Do Off-line para o Online: a Netnografia como um Método de Pesquisa ou o que pode acontecer quando tentamos levar a Etnografia para a Internet? Outros Idiomas

ID:
5949
Autores:
Resumo:
O avanço das tecnologias da informação e comunicação tem permitido às pessoas se relacionarem por novos meios. O relacionamento mediado por esses novos meios, conhecido como Comunicação Mediada por Computador (CMC), tem permitido a construção de diversas comunidades, que só existem e são construídas na medida em que seus membros estão online. Esse fato tem levado diversos pesquisadores a lançar mão de técnicas e métodos de pesquisa tradicionais em um ambiente eletrônico, adaptando essas mesmas técnicas e métodos. Um desses métodos é a etnografia, que sob a denominação de netnografia, tem sido utilizada para estudar grupos online. Compreender melhor o que é, qual a origem, os métodos, as vantagens e desvantagens e as questões éticas relacionadas à netnografia foi o objetivo deste artigo. Nesse sentido, foi realizado um levantamento da literatura atual sobre o assunto, bem como uma breve comparação entre uma etnografia e uma netnografia, refletindo sobre essas práticas. Discuti-se que na medida em que há utilização de CMC pelos integrantes de grupos sociais, a netnografia pode sair de um modelo baseado apenas na análise de dados textuais extraídos do "campo" online e abarcar outros tipos de dados que podem permitir uma maior riqueza de detalhes em estudos que considerem os ambientes online.
Citação ABNT:
NOVELI, M.Do Off-line para o Online: a Netnografia como um Método de Pesquisa ou o que pode acontecer quando tentamos levar a Etnografia para a Internet?. Revista Organizações em Contexto, v. 6, n. 12, p. 107-133, 2010.
Citação APA:
Noveli, M.(2010). Do Off-line para o Online: a Netnografia como um Método de Pesquisa ou o que pode acontecer quando tentamos levar a Etnografia para a Internet?. Revista Organizações em Contexto, 6(12), 107-133.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/5949/do-off-line-para-o-online--a-netnografia-como-um-metodo-de-pesquisa-ou-o-que-pode-acontecer-quando-tentamos-levar-a-etnografia-para-a-internet-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALVARADO, José G.; ÍÑIGUEZ-RUEDA, Lupicinio. Ethnography as a social science perspective: a review. Psico, v. 40, n. 1, p. 7-16, jan./mar. 2009.

BEAULIEU, Anne. Mediating Ethnography: Objectivity and the Making of Ethnographies of the Internet. Social Epistemology, v. 18, n. 2/3, p. 139-163, apr./sep. 2004.

BRAGA, Adriana. Técnica etnográfica aplicada à comunicação online: uma discussão metodológica. UNIrevista, v. 1, n. 3, p. 1-11, jul. 2006.

DHOLAKIA, Nikhilesh; ZHANG, Dong. Online qualitative research in the age of e-commerce: data sources and approaches. Forum: Qualitative Social Research, v. 5, n. 2, p. 1-10, maio. 2004. Disponível em . acesso em 1 abr.2009. 2004.

Garcia, Angela C. et al. ethnographic approaches to the internet and computer-mediated communication. Journal of Contemporary Ethnography, v. 38, n. 52, p. 52-84, fev. 2009.

GEBERA, Osbaldo Washington Turpo. La netnografía: un método de investigación en internet. Revista Iberoamericana de Educación, v. 2, n. 47, p. 1-10, out. 2008. Disponível em . Acesso em 1 abr.2009. 2008.

HAIR, Neil; CLARK, Moira. An enhanced Virtual Ethnography: the Role of Critical Theory. in: international critical management Studies conference, 3.; 2003, lancaster. Anais Eletrônicos… Lancaster:________, 2003. Disponível em . Acesso em 1 fev.2010. 2003.

HEWSON, CLAIRE. Conducting research on the internet. The Psychologist. v. 16, n. 6, p. 290-293, jun. 2003. Disponível em . Acesso em 4 maio.2009. 2003.

