Por Quê e Como nos Tornamos Avaliadores de Artigos Científicos?

ID:
53051
Citação ABNT:
RIGO, A. S.; VENTURA, A. C. Por Quê e Como nos Tornamos Avaliadores de Artigos Científicos?. Organizações & Sociedade, v. 26, n. 89, p. 194-199, 2019.
Citação APA:
Rigo, A. S., & Ventura, A. C. (2019). Por Quê e Como nos Tornamos Avaliadores de Artigos Científicos?. Organizações & Sociedade, 26(89), 194-199.
DOI:
10.1590/1984-9260890
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/53051/por-que-e-como-nos-tornamos-avaliadores-de-artigos-cientificos-/i/pt-br
Tipo de documento:
Editorial
Idioma:
Português
Referências:
SPINAK, E. De pareceristas estrela a pareceristas fantasmas – Parte I [online]. SciELO em Perspectiva, 2019a. Acesso em 28 fev. 2019. .

BEDEIAN, A.G. Peer Review and the Social Construction of Knowledge in the Management Discipline. Academy of Management Learning and Education, v. 3, n. 2, 2004, p. 198-216.

BRUTUS, S.; DONIA, M. B. L.; RONEN, S. Can Business Students Learn to Evaluate Better?Evidence From Repeated Exposure to a Peer-Evaluation System. Academy of Management Learning & Education, v. 12, n. 1, 2013, p. 18-31.

CABRAL, S. Autores, pareceristas e editores: tripé do processo de revisão de artigos científicos. RAE – Revista de Administração de Empresas, v. 58, n. 4, 2018, p. 433-437.

MONTENEGRO, M.R.; FERREIRA ALVES, V.A. Critérios de Autoria e Co-autoria em Trabalhos Científicos. Acta Botânica Brasílica, v. 11, n. 2, 1997, p. 273-276.

NORTHCRAFT, G.B. From the editors. Academy of Management Journal, v. 44, n. 6, 2001, p. 1079-1080.

REESE, H.W. The learning-by-doing principle. Behavioral Development Bulletin, v. 17, n. 1, 2011, p. 1-19.

SPINAK, E. De pareceristas estrela a pareceristas fantasmas – Parte II [online]. SciELO em Perspectiva, 2019. Acesso em 28 fev. 2019. .