Análise da Qualidade de Vida no Trabalho em uma Instituição Pública de Ensino Outros Idiomas

ID:
54826
Resumo:
Este estudo teve como objetivo avaliar a qualidade de vida no trabalho (QVT) a partir das percepções gerais dos colaboradores de uma instituição pública de ensino localizada na cidade de Luís Eduardo Magalhães. Para alcançar o objetivo proposto, a metodologia empregada classifica-se quanto a natureza dos métodos de abordagem como qualitativa e quanto aos meios de investigação como estudo de caso. A técnica utilizada para coleta de dados foi a aplicação de questionário com perguntas fechadas em uma escala de resposta do tipo Likert. O instrumento de pesquisa foi construído com base no modelo teórico proposto por Walton e compreendeu oito critérios de análise. Para avaliação da confiabilidade do questionário, foi calculado a coeficiente de Alpha de Cronbach. Assim, o índice obtido quanto ao coeficiente ficou em uma escala de 0,63 a 0,98, mostrando assim que o questionário tem boa confiabilidade para aplicação no estudo. Os resultados obtidos mostraram níveis de satisfação positivos no que se refere aos oito critérios analisados no questionário, porém aspectos como condições de trabalho e constitucionalismo carecem de serem melhores aprofundados.
Citação ABNT:
CORREIO, E. N. A.; CORREIO, L. G.; BARROS, A. D. M. Análise da Qualidade de Vida no Trabalho em uma Instituição Pública de Ensino. Revista de Carreiras e Pessoas, v. 9, n. 3, p. 315-331, 2019.
Citação APA:
Correio, E. N. A., Correio, L. G., & Barros, A. D. M. (2019). Análise da Qualidade de Vida no Trabalho em uma Instituição Pública de Ensino. Revista de Carreiras e Pessoas, 9(3), 315-331.
DOI:
http://dx.doi.org/10.20503/recape. v9i3.39413
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/54826/analise-da-qualidade-de-vida-no-trabalho-em-uma-instituicao-publica-de-ensino/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AMORIM, T. G. F. N. Qualidade de vida no trabalho: preocupação também para servidores públicos? [Online]. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa – RECAM, v. 9, n. 1, p. 35-48. Campo Largo – Paraná, 2010. Disponível em: Acesso em: 12/10/2014.

ARELLANO, E. B.; LIMONGI-FRANÇA, A.C. Análise crítica dos indicadores dos programas de qualidade de vida no trabalho no Brasil. O Mundo da Saúde (CUSC. Impresso), v. 37, p. 141-151, 2013.

BARBOSA, F. L. S. et al. Visão multidimensional da satisfação do trabalho: um estudo em um hospital público piauiense. REGE: Revista de Gestão, v. 23, p. 99-110, 2016.

BERNARDO, K. M. Qualidade de Vida no Trabalho dos Servidores Administrativos de uma Instituição Federal de Ensino Superior. Dissertação (Mestrado em Gestão Organizacional) – Universidade Federal de Goiás. Catalão, 2014.

BORGES, R. S. G. Investigando as Relações entre Políticas de Recursos Humanos e os Construtos Comprometimento e Qualidade de Vida no Trabalho. 2005. 148f. Dissertação (Mestrado em Administração), Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte. 2005

Cauchick Miguel, P.A. (org). Metodologia de Pesquisa em Engenharia de Produção e Gestão e Operações. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

FERNANDES, E. Qualidade de vida no trabalho: como medir para melhorar. Salvador: Casa da Qualidade, 1996.

HORA, H. R. M. Análise da confiabilidade do questionário da metodologia softmat usando o coeficiente alpha de Cronbach. Monografia de Pós-graduação, UTFPR – Campos dos Goytacazes – RJ, 2006.

MILHOME, J. C. Qualidade de vida no trabalho e vínculos organizacionais: possíveis relações. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal da Bahia, Escola de Administração. Salvador, 2016.

PANDOLFI, G; CAREGNATTO, M. I. M. Fatores que impactam na Qualidade de Vida no Trabalho dos funcionários de uma empresa do ramo financeiro de Caxias do Sul. Revista Global Manager Acadêmica, v. 3, p. 149-168, 2014.

PEREIRA, D. C.; ROCKENBACH, C. W. Qualidade de Vida no Trabalho: Um Estudo com Servidores da Secretaria Municipal de Saúde do Município de Independência/RS. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) – Universidade Regional do Noroeste do Rio Grande do Rio Grande do Sul, Departamento de Ciências Administrativas, Contábeis, Econômicas e da Comunicação. Santa Rosa, 2014.

QUILICI, R. F. M. & XAVIER, A. A. P. Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) em uma empresa estocadora de soja na região dos Campos Gerais: um estudo comparativo sobre satisfação/motivação. In: XXVI Encontro Nacional de Engenharia de Produção – ENEGEP, Fortaleza, 2006.

RAMOS, F. L. et al. Qualidade de vida no trabalho (QVT) de professores do ensino técnico e profissionalizante: o caso de Irati-PR. Cinergis, v. 7, p. 1, 2016.

REIS JUNIOR, D. R. dos. Qualidade de Vida no Trabalho: Construção e validação do questionário QWLQ-78. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Curso de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Ponta Grossa, 2008.

ROCHA, D. T. Qualidade de Vida no Trabalho (QVT): um estudo de caso do SEBRAE Roraima. Administração de Empresas em Revista, Curitiba, v. 17, n. 18, p. 52-67, 2017.

SOUSA, J. E. et al. Análise da Qualidade de Vida no Trabalho e satisfação dos funcionários de uma empresa prestador de serviços. Revista GEINTEC, v. 4, n. 03, p. 1035-1045, 2014.

VALORIA, C. S.; CZARNESKI, F; CERQUEIRA, L. S. Análise da Qualidade de Vida no Trabalho dos alunos do ICEAC/FURG em atividades de estágio. In: IV Congresso Brasileiro de Estudos Organizacionais– CBEO, Porto Alegre, 2016.

VASCONCELOS, P. H. et al. Qualidade de Vida no Trabalho Docente: Um estudo de Caso em uma Instituição de Ensino Superior. Revista de Administração e Inovação, v. 9, p. 79-97, 2012.

WALTON, R. E. Quality of working life: what is it? Slow Management Review, Cambridge, v. 15, 1973.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2.ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.