Análise de Dez Anos da Produção Acadêmica Divulgada nos Estudos Científicos Publicados no Congresso Anpcont Outros Idiomas

ID:
54368
Resumo:
O objetivo deste estudo foi analisar o perfil, as características e o comportamento da produção científica divulgada nos estudos publicados no Congresso Anpcont no período de 2007 a 2016. Metodologicamente, foram utilizadas as técnicas de análise bibliométrica e de rede social em 847 artigos publicados. Os principais resultados foram: Beuren, Frezatti, Teixeira, Espejo, Macedo, Rodrigues, Miranda, Cornachione Junior, Almeida e Sarlo Neto são os autores que se destacaram e que ficaram evidentes na proficuidade das publicações e nas centralidades de grau e de intermediação. No que se refere às instituições, versam-se: USP, UFMG, UFPB e a FURB, que ficaram em realce tanto na produção de artigos como também na degree e na betweeness. Em relação aos temas, ficaram em evidência: governança corporativa, gestão de custos, disclosure, contabilidade gerencial, investimento, processo orçamentário, gerenciamento de resultados, informação contábil, contabilidade internacional e gestão pública. Conclui-se, de maneira geral, o perfil, as características e o comportamento da produção científica evidenciada nos trabalhos publicados no Congresso Anpcont de 2007 a 2016, ao contemplar, no bojo deste estudo, dados e informações que ajudam a melhor atingir e abranger o avanço da área do conhecimento Contabilidade por meio de indicadores bibliométricos e sociométricos que vislumbram as colaborações entre os atores, que são primordiais para a difusão e socialização do saber científico mediante a publicação de temas incipientes, emergentes, em maturação e ou legitimados na literatura científica nacional. Tal fato contribui para melhor entender e conhecer o campo científico da Contabilidade, influenciando em sua compreensão, e impactando, posteriormente, em seu avanço na área do saber das Ciências Sociais Aplicadas, criando valor acadêmico na literatura científica e ajudando em sua evidenciação e crescimento, mediante os temas que fazem com que as Ciências Contábeis evoluam e se aperfeiçoem no panorama empresarial no Brasil.
Citação ABNT:
RIBEIRO, H. C. M.; RIBEIRO, G. K. M. Análise de Dez Anos da Produção Acadêmica Divulgada nos Estudos Científicos Publicados no Congresso Anpcont . Revista Ciências Administrativas, v. 25, n. 1, p. 1-18, 2019.
Citação APA:
Ribeiro, H. C. M., & Ribeiro, G. K. M. (2019). Análise de Dez Anos da Produção Acadêmica Divulgada nos Estudos Científicos Publicados no Congresso Anpcont . Revista Ciências Administrativas, 25(1), 1-18.
DOI:
10.5020/2318-0722.2019.7945
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/54368/analise-de-dez-anos-da-producao-academica-divulgada-nos-estudos-cientificos-publicados-no-congresso-anpcont--/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
A.Anpcont - Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Ciências Contábeis. Temas. .

Aguiar, A. B.; Souza, S M de. Processo orçamentário e criação de reservas em uma instituição hospitalar. Revista Contemporânea de Contabilidade, 1(13), 107-126.

Aquino, W.; Santana, A. C. (1992). Evidenciação. Caderno de Estudos, (5), 1-40.

Baptista, E. M. B. (2009). Ganhos em transparência versus novos instrumentos de manipulação: o paradoxo das modificações trazidas pela lei nº 11.638. RAE, 49(2), 234-239.

Beuren, I. M.; Erfurth, A. E. (2010). Pesquisa em contabilidade gerencial com base no futuro realizada no Brasil. Contabilidade, Gestão e Governança, 13(1), 44-58.

Beuren, I. M.; Machado, D. G.; Vesco, D. G. D. (2015). Análise sociométrica e bibliométrica de pesquisas publicadas no Management Accounting Research. CGG, 18(1), 83-105.

Beuren, I. M.; Souza, J. C. (2008). Em busca de um delineamento de proposta para classificação dos periódicos internacionais de contabilidade para o qualis Capes. Revista Contabilidade & Finanças, 19(46), 44-58.

Bitti, E. J. S.; Aquino, A C B de; Cardoso, R. L. (2011). Adoção de sistemas de custos no setor público: reflexões sobre a literatura nacional veiculada em periódicos acadêmicos. Revista Universo Contábil, 7(3), 06-24.

Bordin, A. S.; Gonçalves, A. L.; Todesco, J. L. (2014). Análise da colaboração científica departamental através de redes de coautoria. Perspectivas em Ciência da Informação, 19(2).

Borges, T. N.; Faria, A. C.; Gil, A. L. (2007). Ensaio teórico sobre os fatores críticos de sucesso e pontos de falha do processo de gestão dos mestrandos em contabilidade: a ótica da metodologia DEQ. Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, 1(3), 63-82.

