Stakeholders Network: Estudo das Relações no Parque Ibirapuera de São Paulo Outros Idiomas

ID:
55812
Periódico:
Resumo:
O estudo analisou a estrutura da rede de stakeholders do Parque Ibirapuera. A investigação desenvolvida deriva da pouca literatura quanto ao estudo da estrutura, conteúdo e qualidade das interações entre os atores em redes de turismo, bem como trata-se do mais importante parque urbano de São Paulo/SP. Metodologicamente, a pesquisa caracteriza-se como qualitativa, exploratória e descritiva, desenvolvida a partir de estudo de caso único. As ferramentas utilizadas para expor as fontes de evidências se constituíram de levantamento bibliográfico, observação direta e entrevistas com 48 pessoas (3 do conselho gestor, 5 servidores terceirizados, 5 moradores locais, 5 guardas civis metropolitanos, 10 comerciantes autônomos e 20 frequentadores). A análise dos dados indicou rede de densidade baixa, com apenas 3 stakeholders com alta centralidade (Conselho Gestor, Prefeitura de São Paulo e frequentadores). Os demais stakeholders foram categorizados de baixa centralidade. Como contribuição, o estudo tem caráter inovador decorrente da integração de três vertentes: a teoria dos stakeholders, análise de network e stakeholders network, bem como aplicação no turismo.
Citação ABNT:
ENOHI, N. L.; CINTRA, R. F.; COSTA, B. K. Stakeholders Network: Estudo das Relações no Parque Ibirapuera de São Paulo . Revista Hospitalidade, v. 16, n. 3, p. 134-159, 2019.
Citação APA:
Enohi, N. L., Cintra, R. F., & Costa, B. K. (2019). Stakeholders Network: Estudo das Relações no Parque Ibirapuera de São Paulo . Revista Hospitalidade, 16(3), 134-159.
DOI:
https://doi.org/10.21714/2179-9164.2019.v16n3.008
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/55812/stakeholders-network--estudo-das-relacoes-no-parque-ibirapuera-de-sao-paulo-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português