Transparência na Gestão Pública Municipal Evidenciada nos Portais Eletrônicos dos Municípios do Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) das Missões/RS Outros Idiomas

ID:
55147
Resumo:
Neste estudo investigou-se a situação da transparência na gestão pública nos 25 municípios que integram o Corede Missões/ RS por meio dos seus portais eletrônicos, utilizando ranqueamento elaborado a partir da aplicação do Índice de Transparência da Gestão Pública Municipal (ITGP-M), elaborado por Cruz (2010). Para a coleta dos dados, empregou-se um roteiro estruturado de observação a partir dos critérios de avaliação do ITGP-M, o qual quantifica a transparência municipal em até 143 pontos, divididos em seis categorias de informações. Os resultados indicam baixos níveis de transparência, demonstrando que nenhum dos 25 municípios investigados divulga completamente as informações acerca da gestão pública municipal. A média geral do índice de transparência (ITGP-M) foi de 53,68 pontos, posto que o município com menor pontuação obteve 35 pontos (Dezesseis de Novembro), enquanto o maior índice atingiu 76 pontos (São Luiz Gonzaga). Tal análise reflete que muitos dos portais dos municípios investigados configuram-se predominantemente como murais eletrônicos e não como espaços de construção da transparência. Grande parte desses portais possui características meramente informativas dos órgãos e departamentos da Prefeitura, tornando coadjuvante o cumprimento de grande parte dos requisitos legais para o atendimento das demandas informacionais da sociedade.
Citação ABNT:
VISENTINI, M. S.; SANTOS, M. D. Transparência na Gestão Pública Municipal Evidenciada nos Portais Eletrônicos dos Municípios do Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) das Missões/RS . Desenvolvimento em Questão, v. 17, n. 49, p. 158-175, 2019.
Citação APA:
Visentini, M. S., & Santos, M. D. (2019). Transparência na Gestão Pública Municipal Evidenciada nos Portais Eletrônicos dos Municípios do Conselho Regional de Desenvolvimento (Corede) das Missões/RS . Desenvolvimento em Questão, 17(49), 158-175.
DOI:
http://dx.doi.org/10.21527/2237-6453.2019.49.158-175
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/55147/transparencia-na-gestao-publica-municipal-evidenciada-nos-portais-eletronicos-dos-municipios-do-conselho-regional-de-desenvolvimento--corede--das-missoes-rs-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALLEBRANDT, S. L. et al. Gestão social e cidadania deliberativa: uma análise da experiência dos Coredes no Rio Grande do Sul, 1990-2010. Cadernos EBAPE.BR, Rio de Janeiro, v. 9, n. 3, p. 914-945, 2011.

ALVES, A. S.; FERREIRA, S. B. L. Um mergulho nas recomendações de acessibilidade para conteúdo Web do W3C (WCAG2.0). 2011. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/monografiasppgi/article/ view/1627/1439. Acesso em: 12 jan. 2019.

ALVES, D. P. Acesso à informação pública no Brasil: um estudo sobre a convergência e a harmonia existentes entre os principais instrumentos de transparência e de controle social. Distrito Federal: Controladoria-Geral da União, 2011. (Sexto Concurso de Monografias da CGU).

ATLAS SOCIECONÔMICO DO RIO GRANDE DO SUL. Demografia. 2018. Disponível em: https://atlassocioeconomico.rs.gov.br/grau-de-urbanizacao. Acesso em: 14 jan. 2019.

ATLAS SOCIOCONÔMICO DO RIO GRANDE DO SUL. Conselhos Regionais de Desenvolvimento – Coredes. 2015. Disponível em: http://www.atlassocioeconomico.rs.gov.br/upload/MAPAS_A4_Missoes.pdf. Acesso em: 26 nov. 2015.

BARBOSA, A. F. Governo eletrônico: dimensões da avaliação de desempenho na perspectiva do cidadão. 2008. Tese (Doutorado em Administração de Empresas) – Fundação Getúlio Vargas, Escola de Administração de Empresas, São Paulo, 2008.