Bufrem, L.; Prates, Y. (2005). O saber científico registrado e as práticas de mensuração da informação. Ciência da Informação, 34(2), 9-25.

Camargo, R. V. W. (2013). Produção científica em auditoria: uma análise dos estudos acadêmicos desenvolvidos no Brasil. Contabilidade Vista & Revista, 24(1), 84-111.

Cardoso, R. L.; (2005). Pesquisa científica em contabilidade entre 1990 e 2003. Revista de Administração de Empresas, 45(2), 34-45.

Castro Junior, F. H. F.; Conceição, P M de.; Santos, D. A. (2011). A relação entre o nível voluntário de transparência e o custo de capital próprio das empresas brasileiras não financeiras. Revista Eletrônica de Administração, 17(3), 617-635.

Coelho, C. M. P.; Niyama, J. K.; Rodrigues, J. M. (2011). Análise da qualidade da informação contábil frente a implementação dos IFRS: uma pesquisa baseada nos periódicos internacionais (1999 a 2010). Sociedade, Contabilidade e Gestão, 6(2), 7-20.

Cosenza, J. P. (2016). Análise das características e similaridades presentes na produção científica dos congressos Anpcont 2007-2014. RCC, 13(28), 19-56.

Cruz, A. P. C. da. (2011). Perfil das redes de cooperação científica: congresso USP de controladoria e contabilidade - 2001 a 2009. Revista Contabilidade & Finanças, 22(55), 64-87.

Cunha, P. R.; Correa, D. C.; Beuren, I. M. (2010). Assuntos de auditoria publicados nos periódicos nacionais e internacionais de contabilidade listados no qualis Capes. Revista de Informação Contábil, 4(1), 57-75.

Dantas, J. A.; (2011). Padrões de comunicação científica em contabilidade: um comparativo entre a Revista Contabilidade e Finanças e a The Accounting Review. Revista Contemporânea de Contabilidade, 8(16), 11-36.

De Luca, M. M. M.; (2011). Participação feminina na produção científica em contabilidade publicada nos anais dos eventos Enanpad, Congresso USP de Controladoria e Contabilidade e Congresso Anpcont. Revista de Contabilidade e Organizações, 5(11), 145-164.

Erfurth, A, E.; Bezerra, F. A. (2013). Gerenciamento de resultados nos diferentes níveis de governança corporativa. Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, 10(1), 32-42.

Espejo, M. M. S. B.; 2013). O mercado acadêmico contábil brasileiro: uma análise do cenário a partir das práticas de publicação e avaliação por pares. RUC, 9(4), 06-28.

Fadul, É. (2014). Administração pública no Brasil: reflexões sobre o campo de saber a partir da Divisão Acadêmica da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração (2009-2013). Revista de Administração Pública, 48(5), 1329-1354.

Ferreira, M. P.; Falaster, C. (2016). Uma análise comparativa dos fatores de rejeição nos periódicos de diferentes estratos de administração. RAC, 20(4), 412-433.

Freire, G. H. (2006). Ciência da informação: temática, histórias e fundamentos. Perspectivas em Ciência da Informação, 11(1), 6-19.

Judice, V. M. M.; Baêta, A. M. C. (2005). Modelo empresarial, gestão de inovação e investimentos de venture capital em empresas de biotecnologia no Brasil. Revista de Administração Contemporânea, 9(1), 171-191.

Leal, R. F. C.; Almeida, V. S.; Bortolon, P. M. (2013). Produção científica brasileira em finanças no período 2000-2010. Revista de Administração de Empresas, 53(1), 046-055.

Leite Filho, G. A. (2008). Padrőes de produtividade de autores em periódicos e congressos na área de contabilidade no Brasil: um estudo bibliométrico. RAC, 12((2), 533-554.

Lopes, A. B. (2004). A teoria dos contratos, governança corporativa e contabilidade. Local: Atlas.

Malacrida, M. J. C.; Yamamoto, M. M. (2006). Governança corporativa: nível de evidenciação das informações e sua relação com a volatilidade das ações do Ibovespa. Revista Contabilidade e Finanças, 17, 65-79.

Mello, C. D.; Crubellate, J. M.; Rossoni, L. (2010). Dinâmica de relacionamento e prováveis respostas estratégicas de programas brasileiros de pós-graduação em administração à avaliação da capes: proposições institucionais a partir da análise de redes de coautorias. Revista de Administração Contemporânea, 14(3), 434-457.

Mendes-da-Silva, W.; Onusic, L. M.; Giglio, E. M. (2013). Rede de pesquisadores de finanças no Brasil: um mundo pequeno feito por poucos. RAC, 17(6), 739-763.

Mendonça Neto, O. R.;Riccio, E. L.; Sakata, M. C. G. (2009). Dez anos de pesquisa contábil no Brasil: análise dos trabalhos apresentados nos ENANPAD de 1996 a 2005. Revista de Administração de Empresas, 49(1), 62-73.

