Plano de sucessão: um estudo de caso em uma empresa familiar de mídia exterior Outros Idiomas

ID:
5704
Periódico:
Resumo:
Objetivou-se com este estudo, compreender e descrever como se desenvolve um plano de sucessão familiar para uma empresa de mídia exterior que se encontra na sua primeira geração. Para isto, foi realizado um estudo de caso na empresa Color Painéis em Londrina-PR, bem como, a revisão bibliográfica acerca das características e conceitos ligados ao âmbito das empresas familiares quanto ao processo sucessório e os planos de sucessão. Esta pesquisa qualitativa, com natureza descritiva e exploratória se deu a partir da inexistência de estudos relacionados ao tema nesse tipo de negócio, além da necessidade de um plano de sucessão por parte do fundador da empresa. Por meio do referencial teórico e da investigação empírica acerca do perfil de liderança, nível de criatividade e gestão de conflitos característicos nas empresas familiares, chegou-se a conclusão de queo fundador deve dedicar atenção às diferenças individuais dos candidatos à sucessão quanto ao comportamento de liderança, dedicação e investimento de cada um no desenvolvimento de idéias e ações inovadoras. Os resultados da pesquisa revelam que o plano de sucessão que melhor se adéqua às características da empresa analisada, é o do autor Oliveira (2006), visto suas etapas claras, em especial, as análises acerca do tratamento de possíveis conflitos característicos das empresas familiares, e a possibilidade de se escolher o perfil do sucessorconforme a missão, visão, valores e objetivos da empresa.
Citação ABNT:
GONZALEZ, I. V. D. P.; SATO, A. C. L.; PELISSARI, A. S.; SILVA, B. G. C. Plano de sucessão: um estudo de caso em uma empresa familiar de mídia exterior. Revista de Negócios, v. 16, n. 4, p. 51-75, 2011.
Citação APA:
Gonzalez, I. V. D. P., Sato, A. C. L., Pelissari, A. S., & Silva, B. G. C. (2011). Plano de sucessão: um estudo de caso em uma empresa familiar de mídia exterior. Revista de Negócios, 16(4), 51-75.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/5704/plano-de-sucessao--um-estudo-de-caso-em-uma-empresa-familiar-de-midia-exterior/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ADACHI, Pedro Podboi. Família S.A: gestão de empresa familiar e solução de conflitos. São Paulo: Atlas, 2006.

AMABILE, T. M.; HADLEY, C. N. ; KRAMER, S. J. Creativity under the gun. Harvard Business Review, Boston, v. 80, n. 8, p. 52-61, Aug. 2002.

ANDRADE, Maria Margarida de. Introdução à metodologia do trabalho científico. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

ANTONIALLI, L. M. Problemas de sucessão e a sobrevivência das empresas familiares. In: Anais do III Seminários em Administração SEMEAD, 1998, São Paulo. III Seminários em Administração SEMEAD, 1998. v. 3, p. 1-12.

COLOR PAINÉIS. Color Painéis Ltda. Londrina, PR. 2009. Disponível em: Acesso em: 21 ago. 2009.

CONSOLI, M. A.; MARTINELLI, Dante Pinheiro. Administração de Empresas Familiares. In: Anais do III Seminários em Administração SEMEAD, 1998, São Paulo. III Seminários em Administração SEMEAD, 1998.

COSTA, Armando Dalla; LUZ, Adão Eleutério da. Sucessão e sucesso nas empresas familiares: O caso do grupo Pão de Açúcar. 6ª Conferência Internacional de Empresas. Minas Gerais: setembro, 2003.

DACORSO, A. L. R.; RUSSO, R de Fátima S. M.; SILVA, M. C. M.; ARAÚJO, G. F. de. A Qualidade das Alternativas em Decisões Estratégicas: Um estudo sobre a criatividade e completude em decisões empresariais. RAM – Revista de Administração Mackenzie, v. 11, n. 6, Edição Especial, Nov./dez. 2010.

DAVIS, Keith; NEWSTROM, John W. Comportamento humano no trabalho. São Pioneira: Pioneira, 1992.

DONALDSON, L. Teoria da Contingência Estrutural. In: CLEGG, S. R.; HARDY, C.; NORD, W. R. (Org). Handbook de estudos organizacionais. Cap.3. v. 1, p. 105-133, São Paulo: Atlas, 1999.

