Fatores Determinantes da Intangibilidade em Companhias Abertas Familiares Outros Idiomas

ID:
52679
Resumo:
O objetivo do estudo consistiu em analisar os fatores determinantes da intangibilidade em companhias abertas familiares listadas na B3. Para tal, realizou-se pesquisa descritiva, conduzida por meio de análise documental e abordagem quantitativa dos dados, que se referem ao período de 2010 a 2015, de uma amostra composta por 154 companhias familiares. Os resultados demonstraram que as empresas do setor de telecomunicações foram as que apresentaram o maior índice médio de intangíveis no ano de 2010 a 2013, enquanto as empresas do setor de bens industriais se destacaram nos anos de 2014 e 2015. Observou-se ainda que dentre os fatores governança, competitividade, tamanho e crescimento, descritos na literatura como influenciadores do nível de intangibilidade das empresas, somente a governança e o tamanho influenciaram positivamente, enquanto a competitividade e o crescimento não. Ao final, concluiu-se que quanto melhor forem as práticas de governança e maior o tamanho das empresas, consequentemente, maior será o nível de intangibilidade.
Citação ABNT:
ALBUQUERQUE FILHO, A. R.; MACÊDO, F. F. R. R.; MOURA, G. D.; FANK, D. R. B.; HEBERLE, E. L. Fatores Determinantes da Intangibilidade em Companhias Abertas Familiares . Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 23, n. 2, p. 37-52, 2018.
Citação APA:
Albuquerque Filho, A. R., Macêdo, F. F. R. R., Moura, G. D., Fank, D. R. B., & Heberle, E. L. (2018). Fatores Determinantes da Intangibilidade em Companhias Abertas Familiares . Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, 23(2), 37-52.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/52679/fatores-determinantes-da-intangibilidade-em-companhias-abertas-familiares-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português