Sustentabilidade e Gestão de Instituições de Ensino Superior: Análise da Produção Científica Outros Idiomas

ID:
55235
Resumo:
'Objetivo do estudo': É analisar a evolução das publicações científicas acerca do tema gestão socioambiental e sustentabilidade, na prática das Instituições de Ensino Superior (IES). 'Metodologia/abordagem': Utilizou-se o método ProKnow-C para seleção do portfólio bibliográfico e análise bibliométrica. O período de investigação foi de 2002 a início de 2017. 'Originalidade/Relevância': Em virtude da importância que a temática da sustentabilidade vem alcançando nos últimos anos, a gestão socioambiental surge como um caminho para as organizações demonstrarem, em suas políticas e práticas, o compromisso perante a sociedade e o meio ambiente. Nesse contexto, as IES precisam servir de exemplo devido ao seu papel como formadoras de opinião. Em face do exposto, o objetivo do estudo demostra relevância. 'Principais resultados': Foi selecionado um portfólio bibliográfico de 40 artigos, onde os periódicos Journal of Cleaner Production e International Journal of Sustainability in Higher Education receberam destaque. Observou-se um incremento significativo no número de citações dos artigos do portfólio bibliográfico nos últimos cinco anos analisados. 'Contribuições teóricas/metodológicas': Os resultados do estudo auxiliam o pesquisador na escolha de referencial teórico de qualidade e reconhecido cientificamente. 'Conclusão': Como recomendação para trabalhos futuros, sugere-se aplicar a próxima fase do método ProKnow-C, denominada análise sistêmica, examinando o conteúdo dos artigos do portfólio bibliográfico evidenciados nesta pesquisa.
Citação ABNT:
HENCHEN, A. V.; MOURA-LEITE, R.; LOPES, J. C. J. Sustentabilidade e Gestão de Instituições de Ensino Superior: Análise da Produção Científica . Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, v. 8, n. 1, p. 38-61, 2019.
Citação APA:
Henchen, A. V., Moura-leite, R., & Lopes, J. C. J. (2019). Sustentabilidade e Gestão de Instituições de Ensino Superior: Análise da Produção Científica . Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade, 8(1), 38-61.
DOI:
https://doi.org/10.5585/geas.v8i1.13763
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/55235/sustentabilidade-e-gestao-de-instituicoes-de-ensino-superior--analise-da-producao-cientifica-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ACS Publications. (2017). Environmental Science and Technology. http://pubs.acs.org/journal/esthag

Afonso, M. H. F.; Souza, J. V.; Ensslin, S. R.; Ensslin, L. (2011). Como construir conhecimento sobre o tema de pesquisa?Aplicação do processo Proknow-C na busca de literatura sobre avaliação do desenvolvimento sustentável. Revista de Gestão Social e Ambiental, 5(2), 47-62.

Berchin, I. I.; Grando, V. S.; Marcon, G. A.; Corseuil, L.; Guerra, J. B. S. O. A. (2017). Strategies to promote sustainability in higher education institutions: case study of a federal institute of higher education of Brasil. International Journal of Sustainability in Higher Education, 18(7), 1018-1038.

Bortoluzzi, S. C.; Ensslin, S. R.; Ensslin, L.; Valmorbida, S. M. I. (2011). A Avaliação de desempenho em redes de pequenas e médias empresas: estado da arte para as delimitações postas pelo pesquisador. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, 4(2), 202-222.

Ceulemans, K.; Molderez, I.; Van Liedekerke, L. (2015). Sustainability reporting in higher education: a comprehensive review of the recent literature and paths for further research. Journal of Cleaner Production, 106, 127-143.

Chaves, L. C.; Freitas, C L de; Ensslin, L.; Pfitscher, E. D.; Petri, S. M.; Ensslin, S. R. (2013). Gestão ambiental e sustentabilidade em instituições de ensino superior: construção de conhecimento sobre o tema. Revista Gestão Universitária na América Latina - GUAL, 6, 33-54.