BRASIL. Lei da Transparência. Lei Complementar n° 131, de 27 de maio de 2009. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Brasília, 2009. Disponível em: http://www.planalto.gov. br/ccivil_03/leis/LCP/Lcp131.htm. Acesso em: 23 jul. 2016.

BRASIL. Lei de Acesso a Informações Públicas. Lei n° 12.527, de 18 de novembro de 2011. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Brasília, 2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/lei/l12527.htm. Acesso em: 23 jul. 2016.

BRASIL. Lei de Responsabilidade Fiscal. Lei Complementar nº 101, de 04 de maio de 2000. 2000. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/LCP/Lcp101.htm. Acesso em: 23 jul. 2016.

CASTOLDI, G.; SANTOS, S. R. T. dos. A transparência na publicação eletrônica das informações municipais disponíveis em suas homepages: uma análise dos municípios pertencentes ao Corede Produção/RS. Revista Teoria e Evidência Econômica, Passo Fundo, v. 19, n. 40, p. 169-190, 2013.

COSTA J. M. da et al. O nível de transparência dos portais eletrônicos: o caso das capitais brasileiras. In: SEMINÁRIOS EM ADMINISTRAÇÃO, 19., 2016, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Semead, 2016. Disponível em: http://login.semead.com.br/19semead/anais/arquivos/1235.pdf. Acesso em: 2 set. 2017.

COSTA J. M. da. et al. A informação pública no Brasil: uma análise da transparência pública nos portais das prefeituras da Paraíba no ano de 2014. In: CONGRESSO NACIONAL DE ADMINISTRAÇÃO E CONTABILIDADE, 6., 2015, Rio de Janeiro. Anais [...]. Rio de Janeiro: AdCont, 2015. Disponível em: http://www.adcont. net/index.php/adcont/adcont2015/paper/viewFile/1773/442. Acesso em: 14 jan. 2019.

COSTA, J. M. da; TORRES, F. J. V. Transparência pública: uma avaliação dos portais das prefeituras paraibanas sob a perspectiva do ITGP-M (2014). In: CONGRESSO UNB DE CONTABILIDADE E GOVERNANÇA, 1., 2015, Brasília. Anais [...]. Brasília: UnB, 2015. Disponível em: http://www.adcont.net/index.php/adcont/ adcont2015/paper/view/1773/442. Acesso em: 21 set. 2016.

CRUZ, C. F. da et al. Transparência da gestão pública municipal: um estudo a partir dos portais eletrônicos dos maiores municípios brasileiros. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 46, n. 1, p. 153176, 2012.

CRUZ, C. F. da. Transparência da gestão pública municipal: referenciais teóricos e a situação dos grandes municípios brasileiros. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Faculdade de Administração e Ciências Contábeis, Rio de Janeiro, 2010.

CUCCINIELLO, M.; PORUMBESCU, G. A.; GRIMMELIKHUIJSEN, S. 25 years of transparency research: Evidence and future directions. Public Administration Review, v. 77, n. 1, p. 32-44, 2017.

DA SILVA ALVES, Aline; FERREIRA, Simone Bacellar Leal. Um Mergulho nas Recomendações de Acessibilidade para Conteúdo Web do W3C (WCAG2. 0). Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/monografiasppgi/article/view/1627/1439. Acesso em: 12 jan. 2019.

DINIZ, G. M. O estado da transparência digital de portais eletrônicos: um estudo nos municípios do Ceará. Revista do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, Belo Horizonte, v. 33, n. 4, p. 91-116, 2015.

FIRJAN. Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM). 2018. Disponível em: https://www.firjan. com.br/ifdm/. Acesso em: 14 jan. 2019.

GIACOMONI, J. Orçamento público. São Paulo, SP: Atlas, 2012.

GOMES FILHO, Adhemar Bento. O desafio de implementar uma gestão pública transparente. In: CONGRESO INTERNACIONAL DEL CLAD SOBRE LA REFORMA DEL ESTADO Y DE LA ADMINISTRACIÓN PÚBLICA, 2005, Santiago, Chile. Anais [...]. Santiago, Chile. 2005.