FLORIANI, Oldoni Pedro; RODRIGUES, L. C. Sucessão Empresarial: Processo Sucessório em Empresas Familiares. In: Anais do I EGEPE Encontro de Estudos sobre Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, 2000, Maringá.

FREIRE, P. S.; NAKAYAMA, K. M.; SOARES, A.P.; PACHECO, A. S. V.; SPANHOL, F. J. Empresa Tipo Familiar: Processo de Profissionalização para Abertura de Capital (IPO). Revista do CCEI, v. 13, p. 40-52, 2009.

FREIRE, Patrícia de Sá; SOARES, Aline Pereira; NAKAYAMA, Marina Keiko; SPANHOL, Fernando José. Processo de Sucessão em empresa familiar: gestão do conhecimento contornando resistências às mudanças organizacionais. Journal of Information Systems and Technology Management, vol. 7, n. 3, p. 713-736, 2010.

FREITAS, Sidinéia Gomes. Liderança e Poder: um enfoque comunicacional. CAP 6. In: MARCHIORI, Marlene (organizadora); vários autores. Faces da cultura e da comunicação organizacional. p. 135-147. Editora Difusão, São Caetano do Sul – SP, 2006.

GERSICK, K. E. et al. De geração para geração: ciclos de vida das empresas familiares. São Paulo: Negócio, 1997.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

GOFFEE, R. Understanding family businesses: issues for further research. International Journal of Entrepreneurial Behavior & Research, v. 2, n. 1, p.36-48, 1996.

GRZESZCZESZYN, Geverson.; MACHADO, H. P. V. Empreendedorismo e Empresas Familiares: Reflexões sobre a Pesquisa. In: Anais do IX SEMEAD Seminários em AdministraçãoFEA-USP, 2006, São Paulo. Administração no Contexto Internacional, 2006. p. 1-12.

HERSEY, P.; BLANCHARD, K. H. Psicologia para administradores: a teoria e as técnicas da liderança situacional. Trad. Edwino A. Royer. São Paulo, Editora Pedagógica e Universitária, 1986.

JESUS, Marcos Junio F. de; MACHADO, Hilka Vier P.; JESUS, Anderson F. de. Sucessão familiar: um estudo de caso no setor de turismo. Revista Turismo e Visão e Ação – Eletrônica, v. 11, n. 2, p. 142-156, maio/ago. 2009.

LEONE, Nilda Maria de Clodoaldo Pinto Guerra. Sucessão na empresa familiar: preparando as mudanças para garantir sobrevivência no mercado globalizado. São Paulo: Altas, 2005.

MACHADO, L. A. S. O processo participativo para a melhoria do clima organizacional de uma empresa bancária. Universidade Federal de Santa Catarina. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção. Florianópolis,2000.

MARTINS, Gilberto de Andrade. Estudo de caso: uma estratégia de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2006.

MAZZILLI, Cláudio Pinho; CAMPOS, L. J. Análise do Processo Sucessório em Empresas Familiares: um estudo de caso. In: Anais do XXII ENANPAD, 1998, Foz do Iguaçu, PR.

MONTANA, Patrick J.; CHARNOV, Bruce H. Administração. 2 ed. São Paulo: Saraiva, 2006.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças. Empresa familiar: como fortalecer o empreendimento e otimizar o processo sucessório. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

OLIVEIRA, Silvio Luiz de. Tratado de Metodologia Científica: Projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2002.

PASSOS, Édio, et al. Família, família, negócios a parte: Como fortalecer laços e desatar nós na empresa familiar. 5. ed. São Paulo: Editora Gente, 2006.

QUINN, Robert E.; THOMPSON, Michael P.; FAERMAN, Sue R.; McGRATH, Michael; Competências Gerenciais: Princípios e aplicações. Editora Campus; Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.

TRIVIÑOS, Augusto N. S. Introdução à pesquisa em ciências sociais: a pesquisa qualitativa em educação. São Paulo: Atlas, 1987.

WAGNER III, John A. Comportamento organizacional: criando vantagem competitiva. São Paulo: Saraiva, 2002.

WAGNER III, John A.; HOLLENBECK, John R. Comportamento organizacional; tradução Cid Knipel Moreira; revista técnica Laura Zaccarelli. São Paulo: Saraiva, 2006.

WEBER, Max. Burocracia. Os fundamentos da organização burocrática: sociologia da burocracia. Rio de Janeiro: Zahar, 1966. p. 16-27.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed. – Porto Alegre: Bookman, 2001.