Christensen, P.; Thrane, M.; Herreborg Jørgensen, T.; Lehmann, M. (2009). Sustainable development: Assessing the gap between preaching and practice at Aalborg University. International Journal of Sustainability in Higher Education, 10(1), 4-20.

De Resende Lara, P. T. (2012). Sustentabilidade em Instituições de Ensino Superior. Revista Monografias Ambientais, 7(7), 1646-1656.

Engelman, R.; Guisso, R.; Fracasso, E. M. (2009). Ações de gestão ambiental nas Instituições de Ensino Superior: o que tem sido feito. RGSA - Revista de Gestão Social e Ambiental, 3(1).

Ensslin, S. R.; Ensslin, L.; Imlau, J. M.; Chaves, L. C. (2014). Processo de mapeamento das publicações científicas de um tema: portfólio bibliográfico e análise bibliométrica sobre avaliação de desempenho de cooperativas de produção agropecuária. Revista de Economia e Sociologia Rural, 52(1), 587-608.

Freitas, C. L. (2013). Avaliação de Sustentabilidade em Instituições Públicas Federais de Ensino Superior (IFES): proposição de um modelo baseado em sistemas gerenciais de avaliação e evidenciação socioambiental. Dissertação de mestrado, Contabilidade, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

Frizzo, K.; Motke, F. D.; Machado, E. C.; Silva, Y. C.; Ávila, L. V.; Zamberlam, J. F. (2014). Análise das práticas de Gestão Ambiental das Instituições de Ensino Superior. Revista Eletrônica em Gestão, Educação e Tecnologia Ambiental, 18(1), 196208.

Gondim, S. M. G. (2002). Perfil profissional e mercado de trabalho: relação com a formação acadêmica pela perspectiva de estudantes universitários. Estudos de psicologia, 7(2), 299-309.

Hart, S. L. & Milstein, M. B. (2004). Criando valor sustentável. RAE executivo, 3(2), 65-79.

Jacobi, P. (2003). Educação ambiental, cidadania e sustentabilidade. Cadernos de pesquisa, 118(3), 189-205.

James, M. & Card, K. (2012). Factors contributing to institutions achieving environmental sustainability. International Journal of Sustainability in Higher Education, 13(2), 166-176.

Khoury, G.; Rostami, J.; Turnbull, P. L. (1999). Corporate social responsibility: Turning words into action. Conference Board of Canada.

Lima, T. C. S. de; Mioto, R. C. T. (2007). Procedimentos metodológicos na construção do conhecimento científico: a pesquisa bibliográfica. Revista Katalysis, 10, 35-45.

Lozano, R.; Lukman, R.; Lozano, F. J.; Huisingh, D.; Lambrechts, W. (2013). Declarations for sustainability in higher education: becoming better leaders, through addressing the university system. Journal of Cleaner Production, 48, 10-19.

Luiz, L. C.; Alberton, L.; Da Rosa, F. S.; Pfitscher, E. D. (2014). Inclusão de Práticas Ambientais nas Auditorias Realizadas no Âmbito de uma Instituição Federal de Educação. Revista de Gestão Ambiental e Sustentabilidade: GeAS, 3(2), 92-112.

Luiz, L. C.; Rau, K.; Freitas, C. L.; Pfitscher, E. D. (2013). Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) e práticas de sustentabilidade: estudo aplicado em um instituto federal de educação, ciência e tecnologia. Administração Pública e Gestão Social, 5(2), 114-134.

Maimon, D. (1999). ISO 14001 - Passo a passo da implantação nas pequenas e médias empresas. Rio de Janeiro: Qualitymark Editora Ltda.

Matos, A.; Cabo, P.; Ribeiro, M. I.; Fernandes, A. (2015). As instituições de ensino superior perante a problemática ambiental. EduSer - Revista de educação, 7(2), 13-40.

Moura-Leite, R. & Padgett, R. (2014). The effect of corporate social actions on organizational reputation. Management Research Review, 37(2), 167-185.

