Relação entre o Conservadorismo Contábil e a Relevância das Informações Outros Idiomas

ID:
52775
Resumo:
O objetivo do estudo consistiu em analisar a relação entre o conservadorismo contábil e a relevância das informações contábeis de empresas brasileiras. A amostra da pesquisa correspondeu a 203 empresas, as quais detinham informações anuais válidas no período de 2008 a 2017 (2.030 observações). Foram estimadas regressões por mínimos quadrados ordinários - OLS a fim de detectar os coeficientes de conservadorismo condicional de cada empresa, para, posteriormente, fazer-se a análise da sua influência na relevância da informação contábil. Os resultados demonstraram que empresas que reconheceram suas informações de forma conservadora tiveram diminuição da valorização no mercado, o que indica a falta de relevância do conservadorismo contábil para os investidores. Adicionalmente, foi observado que o padrão IFRS se mostrou associado com o aumento da relevância da informação, resultando em maior qualidade da informação contábil e contribuindo para a simetria da informação entre gestores e agentes econômicos.
Citação ABNT:
SILVA, A.; HEINZEN, C.; KLANN, R. C.; LEMES, S. Relação entre o Conservadorismo Contábil e a Relevância das Informações. Advances in Scientific and Applied Accounting, v. 11, n. 3, p. 502-516, 2018.
Citação APA:
Silva, A., Heinzen, C., Klann, R. C., & Lemes, S. (2018). Relação entre o Conservadorismo Contábil e a Relevância das Informações. Advances in Scientific and Applied Accounting, 11(3), 502-516.
DOI:
http://dx.doi.org/10.14392/asaa.2018110308
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/52775/relacao-entre-o-conservadorismo-contabil-e-a-relevancia-das-informacoes/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português