A Escola e as Identidades dos Alunos do Campo: Um Estudo a Partir de Bourdieu e Althusser Outros Idiomas

ID:
52634
Periódico:
Resumo:
O objetivo deste estudo é interpretar a reconstrução das identidades dos alunos do Colégio Estadual do Campo (CEC) Adélia Rossi Arnaldi, de Paranavaí-PR, oriundos do meio rural, diante das diversas socializações a que foram submetidos. O aporte teórico foi realizado a partir das contribuições de Pierre Bourdieu (1930-2002) dos conceitos de habitus, campo e da reprodução das condições sociais, e o entendimento de ideologia segundo Louis Althusser (1918-1990). Utilizamos nesta pesquisa depoimentos coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e de narrativa, submetidas à análise do discurso de Michel Pêcheux (1938-1983). Constatamos neste estudo que a escola, mesmo sendo constituída como do campo, impõe aos alunos práticas carregadas de ideologia urbana, que são assimiladas por eles e reconstroem as identidades no convívio em família no espaço rural.
Citação ABNT:
ZIOLI, E. G. O.; ICHIKAWA, E. Y. A Escola e as Identidades dos Alunos do Campo: Um Estudo a Partir de Bourdieu e Althusser. Cadernos EBAPE.BR, v. 17, n. 1, p. 25-36, 2019.
Citação APA:
Zioli, E. G. O., & Ichikawa, E. Y. (2019). A Escola e as Identidades dos Alunos do Campo: Um Estudo a Partir de Bourdieu e Althusser. Cadernos EBAPE.BR, 17(1), 25-36.
DOI:
http://dx.doi.org/10.1590/1679-395171997
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/52634/a-escola-e-as-identidades-dos-alunos-do-campo--um-estudo-a-partir-de-bourdieu-e-althusser/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
RAMPAZO, A. V.; ICHIKAWA, E. Y. Identidades naufragadas: o impacto das organizações na (re)construção do universo simbólico dos ribeirinhos de Salto Santiago. Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. 11, n. 1, p. 104-127, 2013.

WARCZOK, T.; ZARYCKI, T. Bourdieu recontextualized: redefinitions of Western critical thought in the periphery. Current Sociology, v. 62, n. 3, p. 334-351, 2014.

ADAMS, M. Hybridizing habitus and reflexivity: towards an understanding of contemporary identity? Sociology, v. 40, n. 3, p. 511-528, 2006.

ALTHUSSER, L. Aparelhos ideológicos de Estado: nota sobre os aparelhos ideológicos de Estado. Rio de Janeiro: Graal, 1985.

BAGLEY, C.; HILLYARD, S. Village schools in England: at the heart of their community? Australian Journal of Education, v. 55, n. 1, p. 37-49, 2011.

BAXTER, A.; BRITTON, C. Risk, identity and change: becoming a mature student. International Studies in Sociology of Education, v. 11, n. 1, p. 87-104, 2001.

BOTTERO, W. Intersubjectivity and Bourdieusian approaches to ‘identity’. Cultural Sociology, v. 4, n. 1, p. 3-22, 2010.

BOURDIEU, P. A distinção: crítica social do julgamento. São Paulo/Porto Alegre: Edusp/Zouk, 2007.

BOURDIEU, P. Coisas ditas. São Paulo: Brasiliense, 2004.

BOURDIEU, P. Economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2013.

BOURDIEU, P. Lições de aula. Aula inaugural proferida no Collège de France em 23 de abril de 1982. São Paulo: Ática, 2001.

BOURDIEU, P. O campo científico. In: ORTIZ, R. Pierre Bourdieu. São Paulo: Ática, 1983. p. 122-155

BOURDIEU, P. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

BOURDIEU, P. O senso prático. Petrópolis: Vozes, 2013.

BOURDIEU, P. Questões de sociologia. Lisboa: Fim de Século, 2003.

BOURDIEU, P. Razões práticas: sobre a teoria da ação. Campinas, SP: Papirus, 2011.

BOURDIEU, P.; PASSERON, J. C. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1992.

BRASIL. Decreto nº 7.352, de 4 de novembro 2010. Dispõe sobre a política de educação do campo e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária – PRONERA. Diário Oficial da União, 5 nov. 2010. . Acesso em: 20 maio 2010.

BURAWOY, M. The roots of domination: beyond Bourdieu and Gramsci. Sociology, v. 46, n. 2, p. 187-206, 2012.

BURKE, C. ‘Graduate blues’: considering the effects of inverted symnbolic violence on underemployed middle class graduates. Sociology, v. 1, n. 1, p. 1-17, 2015.

DALLYN, S. Naming the ideological reflexively: contesting organizational norms and practices. Organization, v. 21, n. 2, p. 244-265, 2014.

DECOTEAU, C. L. The reflexive habitus: critical realist and Bourdieusian social action. European Journal of Social Theory, v. 19, n. 3, p. 303321, 2016.

EDGERTON, J. D.; ROBERTS, L. W. Cultural capital or habitus?Bourdieu and beyond in the explanation of enduring educational inequality. Theory and Research in Education, v. 12, n. 2, p. 193220, 2014.

FLICK, U. Uma introdução à pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Bookman, 2004.

GAGNON, D. J.; MATTINGLY, M. J. Advanced placement and rural schools: access, success, and exploring alternatives. Journal of Advanced Academics, v. 27, n. 4, p. 266-284, 2016.

KOO, A.; MING, H.; TSANG, B. The doubly disadvantaged: how return migrant students fail to access and deploy capitals for academic success in rural schools. Sociology, v. 48, n. 4, p. 795-811, 2014.

MALDIDIER, D. A inquietação do discurso: (re)ler Michel Pêcheux hoje. Campinas, SP: Pontes, 2003.

McNAY, L. Gender, habitus and the field: Pierre Bourdieu and the limits of reflexivity. Theory, Culture & Society, v. 16, n. 1, p. 95-117, 1999.

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas: UNICAMP, 1997.

ROBERTS, P.; GREEN, B. Researching rural places: on social justice and rural education. Qualitative Inquiry, v. 19, n. 10, p. 765-774, 2013.

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO (SEED). Diretrizes curriculares da educação do campo. Curitiba: Seed, 2010.

SORENSEN, B. M.; VILLADSEN, K. The naked manager: the ethical practice of an anti-establishment boss. Organization, v. 22, n. 2, p. 251-268, 2015.

STONEMAN, B. Ideological domination: deconstructing the paradox of the American Dream and the Working Class Promise. Stance, v. 7, p. 105-114, 2014.

SUSEN, S. Reflections on ideology; lessons from Pierre Bourdieu and Luc Boltanski. Thesis Eleven, v. 124, n. 1, p. 90-113, 2014.

TARLAU, R. Coproducing rural public schools in Brazil: contestation, clientelism, and the Landless Workers’ Movement. Politics & Society, v. 41, n. 3, p. 395-424, 2013.

WILDY, H.; SIGURÐARDÓTTIR, S. M.; FAULKNER, R. Leading the small rural school in Iceland and Australia: building leadership capacity. Educational Management Administration & Leadership, v. 42, n. 4S, p. 104-118, 2014.