Finanças Comportamentais: uma introdução Outros Idiomas

ID:
5265
Periódico:
Resumo:
Dentre as principais questões que vêm sendo debatidas em Finanças está a validade das premissas assumidas por suas teorias mais tradicionais, em particular a da racionalidade dos agentes econômicos. Nesse contexto, surgiram diversos trabalhos com o objetivo de aprimorar os modelos teóricos dominantes, incorporando aspectos comportamentais antes desconsiderados. Essas linhas de pesquisa deram origem a um novo e promissor campo de estudo denominado Finanças Comportamentais. O notável crescimento dessa abordagem não ortodoxa tem sido motivado, em especial, pela tentativa de explicação satisfatória de uma gama de fenômenos regularmente observados nos mercados financeiros e incompatíveis com as predições dos modelos tradicionais. Este ensaio apresenta uma introdução sucinta aos conceitos fundamentais da área de Finanças Comportamentais e comenta duas aplicações pioneiras que incorporam dois dos vieses cognitivos mais bem documentados - otimismo e confiança excessiva.
Citação ABNT:
YOSHINAGA, C. E.; OLIVEIRA, R. F.; SILVEIRA, A. M.; BARROS, L. A. B. C. Finanças Comportamentais: uma introdução. Revista de Gestão, v. 15, n. 3, art. 3, p. 25-35, 2008.
Citação APA:
Yoshinaga, C. E., Oliveira, R. F., Silveira, A. M., & Barros, L. A. B. C. (2008). Finanças Comportamentais: uma introdução. Revista de Gestão, 15(3), 25-35.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/5265/financas-comportamentais--uma-introducao/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português