Análise da Competitividade Internacional do Agronegócio Brasileiro no Período de 2003 a 2013 Outros Idiomas

ID:
55142
Resumo:
Esta pesquisa busca analisar se o Brasil continua a apresentar vantagem comparativa e competitividade no comércio internacional do agronegócio no período de 2003 a 2013. Para isso foram analisadas as commodities negociadas na BM&F e as exportações aos Blocos Comerciais. Os dados foram calculados a partir dos diversos indicadores de comércio internacional do país, como os índices de Vantagem Comparativa Revelada (VCR), Vantagem Comparativa Revelada Simétrica (VCRS), Vantagem Relativa na Exportação (VRE) e Competitividade Revelada (CR). Também com o intuito de analisar o padrão de especialização por meio da vantagem comparativa foram calculados o Indicador de Contribuição ao Saldo Comercial (ICSC), o Índice de Concentração por Produtos das Exportações (ICP) e a Taxa de Cobertura (TC). Nos resultados, observou-se que o Brasil possui vantagem na exportação de praticamente todas as commodities analisadas, como o café, açúcar, carne de bovina e soja e que suas competitividades estão em alta no comércio internacional. Em relação à competitividade no comércio, todos os produtos, exceto o algodão e o milho, proporcionam saldos positivos na balança comercial da commodity.
Citação ABNT:
SOSSA, C. O.; DUARTE, L. B. Análise da Competitividade Internacional do Agronegócio Brasileiro no Período de 2003 a 2013 . Desenvolvimento em Questão, v. 17, n. 49, p. 59-78, 2019.
Citação APA:
Sossa, C. O., & Duarte, L. B. (2019). Análise da Competitividade Internacional do Agronegócio Brasileiro no Período de 2003 a 2013 . Desenvolvimento em Questão, 17(49), 59-78.
DOI:
http://dx.doi.org/10.21527/2237-6453.2019.49.59-78
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/55142/analise-da-competitividade-internacional-do-agronegocio-brasileiro-no-periodo-de-2003-a-2013-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BALASSA, B. Trade Liberalization and Revealed Comparative Advantage. Manchester School of Economic and Social Studies, 33, p. 99-123, 1965.

BARBOSA, Alexandre, E.; WAQUIL, Paulo, D. O rumo das exportações agrícolas brasileiras frente as negociações para a formação da Área de Livre Comércio das Américas (Alca). Indicadores Econômicos FEE, Porto Alegre, vol. 29, n. 3, p. 70-85, nov. 2001.

BONJOUR, Sandra C. M.; FIGUEIREDO, Adriano M. R.; CAMPOS, Antônio C. Mudanças na preferência internacional da carne bovina e alterações nos preços e comércio exterior. CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL – DINÂMICA SETORIAIS E DESENVOLVIMENTO REGIONAL, 42., 2004, Cuiabá. Anais [...]. Cuiabá, MT, jul. 2004.

BRITO, Miller, R.; LEITE, Carlos, A. M. Análise fracional do mercado internacional do café. CONGRESSO

BURNQUIST, Heloísa L.; SILVEIRA, Luciana T.; RODRIGUES, Francine R. Análise da exportação brasileira de açúcar e a paridade de preços doméstico e internacional. CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL – DINÂMICA SETORIAIS E DESENVOLVIMENTO REGIONAL, 42., Cuiabá. Anais [...]. Cuiabá, MT, jul. 2004.

CAMPOS, Silvia K.; LEITE, Sheila C. F.; LIMA, João E. Análise da oferta de milho no Brasil no período de 1982 a 2001. CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL – EXPORTAÇÕES, SEGURANÇA ALIMENTAR E INSTABILIDADE DE MERCADOS, 41., 2003, Juiz de Fora. Anais [...]. Juiz de Fora, MG, jul. 2003.

CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Séries históricas de produção de grãos. 2012. Disponível em: https://www.conab.gov.br. Acesso em: 8 mar. 2017.

FAO. Food and Agriculture Organization of the United Nations. Available from: http://www.fao.org. Cited: dez. 2016.

