Relação entre o Conservadorismo Contábil e a Relevância das Informações Outros Idiomas

ID:
52775
Resumo:
O objetivo do estudo consistiu em analisar a relação entre o conservadorismo contábil e a relevância das informações contábeis de empresas brasileiras. A amostra da pesquisa correspondeu a 203 empresas, as quais detinham informações anuais válidas no período de 2008 a 2017 (2.030 observações). Foram estimadas regressões por mínimos quadrados ordinários - OLS a fim de detectar os coeficientes de conservadorismo condicional de cada empresa, para, posteriormente, fazer-se a análise da sua influência na relevância da informação contábil. Os resultados demonstraram que empresas que reconheceram suas informações de forma conservadora tiveram diminuição da valorização no mercado, o que indica a falta de relevância do conservadorismo contábil para os investidores. Adicionalmente, foi observado que o padrão IFRS se mostrou associado com o aumento da relevância da informação, resultando em maior qualidade da informação contábil e contribuindo para a simetria da informação entre gestores e agentes econômicos.
Citação ABNT:
SILVA, A.; HEINZEN, C.; KLANN, R. C.; LEMES, S. Relação entre o Conservadorismo Contábil e a Relevância das Informações. Advances in Scientific and Applied Accounting, v. 11, n. 3, p. 502-516, 2018.
Citação APA:
Silva, A., Heinzen, C., Klann, R. C., & Lemes, S. (2018). Relação entre o Conservadorismo Contábil e a Relevância das Informações. Advances in Scientific and Applied Accounting, 11(3), 502-516.
DOI:
http://dx.doi.org/10.14392/asaa.2018110308
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/52775/relacao-entre-o-conservadorismo-contabil-e-a-relevancia-das-informacoes/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Alves, J. S. & Martinez, A. L. (2014). Efeitos da adoção das IFRS no conservadorismo contábil das Sociedades de Grande Porte. Advances in Scientific and Applied Accounting, 7(2), 224-243. DOI: http://dx.doi. org/10.14392/asaa.2014070203

Ball, R. & Brown, P. (1968). An empirical evaluation of accounting income numbers. Journal of accounting research, 159-178. DOI: 10.2307/2490232

Ball, R. & Shivakumar, L. (2005). Earnings quality in UK private firms: comparative loss recognition timeliness. Journal of accounting and economics, 39(1), 83-128. doi: https://doi.org/10.1016/j.jacceco.2004.04.001

Basu, S. (1997). The conservatism principle and the asymmetric timeliness of earnings. Journal of Accounting and Economics, 24, 3-37. doi: https://doi.org/10.1016/S0165-4101(97)00014-1

Beaver, W. H. (1968). The information content of annual earnings announcements. Journal of accounting research, 67-92. DOI: 10.2307/2490070

Brown Jr, W. D., He, H.; Teitel, K. (2006). Conditional conservatism and the value relevance of accounting earnings: An international study. European Accounting Review, 15(4), 605-626. doi: https://doi. org/10.1080/09638180601102198

Brunozi Jr, A. C., Haberkamp, A. M., Alves, T. W.; Kronbauer, C. A. (2015). Efeitos das IFRS no conservadorismo contábil: um estudo em companhias abertas dos países membros do GLENIF. Revista Ambiente Contábil, 7(2), 76-100.

Cormier, D.; Magnan, M. L. (2016). The advent of IFRS in Canada: incidence on value relevance. Journal of International Accounting Research, 15(3), 113-130. doi: https://doi.org/10.2308/jiar-51404

CPC 00 – Pronunciamento Técnico Contábil 00. Características qualitativas da informação contábil-financeira útil. Disponível em: http://static.cpc.mediagroup.com.br/Documentos/147_CPC00_R1.pdf. Acesso em 13 de março de 2015.

Dechow, P. M., Kothari, S. P.; Watts, R. L. (1998). The relation between earnings and cash flows. Journal of accounting and Economics, 25(2), 133-168. doi: https://doi.org/10.1016/S0165-4101(98)00020-2

Filipin, R.; Teixeira, S. A.; Bezerra, F. A.; Cunha, P. R. (2012). Análise do nível de conservadorismo condicional das empresas brasileiras listadas na BM&FBOVESPA após a adoção dos IFRS. Revista Contabilidade e Controladoria, 4(2). DOI: http://dx.doi.org/10.5380/rcc.v4i2.28041

Hui, K. W., Matsunaga, S.; Morse, D. (2009). The impact of conservatism on management earnings forecasts. Journal of Accounting and Economics, 47(3), 192-207. doi: https://doi.org/10.1016/j.jacceco.2009.01.001

Khan, M.; Watts, R. L. (2009). Estimation and empirical properties of a firm-year measure of accounting conservatism. Journal of accounting and Economics, 48(2), 132-150. doi: https://doi.org/10.1016/j.jacceco.2009.08.002

Lafond, R.; Watts, R. L. (2008). The information role of conservatism. The Accounting Review, 83(2), 447-478. doi: https://doi.org/10.2308/accr.2008.83.2.447

Lara, J. M. G., Osma, B. G.; Penalva, F. (2014). Information consequences of accounting conservatism. European Accounting Review, 23(2), 173-198. doi: https://doi.org/10.1080/09638180.2014.882263

Lopes, A. B. (2001). Uma contribuição ao estudo da relevância da informação contábil para o mercado de capitais: o modelo de Ohlson aplicado à BOVESPA. 2001. Tese(Doutorado em Controladoria e Contabilidade) – Departamento de Contabilidade e Atuária, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Narayanan, S.; Burkart, M. (2005). The Role of Accounting Conservatism in a well-functioning Corporate Governance System. Stockholm School of Economics: Term paper, Course 4120, Economics of Corporate Governance.

Paulo, E. (2007). Manipulação das informações contábeis: uma análise teórica e empírica sobre os modelos operacionais de detecção de gerenciamento de resultados. Tese(Doutorado em Contabilidade), Departamento de Contabilidade e Atuária da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Ramos, D. A. (2013). Conservadorismo e relevância da informação contábil: verificação empírica no mercado de capitais brasileiro. Dissertação(Mestre em Ciências Contábeis) - Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós- Graduação em Ciências Contábeis da Universidade de Brasília, da Universidade Federal da Paraíba e da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Brasil.

Roychowdhury, S.; Watts, R. L. (2007). Asymmetric timeliness of earnings, market-to-book and conservatism in financial reporting. Journal of Accounting and Economics, 44(1), 2-31. doi: https://doi.org/10.1016/j. jacceco.2006.12.003

Santos, M. A. C.; Cavalcante, P. R. N. (2014). O Efeito da Adoção dos IFRS sobre a Relevância Informacional do Lucro Contábil no Brasil. Revista Contabilidade & Finanças, 25(66), 228-241. DOI: doi: https://doi. org/10.1590/1808-057x201410690

Silva, A. F.; Macedo, M. A. S.; Marques, J. A. V. C. (2012). Análise da Relevância da Informação Contábil no Setor Brasileiro de Energia Elétrica no período de 2005 a 2007: uma discussão com foco nas variáveis LL, FCO e EBITDA. Revista Universo Contábil, 8(2), 06-24. doi: 10.4270/RUC.2012210

Watts, R. L. (2003). Conservatism in accounting part I: Explanations and implications. Accounting horizons, 17(3), 207-221. doi: https://doi.org/10.2308/acch.2003.17.3.207