Megaeventos e Turismo no Rio de Janeiro: Um Olhar Sobre o Planejamento Estratégico e a Promoção da Imagem da Cidade Outros Idiomas

ID:
54605
Resumo:
A cidade do Rio de Janeiro orientou sua gestão para políticas estratégicas que promoveram renovações urbanas em seu espaço desde a década de 1990, o que a tornou palco de megaeventos, como a Copa do Mundo (2014) e os Jogos Olímpicos (2016). Perante a discussão sobre quais são as questões que emergem após a realização dos megaeventos na cidade, este artigo objetivou analisar como o Rio orientou a sua governança pública a partir dos Planos Estratégicos e quais foram as principais ações previstas nestes para o desenvolvimento do turismo e para a promoção da sua imagem a fim de posicionar-se de forma competitiva internacionalmente. As metodologias adotadas foram: pesquisas bibliográfica, documental e de campo (nas intervenções urbanas promovidas como espaços de consumo e lazer), e entrevistas com gestores públicos e moradores afetados. Aponta-se que nenhuma ação estratégica visou o desenvolvimento qualitativo do turismo participativo; somente focou no aumento do fluxo de turistas. As intervenções elitizaram os espaços públicos e atenderam a uma pequena parcela, evidenciando que tais políticas visaram a promoção da cidade e não o bem-estar social, em um processo claro de gentrificação.
Citação ABNT:
FERNANDES, A. M. V.Megaeventos e Turismo no Rio de Janeiro: Um Olhar Sobre o Planejamento Estratégico e a Promoção da Imagem da Cidade. Caderno Virtual de Turismo, v. 19, n. 1, p. 1-16, 2019.
Citação APA:
Fernandes, A. M. V.(2019). Megaeventos e Turismo no Rio de Janeiro: Um Olhar Sobre o Planejamento Estratégico e a Promoção da Imagem da Cidade. Caderno Virtual de Turismo, 19(1), 1-16.
DOI:
https://doi.org/10.18472/cvt.19n1.2019.1532
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/54605/megaeventos-e-turismo-no-rio-de-janeiro--um-olhar-sobre-o-planejamento-estrategico-e-a-promocao-da-imagem-da-cidade/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português