Nascimento, L. F.; Lemos, Â D da C.; Mello, M. C. A. de. (2008). Gestão socioambiental estratégica. Porto Alegre: Bookman.

Otero, G. G. P. (2010). Gestão Ambiental em Instituições de Ensino Superior: práticas dos Campi da Universidade de São Paulo. Dissertação de mestrado, Programa de Pós-Graduação em Ciência Ambiental, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Portal Brasil. (2015). Agenda de Desenvolvimento Sustentável é adotada por unanimidade na ONU. http://www.brasil.gov.br/meio-ambiente/2015/09/agenda-dedesenvolvimento-sustentavel-e-adotada-por-unanimidade-na-onu

Portal Brasil. (2015). Novo acordo global deve ter força de lei, defende Dilma na COP21. http://www.brasil.gov.br/meio-ambiente/2015/11/novo-acordo-global-deve-terforca-de-lei-defende-dilma-na-cop21

Rosa, F. S. da; Ensslin, S. R.; Ensslin, L. (2009). Evidenciação Ambiental: Processo Estruturado de Revisão de Literatura sobre Avaliação de Desempenho da Evidenciação Ambiental. Sociedade, Contabilidade e Gestão, 4(2).

Rubbo, P.; Pilatti, L. A.; Telles, L. B.; Bittencourt, J. V. M.; De Francisco, A. C. (2016). Sustentabilidade organizacional: Uma análise da produção científica da base Scopus no período de 2005 a 2014. Revista ESPACIOS, v. 37, n. 13. 2016.

Senado Federal. (2015). Acordo na COP-21 com metas obrigatórias aos países pode ser "histórico", diz Vanessa. http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2015/12/10/acordo-com-metas-obrigatorias-aos-paisesna-cop-21-pode-ser-historico-diz-vanessa/tablet

Shriberg, M. P. (2002). Institutional assessment tools for sustainability in higher education: Strengths, weaknesses, and implications for practice and theory. Higher Education Policy, 15(2), 153-167.

Shriberg, M. P. (2002). Sustainability in US higher education: organizational factors influencing campus environmental performance and leadership. Tese de doutorado, University of Michigan, Michigan.

Tasca, J. E.; Ensslin, L.; Ensslin, S. R. & Alves; M. B. M. (2010). An approach for selecting a theoretical framework for the evaluation of training programs. Journal of European Industrial Training, 34(7), 631-655.

Tauchen, J. & Brandli, L. L. (2006). A gestão ambiental em instituições de ensino superior: modelo para implantação em campus universitário. Gestão & Produção, 13(3), 503-515.

Taylor & Francis Online. (2017). Economic Systems Research. http://www.tandfonline.com/action/journalInformation?show=aimsScope&journalCode=cesr20

Valmorbida, S. M. I.; Ensslin, S. R.; Ensslin, L.; Bortoluzzi, S. C. (2011). Gestão Pública com foco em resultados: Evidenciação de oportunidades de pesquisa. Revista CAP - Accounting and Management, 5(5), 126-136.

Valmorbida, S. M. I.; Ensslin, S. R.; Ensslin, L.; Ripoll-Feliu, V. M. (2014). Avaliação de Desempenho para Auxílio na Gestão de Universidades Públicas: Análise da Literatura para Identificação de Oportunidades de Pesquisas. Contabilidade, Gestão e Governança, 17(3), 04-28.

Vaz, C. R.; Ionamata, D. O.; Stiirmer, J. C. (2014). Estado da arte do gerenciamento de resíduos sólidos em instituições de ensino superior: uma revisão de literatura. Anais do Congresso de Gestão Ambiental, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil, 5.

Velazquez, L.; Munguia, N.; Ojeda, M. (2013). Optimizing water use in the University of Sonora, Mexico. Journal of Cleaner Production, 46, 83-88.

Viebahn, P. (2002). An environmental management model for universities: from environmental guidelines to staff involvement. Journal of Cleaner Production, 10(1), 03-12.