Gestão Sustentável – Motivadores, Barreiras e Percepção de Micro e Pequenos Empresários Outros Idiomas

ID:
54973
Resumo:
A demanda por uma administração mais sustentável das organizações é crescente. No entanto, poucos estudos direcionam a tomada de decisão sobre gestão sustentável em empresas de pequeno porte. Este estudo se propôs identificar principais motivadores e barreiras para adoção da gestão sustentável segundo percepção de micro e pequenos empresários. A coleta de dados foi realizada por meio de questionário que foi respondido por 72 empresas dos estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso. Para a análise dos dados foram utilizadas as técnicas de análise fatorial e análise de conglomerados. Por meio deste estudo foi possível estabelecer um conjunto de oito fatores que influenciam na gestão sustentável de empresas de pequeno porte e traçar três perfis de empresas no quesito gestão sustentável. Verificou-se que a maioria das empresas se enquadrara numa abordagem preventiva em relação à gestão sustentável. Estudos em profundidade são recomendados para explicar os resultados.
Citação ABNT:
ROCHA, R. T.; INTROVINI, R. F.; CALDANA, A. C. F.; KRAUTER, E.; LIBONI, L. B. Gestão Sustentável – Motivadores, Barreiras e Percepção de Micro e Pequenos Empresários . Gestão & Regionalidade, v. 35, n. 106, p. 46-66, 2019.
Citação APA:
Rocha, R. T., Introvini, R. F., Caldana, A. C. F., Krauter, E., & Liboni, L. B. (2019). Gestão Sustentável – Motivadores, Barreiras e Percepção de Micro e Pequenos Empresários . Gestão & Regionalidade, 35(106), 46-66.
DOI:
10.13037/gr.vol35n106.5121
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/54973/gestao-sustentavel-----motivadores--barreiras-e-percepcao-de-micro-e-pequenos-empresarios-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BELLANTUONO, N.; PONTRANDOLFO, P.; SCOZZI, B. Capturing the Stakeholders’ View in Sustainability Reporting: A Novel Approach. Sustainability. Basel, v.8, n.4, p.1-12, 2016.

BRUNTLAND, G. H. (editor). Our Common Future: The World Comission on Environment and Development. Oxford: Oxford University Press. 398 p. 1987.

CAIN, S. A. Environmental Management and the Department of the Interior. Public Administration Review, Chicago, v. 28, n. 4, p. 320-326, 1968.

CARIDADE, A. V. S. Práticas de Gestão Estratégica e Aderência ao Método Sigma: um estudo de Caso no Setor de Celulose e Papel. São Paulo: USP, 2006.

CARRIERI, A. P. Questão ambiental, agricultura e mudanças de paradigmas: o ecodesenvolvimento, a agricultura sustentável e a biotecnologial, Cad. Adm. Rural, Lavras, v. 9, n. 1. Jan./Jun. 1997.

CAULFIELD, H. Environmental Management: Water and Related Land. Public Administration Review, Chicago, v. 28, n. 4, p. 306-311, 1968.

COLBY, M. E. Environmental management in development: the evolution of paradigms. Ecological Economics. Amsterdam, v. 3, p. 193-213, 1991.

COOPER, D. R.; SCHINDLER, P. S. Métodos de pesquisa em administração. 7. ed. Porto Alegre: Bookman, 640 p, 2003.

DEEVEY, E. S. Science and education for environmental management. Ecology, Washington, v. 51, n. 3, p. 363-364, 1970.

DINIZ, C. M.; JUNQUILHO, G. S.; CARRIERI, A de P. Sistema de gestão ambiental: construção, fatores e atores. Revista Gestão e Planejamento. Salvador. v. 1, n. 6, p71-86, jul./dez. 2002.

DONAIRE, D. Gestão Ambiental na empresa. São Paulo: Atlas, 1999.

FERREIRA, N. A. C. et al. Indicadores Estratégicos da Qualidade Sócio-Ambiental – O caso de um empresa produtora de matérias-primas para fertilizantes. In: CONGRESSO NACIONAL DE EXCELÊNCIA EM GESTÃO. 5., 2009. Anais[...]. Niterói: Universidade Federal Fluminense, 2009.

HAIR, J. F., Análise multivariada de dados. Trad. Adonai S. Sant’Anna e Anselmo C. Neto. 5 ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

HOWGRAVE-GRAHAM, A.; VAN BERKEL, R. Assessment of cleaner production uptake: method development and trial with small businesses in Western Australia. Journal of Cleaner Production. Amsterdam, v. 15, n.8, p. 787-797, 2007.

INSTITUTO BRASILEIRO DE PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO. Causas de desaparecimento das micros e pequenas empresas. 2013. Disponível em: . Acesso em: 01 set. 2016, 18:34.

JABBOUR, C. J. C.; SANTOS, F. C. A. Evolução da gestão ambiental na empresa: Uma taxonomia integrada à gestão da produção e de recursos humanos. Gestão & Produção. São Carlos, v. 13, n. 3, p. 435-448, set./dez. 2006.

MARTINS, P. S.; ESCRIVÃO FILHO, E.; NAGANO, M. S. Fatores contingenciais da gestão ambienta em pequenas e médias empresas. Revista de Administração Mackenzie. São Paulo, v. 17, n. 2, p. 156-179, mar./abr. 2016.

MEADOWS, D. L., MEADOWS, D. H., RANDERS, J.; BEHRENS, W. W. Limites do crescimento: um relatório para o Projeto do Clube de Roma sobre o dilema da humanidade. São Paulo: Perspectiva, 1972.

MELLO, E. P.; CONEJERO, M. A.; CÉSAR, A. S. Diagnóstico da gestão ambiental nas micro e pequenas empresas: um estudo multicasos na região de Campo Limpo Paulista-SP. Reuna. Belo Horizonte, v. 21, n. 1, p. 53-74, jan./mar. 2016.

PAZ, F. J.; KIPPER, L. M. Sustentabilidade nas organizações: vantagens e desafios. Gestão da Produção, Operações e Sistemas. Bauru, v. 11, n. 2, p. 85-102, abr./jun. 2016.

PEARCE, D.W.;TURNER, R. K. Economics of natural resources and the environment. Baltimore : Johns Hopkins University Press, 1990.

SEBRAE-NA; DIEESE. Anuário do Trabalho na Micro e Pequena Empresa. Brasília, 2013. Disponível em: .

SEBRAE. Participação das Micro e Pequenas Empresas na Economia Brasileira, Brasília, 2014. Disponível em:
SPENCE, L. J. Environmental management and the small firm: An international comparison. International Journal of Entrepreneurial Behavior & Research, v. 6 n.6, p.310-326, 2000.

TRATHEN, K. et al. (2002) Promoting environmental management in very small businesses through “Green Angels” in a local collaborative partnership: a case study from Brighton, England. Environmental and Waste Management. v. 4, n. 4, p. 195-208. 2002.

VAN BELLEN, H. M. Desenvolvimento Sustentável: Uma Descrição das Principais Ferramentas de Avaliação. Ambiente & Sociedade. Salvador, v. 7, n. 1, p. 67-87, jan./jun. 2004.

WILKINSON, A.; HILL, M. e GOLLAN, P. The sustainability debate. International Journal of Operations & Production Management. Bradford. v. 21, n.12, p.1492-1500, 2001.

ZUANAZZI, F. A. et al. Desenvolvimento de um modelo para avaliar a sustentabilidade nas micro e pequenas empresas. Revista Gestão e Sustentabilidade Ambiental. Florianópolis, v. 5, n. 1, p. 163-180, abr./set. 2016.