Influência da Gestão Familiar na Estrutura de Capital Outros Idiomas

ID:
53877
Resumo:
O presente estudo teve por objetivo examinar a influência da estrutura de gestão familiar na estrutura de capital. Para sua operacionalização foram selecionadas empresas brasileiras listadas na B3 durante o período de 2013 a 2017, que totalizou em 266 empresas não financeira. Coletou-se os dados no formulário de referências e na base de dados Economatica. O método estatístico usado foi regressão em painel. Os achados evidenciam que empresas com estrutura de gestão familiar exercem influência sobre o endividamento de curto prazo. Quanto ao endividamento total e de longo prazo não se observou associação significativa com a estrutura de gestão familiar.
Citação ABNT:
MONTEIRO, J. J.; GASPARETTO, V.; LUNKES, R. J. Influência da Gestão Familiar na Estrutura de Capital . Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 13, n. 2, p. 1-17, 2019.
Citação APA:
Monteiro, J. J., Gasparetto, V., & Lunkes, R. J. (2019). Influência da Gestão Familiar na Estrutura de Capital . Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 13(2), 1-17.
DOI:
https://doi.org/10.12712/rpca.v13i2.28146
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/53877/influencia-da-gestao-familiar-na-estrutura-de-capital-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português