Percepção de Justiça Organizacional e Intenção de Turnover em Empresas de Auditoria Outros Idiomas

ID:
54390
Resumo:
O estudo objetiva verificar a relação da percepção de justiça organizacional com satisfação no trabalho, comprometimento organizacional e intenção de turnover de auditores de empresas de auditoria. Uma pesquisa de levantamento foi realizada com os 2.561 auditores cadastrados no Instituto dos Auditores Independentes do Brasil, utilizando-se do questionário traduzido da pesquisa de Parker e Kohlmeyer (2005), e a amostra por acessibilidade compreendeu os 106 respondentes do instrumento de pesquisa. Na análise dos dados aplicou-se a modelagem de equações estruturais. Os resultados da pesquisa mostram que a percepção de discriminação (justiça organizacional) apresenta relação negativa e significativa com a variável satisfação no trabalho e comprometimento organizacional. Por outro lado, apresenta relação positiva e significativa com a intenção de turnover. Assim, conclui-se que os resultados indicam que a percepção de justiça organizacional dos auditores independentes pesquisados influencia significativamente sua satisfação no trabalho, comprometimento organizacional e intenção de saída da empresa de auditoria.
Citação ABNT:
BEUREN, I. M.; RIBEIRO, F.; SILVA, O. L. Percepção de Justiça Organizacional e Intenção de Turnover em Empresas de Auditoria. Revista de Ciências da Administração, v. 21, n. 53, p. 93-111, 2019.
Citação APA:
Beuren, I. M., Ribeiro, F., & Silva, O. L. (2019). Percepção de Justiça Organizacional e Intenção de Turnover em Empresas de Auditoria. Revista de Ciências da Administração, 21(53), 93-111.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/54390/percepcao-de-justica-organizacional-e-intencao-de-turnover-em-empresas-de-auditoria/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português