FREITAS, C. A.; FOSSATI, D. M.; NICOLA, D. S. Avaliando a competitividade internacional das commodities brasileiras negociadas na BM&F, no período de 1990-2003. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 43., Instituições, Eficiência, Gestão e Contratos no Sistema Agroindustrial, 2005, Ribeirão Preto. Anais [...]. Ribeirão Preto, 2005.

HIDALGO, A. B. Inserção das regiões brasileiras no comércio internacional: os casos da Região Nordeste e do Estado de Pernambuco. Revista Ensaios FEE, Porto Alegre, v. 26, n. 2, p. 965-1.018, nov. 2005.

HIDALGO, A. B.; MATA, D. F. P. G. A especialização do Nordeste brasileiro e do Estado de Pernambuco no comércio exterior. Recife: Pimes; Departamento de Economia, 2003. 32p. (Texto para discussão, 465).

HIRAKURI, Marcelo Hiroshi; LAZZAROTTO, Joelsio José. O agronegócio da soja nos contextos mundial e brasileiro. Documentos Embrapa, Londrina, n. 349, 2014.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Produção Agrícola Municipal (PAM), culturas temporais e permanentes. Brasil: IBGE, 2013. Vol. 40.

INDICADOR soja: Paranaguá. Série de preços. Piracicaba: Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – Esalq, Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada – Cepea, 2014.

IPEA. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. 2017. Disponível em: http://www.ipea.gov.br. Acesso em: jan. 2017.

LAFAY, G. La mesure des avantages comparatifs révélés – Exposé de La méthodologie du CEPII. Economie Prospective Internationale, Paris, FR: Centre d’ Etudes Prospectives et d’ Informations Internationales, v. 41, n. 1, p. 27-43, 1990.

LAURSEN, K. Revealad Comparative Advantage and the Alternatives as Measures of International Specialization. Working Paper, Copenhagen: Danish Rearch Unit for Dynamics, n. 98-30, 1998.

LOVE, J. Trade concentration and export instability. The Journal of Development Studies, v. 15, n. 3, p. 6069, 1979.

MAIA FILHO, Geraldo Helber Batista et al. Mercado consumidor e a qualidade de carne bovina no Brasil. Caderno de Ciências Agrárias, v. 7, n. Suppl, p. 191-204, 2015.

MAPA. Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 2017. Disponível em: http://www.agricultura.gov.br/. Acesso em: jan. 2018.

MDIC. Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Disponível em: http://www.mdic.gov.br. Acesso em: jan. 2017.

PAGANINI, Caio Cezar; FRAGA, Gilberto Joaquim. Padrão de especialização do comércio internacional do Paraná no Período 2001-2011. Revista Paranaense de Desenvolvimento-RPD, v. 35, n. 127, p. 135-154, 2014.

PIRES, Mônica, M.; GOMES, Marília, F. M.; ALVES, Jaênes, M. Fatores de crescimento das receitas das exportações brasileiras de café. CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL – DINÂMICA SETORIAIS E DESENVOLVIMENTO REGIONAL, 42., 2004, Cuiabá. Anais [...]. Cuiabá, MT, jul. 2004.

REIS, Janderson D. et al. Oferta brasileira de exportação de carne bovina, 1996-2002. CONGRESSO DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL – DINÂMICAS SETORIAIS E DESENVOLVIMENTO REGIONAL, 42., 2004, Cuiabá. Anais (resumos) [...]. Cuiabá, MT, 25 a 28 de julho de 2004.

RUBIN, Luciane S.; RONDINEL, Ricardo. Vantagens comparativas e orientação das exportações: estudo do caso do café, do fumo e da soja no período de 1989-2001. Rila – Revista de Integração Latino-Americana, Santa Maria: UFSM, n. 1, ano 1, 2004.

SOUZA, Maurício J. P. Vantagem comparativa revelada e orientação regional de relevantes produtos do agronegócio brasileiro no período de 1992 a 2002. 2004. Monografia (Conclusão de curso de Graduação em Ciências Econômicas) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2004.

TORRES JR., Alcides de M. et al. Pecuária de corte: mercados e perspectivas. Agroanalysis: a Revista de agronegócios da FGV, FGV, p. 8-11, out. 2003.