados. Fortaleza: Ipece, 2006, p. 55-76.

Holanda, M. C. Gestão pública por resultados na perspectiva do Estado do Ceará. Fortaleza: Ipece, 2004b (Nota Técnica n. 11).

Holanda, M. C.; Rosa, A. L. T. Fundo Estadual de Combate à Pobreza (Fecop). Fortaleza: Ipece, 2004a (Nota técnica n. 4).

Kakwani, N. Poverty and economic growth with application to Cote d’Ivoire. Review of Income and Wealth, v. 39, n. 2, p. 121-139, 1993.

Kalwij, A.; Verschoor, A. Not by growth alone: the role of the distribution of income in regional diversity in poverty reduction. European Economic Review, v. 51, p. 805–829, 2007.

Kapoor, R. Inequality matters. In: Annual Global Development Conference – Inequality, Social Protection and Inclusive Growth, 14. 2013, Manila. Anais... Manila: Global Development Network (GDN), 2013.

Loureiro, A. O. F.; Costa, L. O. Uma breve discussão sobre os modelos com dados em painel. Fortaleza: Ipece, 2009 (Nota Técnica n. 37).

Loureiro, A. O. F.; Suliano, D. C. As principais linhas de pobreza utilizadas no Brasil. Fortaleza: Ipece, 2009 (Nota Técnica n. 38).

Macroplan. Levantamento de práticas de Gestão Pública para Resultados – Benchmarking GpR. Fortaleza, mar. 2016. Disponível em: http://www.seplag. ce.gov.br/images/stories/Planejamento/Gestao-Publica-por-Resultado/2016%20 %20Projeto%20GPR/Levantamento%20de%20pr%C3%A1ticas%20de%20 Gest%C3%A3o%20P%C3%BAblica%20para%20Resultados%20%E2%80%93%20 Benchmarking%20GpR.pdf Consulta em: 15 jul. 2016.

Marinho, E.; Araújo, J. Crescimento econômico e concentração de renda: seus efeitos na pobreza no Brasil. Rio de Janeiro / Niteroi: BNDES/Anpec, 2012 (Working Paper n. 24).

Medeiros, A. C. C. GPR no Ceará: prática de gestão em busca de resultados. In: Congresso Consad de Gestão Pública, 3. Brasília (DF), 2010. Anais... Brasília: Consad, 2010.

Medeiros, A. C. C.; Rosa, A. L. T.; Nogueira, C. A. G. Gestão pública por resultados: uma análise comparativa entre os modelos do Ceará e do Canadá. Encontro Economia do Ceará em Debate, 4. Fortaleza (CE), 2008. Anais… Fortaleza: Ipece, 2008.

Medeiros, C. N.; Pinho Neto, V. R. Mapeamento da extrema pobreza no estado do Ceará. In: Barreto, F. A. D.; Menezes, A. S. B.; Albuquerque, E. L. S.; Sousa, F. J.; Gonçalves, L. C. (Orgs.). Economia do Ceará em Debate 2011. Fortaleza: Ipece, 2012. p. 167-190.

Neri, M. Bolsa Família 2.0. Conjuntura Econômica, Rio de Janeiro, v. 60, n. 12, p. 46-49, dez. 2006.

Nogueira, C. A. G. Acompanhamento das metas do milênio e dos avanços socioeconômicos do Ceará. Fortaleza: Ipece, 2009 (Texto para Discussão n. 57).

Nogueira, C. A. G. Planejamento e gestão governamental na esfera estadual: a experiência do Ceará. In: Cardoso Jr., J. C.; Santos, J. C.; Pires, R. R. (Orgs.). PPA 2012 2015: a experiência subnacional de planejamento no Brasil. Brasília: Ipea, 2015, p. 123-151. Ocde. The productivity-inclusiveness nexus. Paris, 2016.

Nogueira, C. A. G.; Pontes, P. A. Planejamento e gestão governamental na esfera estadual: uma análise comparativa dos processos, conteúdos e sistemas de acompanhamento dos PPAs – Estado do Ceará. Brasília: Ipea, 2013. (Relatório de Pesquisa).

Oliveira, J. L.; miro, V. H.; Barreto, F. A. F. D. Princípios para uma estratégia eficiente de combate à pobreza no estado do Ceará. Fortaleza: Ipece, 2013 (Nota Técnica n.53).

Pereira, A. Guia prático de utilização do SPSS – análise de dados para Ciências Sociais e Psicologia. 5.ed. Lisboa: Edições Sílabo, 2004. 243 p.

Pero, V.; Cruz, G. F. A queda da pobreza no Brasil: mudanças no perfil e nos determinantes na entrada do 2º milênio. In: Encontro Nacional de Economia, 43., 2015, Florianópolis. Anais... Florianópolis: ANPEC, 2015.

Pestana, M. H.; Gageiro, J. N. Análise de dados para ciências sociais – a complementaridade do SPSS. 6.ed. Lisboa: Edições Sílabo, 2014. 1240 p.

Pnud. Os objetivos de desenvolvimento sustentável – dos ODM para os ODS. Disponível em: http://www.undp.org/content/brazil/pt/home/post-2015/ Consulta em: 05 jul. 2016. pnud; Ipea; Fjp. Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. 2013. Disponível em: http://www.atlasbrasil.org.br/2013/ Consulta em: 05 out. 2015.

Ramos, C. A. A queda da pobreza e da concentração de renda no Brasil. “À la Recherche” da teoria perdida. Nova Economia, Belo Horizonte, n. 25, v. 3, p. 599-620, set./dez. 2015. Ray, D. Development Economics. Princeton: Princeton University Press, 1998. 848 p.

Rocha, S. Pobreza no Brasil: afinal, de que se trata? 3.ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006. 244 p.

Sachs, J. The end of poverty: how we can make it happen in our lifetime. Nova York: Penguin Books, 2005. 397 p.

Sen, A. Desenvolvimento como liberdade. São Paulo: Companhia das Letras, 2000. 411 p.

Thorbecke, E. Multidimensional poverty: conceptual and measurement issues. In: Kakwani, N.; Silber, J. (Eds.) The many dimensions of poverty. Basingstoke: Palgrave Macmillan, 2007. p. 3-19.

Zaman, K.; Khilji, B. A. The relationship between growth–inequality–poverty triangle and pro-poor growth policies in Pakistan: the twin disappointments. Economic Modelling, v. 30, p. 375–393, 2013.