Avaliação da Eficiência dos Gastos Públicos com Educação dos Municípios de Santa Catarina Outros Idiomas

ID:
57355
Resumo:
Este artigo teve como objetivo verificar os fatores que afetam o nível de eficiência na aplicação dos recursos públicos em educação básica dos municípios do estado de Santa Catarina. Para tanto, utilizou-se o método não paramétrico de análise envoltória de dados. Posteriormente, aplicou-se um modelo de Regressão Tobit. Pode-se inferir, ao nível de significância de 10%, que a qualidade de vida de um município afeta positivamente a eficiência na aplicação dos recursos públicos com educação dos municípios catarinenses. O produto interno bruto (PIB) apresentou uma relação negativa com a escala de eficiência, podendo-se afirmar que, ao nível de significância de 5%, municípios que apresentaram maior poder econômico foram menos eficientes. Por fim, a densidade demográfica apresentou uma relação positiva com a eficiência dos municípios catarinenses ao nível de significância de 10%, portanto, entende-se que municípios mais densamente povoados podem apresentar uma maior demanda em relação à educação, sem a necessidade de uma maior aplicação de recursos.
Citação ABNT:
SANTOS, R. R. D.; FREITAS, M. M.; FLACH, L. Avaliação da Eficiência dos Gastos Públicos com Educação dos Municípios de Santa Catarina . Administração Pública e Gestão Social, v. 12, n. 2, p. 1-16, 2020.
Citação APA:
Santos, R. R. D., Freitas, M. M., & Flach, L. (2020). Avaliação da Eficiência dos Gastos Públicos com Educação dos Municípios de Santa Catarina . Administração Pública e Gestão Social, 12(2), 1-16.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/57355/avaliacao-da-eficiencia-dos-gastos-publicos-com-educacao-dos-municipios-de-santa-catarina-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português