Nascimento, A. R.; Junqueira, E.; Martins, G de A. Pesquisa acadêmica em contabilidade gerencial no Brasil: análise e reflexões sobre teorias, metodologias e paradigmas. Revista de Administração Contemporânea, 14(6), 1113-1133.

Nascimento, S.; Beuren, I. M. (2011). Redes sociais na produção científica dos programas de pósgraduação de ciências contábeis do Brasil. RAC, 15(1), 47-66.

Oliveira, M. C. (2002). Análise dos periódicos brasileiros de contabilidade. Revista Contabilidade & Finanças, 13(29), 68-86.

Parreiras, F. S. (2006). RedeCI: colaboração e produção científica em ciência da informação no Brasil. Perspectivas em Ciência da Informação, 11(3), 302-317.

Paula, M. M. de. (2012). Diálogo científico nos Congressos Anpcont: diversidade inovadora ou isomorfismo institucionalizado? Contabilidade, Gestão e Governança, 15, 35-51.

Pedroni, F. V.; 2016). Pesquisa contábil, um estudo bibliométrico: identificação das publicações relevantes e análise da estrutura intelectual. RCC, 13(53), 53-91.

Ribeiro, H. C. M. (2013). Características da produção veiculada na Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade no período de 2007 a 2012. REPeC, 7(4), 424-443.

Ribeiro, H. C. M. (2015). Particularidades da produção acadêmica publicada na Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos no período de 2004 a 2014. Contabilidade Vista & Revista, 26(3), 80-105.

Ribeiro, H. C. M.; Costa, B. K.; Ferreira, M. A. S. P. V. (2014). Produção acadêmica dos temas estratégia e governança corporativa. Revista de Administração FACES, 13(3), 27-46.

Ribeiro, H. C. M.; Santos, M. C. Perfil e evolução da produção científica do tema governança corporativa nos periódicos Qualis/Capes nacionais: uma análise bibliométrica e de redes sociais. Contabilidade, Gestão e Governança, 18(3), 04-27.

Ribeiro, H. C. M.; Tavares, V. C. M. (2017). Comportamento e particularidades da produção acadêmica do tema “contabilidade gerencial” divulgada na base de dados do ISI WEB of Science Core Collection de 1985 a 2014. REPeC, 11(1), 5-29.

Ribeiro. H. C. M. (2014). Quinze anos de produção acadêmica do tema contabilidade internacional: uma análise bibliométrica em periódicos brasileiros. REPeC, 8(3), 326-343.

Rosa, A. F.; (2010). Earnings management no Brasil: uma análise sob a perspectiva sociométrica e bibliométrica. Contabilidade Vista & Revista, 21(4), 189-218.

Rossoni, L.; Hocayen-da-Silva, A. J.; Ferreira Júnior, I. (2008). Aspectos estruturais da cooperação entre pesquisadores no campo de administração pública e gestão social: análise das redes entre instituições no Brasil. Revista de Administração Pública, 42(6), 1041-1067.

Schweitzer, F. (2010). Produção científica em área de construção interdisciplinar: educação a distância no Brasil. (Dissertação de mestrado). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis,

Silva, H. A. S.; (2012). Programas de pós-graduação em contabilidade: análise da produção científica e redes de colaboração. Revista de Contabilidade e Organizações, 6(14).

Silva, R. C. E. O.; 2015). Análise de desempenho das ações das empresas do setor da construção civil na Bovespa em relação à rentabilidade, estrutura de capital e conjuntura setorial. Revista Catarinense da Ciência Contábil, 14(41), 09-19.

Souza, F. C.; (2008). Análise das IES da área de Ciências Contábeis e de seus pesquisadores por meio de sua produção científica. Contabilidade Vista & Revista, 19, 15-38.

Souza, F. J. V.; Silva, M. C.; Oliveira Araújo, A. (2013). Uma análise da produção científica da área de contabilidade governamental nos periódicos que utilizam o SEER e o SciELO. Revista de Contabilidade da UFBA, 7(2), 22-37.

Souza, M. T. S.; (2013). Estudo bibliométrico de teses e dissertações em administração na dimensão ambiental da sustentabilidade. Revista Eletrônica de Administração, 76, 541-568.

Souza, M. T. S.; Ribeiro, H. C. M. (2013). Sustentabilidade ambiental: uma meta-análise da produção brasileira em periódicos de administração. RAC, 17(3), 368-396.

Tesche, A. F.; Souza, Â. R. (2016). Contabilidade de custos: uma análise bibliométrica dos estudos realizados nos congressos Enanpad e Anpcont de 2009 a 2014. ConTexto, 16(33).

Theóphilo, C. R.; Iudícibus, S. (2005). Uma análise crítico-epistemológica da produção científica em contabilidade no Brasil. Contabilidade, Gestão e Governança, 8(2), 147-175.