Os (Des)Avanços nos Níveis de Indicadores de Competitividade de Destinos Turísticos Indutores Brasileiros: O Caso de São Raimundo Nonato Outros Idiomas

ID:
53622
Resumo:
O turismo vem crescendo bastante em todo o mundo e sendo enquadrado na perspectiva econômica. Nesse contexto, o desempenho de seus destinos passou a ser avaliado com o mesmo parâmetro de outras atividades do mercado: a competitividade. No Brasil, para atender à meta do Plano Nacional de Turismo de estruturar 65 destinos turísticos, de modo a deixá-los em condições de competir internacionalmente, foi realizado um diagnóstico de seus níveis de competitividade. Para tanto, foi feita uma pesquisa documental, com abordagem qualitativa, visando a análise comparativa dos resultados do “Estudo dos 65 destinos” e a construção da agenda do Ministério do Turismo (MTur). A competitividade dos 65 destinos turísticos foi mensurada por meio de um indicador de competitividade composto de 13 pilares. No presente estudo, foi analisado o caso do Município de São Raimundo Nonato, que contribuiu para demonstrar possíveis falhas entre os resultados do Estudo e as ações do MTur.
Citação ABNT:
ZOUAIN, D. M.; PEREIRA JÚNIOR, A. N.; SOUZA, L. A. V.; DUARTE, A. L. F. Os (Des)Avanços nos Níveis de Indicadores de Competitividade de Destinos Turísticos Indutores Brasileiros: O Caso de São Raimundo Nonato . Gestão & Regionalidade, v. 35, n. 104, p. 124-143, 2019.
Citação APA:
Zouain, D. M., Pereira Júnior, A. N., Souza, L. A. V., & Duarte, A. L. F. (2019). Os (Des)Avanços nos Níveis de Indicadores de Competitividade de Destinos Turísticos Indutores Brasileiros: O Caso de São Raimundo Nonato . Gestão & Regionalidade, 35(104), 124-143.
DOI:
10.13037/gr.vol35n104.4820
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/53622/os--des-avancos-nos-niveis-de-indicadores-de-competitividade-de-destinos-turisticos-indutores-brasileiros--o-caso-de-sao-raimundo-nonato-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português