Controle Familiar e Gerenciamento de Resultado em Empresas Brasileiras Listadas: Uma Relação Mediada pela Idade Outros Idiomas

ID:
55370
Resumo:
A empresa familiar potencialmente representa o reinado da Teoria da Agência porque, se por um lado mostra menores conflitos de agência do Tipo I devido à maior proximidade entre a propriedade e administração, por outro acentua conflitos do Tipo II entre o grupo familiar de controle e os sócios minoritários. Nessa situação, a literatura acadêmica sugere a existência de um impacto positivo e outro negativo do controle familiar sobre a qualidade da informação financeira, denominados, respectivamente, de efeito-alinhamento e efeito-entrincheiramento. A Teoria da Riqueza Socio Emocional (RSE) também associa a presença da propriedade familiar à consequências discutíveis, já que a atitude de preservação da RSE pode afetar o processo de tomada de decisão do negócio, em especial na primeira fase de vida da empresa familiar, onde os objetivos da família têm prioridade sobre os objetivos do negócio. O presente estudo objetiva investigar a influência do controle familiar na qualidade dos lucros, respondendo as seguintes questões de pesquisa: (i) empresas familiares se engajam menos em práticas de gerenciamento de resultados que empresas não familiares? (ii) a relação entre controle familiar e gerenciamento de resultado difere entre empresas familiares jovens e antigas? O principal achado é que empresas familiares antigas se engajam menos que qualquer outro dos grupos subamostrados em práticas de gerenciamento de resultados, desafiando a literatura que considera empresas familiares como uma categoria homogênea.
Citação ABNT:
TOMMASETTI, R.; MACEDO, M. A. S.; CONSTANTINO, F. F. S.; SARLO NETO, A. Family Control and Earnings Management in Brazilian Listed Companies: A Relationship Mediated by Age. Revista Universo Contábil, v. 15, n. 1, p. 151-169, 2019.
Citação APA:
Tommasetti, R., Macedo, M. A. S., Constantino, F. F. S., & Sarlo Neto, A. (2019). Family Control and Earnings Management in Brazilian Listed Companies: A Relationship Mediated by Age. Revista Universo Contábil, 15(1), 151-169.
DOI:
10.4270/ruc.2019108
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/55370/controle-familiar-e-gerenciamento-de-resultado-em-empresas-brasileiras-listadas--uma-relacao-mediada-pela-idade-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Inglês