JAMBEIRO, O.; SOBREIRA, R.; MACAMBIRA, L. Informação, participação cívica e controle da gestão pública: análise dos websites das capitais brasileiras. Revista de Economía Política de las Tecnologías de la Información y de la Comunicación, São Cristóvão, v. 14, n. 1, p. 1-28, 2012.

MEIJER, A. Understanding the complex dynamics of transparency. Public Administration Review, v. 73, n. 3, p. 429-439, 2013.

MPF. Ministério Público Federal. Ranking Nacional da Transparência. 2016. Disponível em: http://rankingdatransparencia.mpf.mp.br. Acesso em: 18 fev. 2019.

PAIVA, C. P. R.; ZUCCOLOTTO, R. Índice de transparência fiscal das contas públicas dos municípios obtidos em meios eletrônicos de acesso público. In: ENCONTRO NACIONAL DA ANPAD, 33., 2009, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Anpad, 2009.

PIRES, A. M. et al. Transparência da gestão pública municipal: um estudo dos municípios de Santa Maria e Novo Hamburgo/RS. Revista Estudos do Cepe, Santa Cruz do Sul, n. 38, p.131-160, 2013.

RAUPP, F. M.; PINHO, J. A. G. de. Accountability em câmaras municipais: uma investigação em portais eletrônicos. Revista de Administração, São Paulo, v. 48, n. 4, p.770-782, 2013.

RAUPP, F. M.; PINHO, J. A. G. de. Portais eletrônicos de câmaras localizadas em pequenos municípios catarinenses: murais eletrônicos ou promotores de construção da prestação de contas, transparência e participação? Pensar Contábil, Rio de Janeiro, v. 14, n. 53, p. 35-44, 2012.

RAUPP, F. M.; PINHO, J. A. G. de. Prestação de contas nos portais eletrônicos de Assembleias Legislativas: um estudo após a Lei de Acesso à Informação. Revista Gestão & Planejamento, Salvador, v. 15, n. 1, p. 144-161, 2014.

RAUPP, F. M.; ZUCCOLOTTO, R. Investigando as publicações sobre transparência eletrônica em revistas nacionais. Revista do Cepe, Santa Cruz do Sul, v. 39, n. 67, p. 46-66, 2015.

ROCHA, A. C. Accountability na administração pública: a atuação dos tribunais de contas. In: ENCONTRO NACIONAL DA ANPAD, 33., 2009, São Paulo. Anais [...]. São Paulo: Anpad, 2009.

ROSSONI, F. V. Transparência na gestão pública municipal: uma análise nos sítios eletrônicos das prefeituras municipais do Estado do Espírito Santo. Vitória. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis) – Fundação Instituto Capixaba de Pesquisa em Contabilidade, Economia e Finanças (Fucape), Vitória, 2013.

ROSSONI, F. V.; BEIRUTH, A. X. Transparência na gestão pública municipal: análise nos sites das prefeituras do Estado do Espírito Santo. Revista de Auditoria Governança e Contabilidade – RAGC, Monte Carmelo, v. 4, n. 17, p. 1-16, 2016.

SANTOS, M. dos; VISENTINI, M. S. Elaboração de um ranking da transparência e compreensão das práticas de gestão de municípios integrantes do Corede Missões-RS. Administração Pública e Gestão Social, Viçosa, v. 10, n. 4, p. 239-247, 2018.

SANTOS, P. M. et al. Ranking dos tribunais de contas brasileiros: uma avaliação a partir dos padrões web em governo eletrônico. Revista de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 47, n. 3, p. 721-744, 2013.

SELL, F. F. et al. Accountability: uma observação sobre o nível de transparência de municípios. Administração Pública e Gestão Social, Viçosa, v. 10, n. 4, p. 248-259, 2018.

SILVA, L. M. Contabilidade governamental: um enfoque administrativo. 8 ed. São Paulo: Atlas, 2009.

SOUZA, A. C. et al. A relevância da transparência na gestão pública municipal. Revista Campus, Paripiranga, v. 2, n. 5, p. 6-20, 2009.