HINE, C. Virtual ethnography. In. Conference Proceedings of Internet Research and Information for Social Scientists, 1998, Bristol. Anais Eletrônicos… Bristol:________, 1998. Disponível em . Acesso em 1 fev.2010. 1998.

HOWARD, PHILIP N. Network ethnography and the hypermedia organization: new media, new organizations, new methods. New Media & Society, v. 4, n. 4, p. 550-574, 2002.

KOZINETS, Robert V. 'I want to believe': a netnography of The X-Philes’ subculture of consumption. Advances in Consumer Research. v. 24, p. 470-475, 1997.

KOZINETS, Robert V. On netnography: initial reflections on consumer research investigations of cyberculture. Advances in Consummer Research. v. 25, p. 366-371, 1998.

KOZINETS, Robert V. T. Click to connect: netnography and tribal advertising. Journal of Advertising Research. p. 279-288, sep. 2006.

KOZINETS, Robert V. The field behind the screen: using netnography for marketing research in online communities. Journal of Marketing Research. v. 39, p. 61-72, fev. 2002.

LANGER, Roy; BECKMAN, Suzanne C. Sensitive research topics: netnography revisited. Qualitative Market Research: An International Journal, v. 8, n. 2, p. 189-203, 2005.

MITSUISHI, Yara. 2006. Disponível em . Acesso em 1 fev.2010.

MITSUISHI, Yara. The 'ethnographic' at stake: notes on research design of online ethnographies. In. Trials & Tribulations Conference, 2006, Montreal, 2006. Anais Eletrônicos... Montreal:

MURTHY, Dhiraj. Digital ethnography: an examination of the use of new technologies for social research. Sociology, v. 42, n. 5, p. 837-855, out. 2008.

PACCAGNELLA, Luciano. (1997). Getting the seats of your pants dirty: strategies for ethnographic research on virtual communities. Journal of Computer Mediated Communication, v. 3, n. 1. Disponível em: . Acesso em 15 maio.2009.

PINTO , Virginia Bentes, et al. 'Netnografia': uma abordagem para estudos de usuários no ciberespaço. In: Congresso nacional de bibliotecários, 9.; 2007, Ponta Delgada. Anais Eletrônicos... Ponta Delgada:___, 2007. Disponível em . acesso em 1 maio.2009. 2007.

ROCHA, Everardo Pereira Quimarães; BARROS, Carla; PEREIRA, Claudia. Perspectivas do método etnográfico em marketing: consumo, comunicação e netnografia. In: EnANPAD Encontro da ANPAD, 29.; 2005, Brasília. Anais... Brasília:_____, 2005.

ROCHA, Paula Jung; MONTARDO, Sandra Portella. Netnografia: incursões metodológicas na cibercultura. E-compos, p. 2-22, dez, 2005. Disponível em . Acesso em 1 maio.2009. 2005.

RUTTER, J.; SMITH, G. W. H. Ethnographic presence in nebulous settings: a case study. In. ESRC virtual methods Seminar, brunel, 2002. Anais Eletrônicos... Brunel: RUTTER, J. 2002. Disponível em www.cric.ac.uk/cric/staff/Jason_Rutter/papers/brunel.pdf. acesso em 1 fev.2010. 2002.

SANDLIN, Jennifer A. Netnography as a consumer education research tool. International Journal of Consumer Studies. n. 31, p. 288-294, 2007.

SCHAAP, Frank. The Words That Took Us There: ethnography in a virtual reality. amsterdam: Aksant Academic Publishers, 2002.

VAN MANNEN, John. Ethnography then and now. Qualitative Research. Organizations and Management: An International Journal. V. 1, n. 1, p. 13-21, 2006.

WHYTE, William F. Street Corner Society: the social structure of an Italian slum. 4 ed. Chichago: The University of Chicago Press, 1993.

ZHAO, Shanyang. Consociated Contemporaries as an Emergent Realm of the Lifeworld: Extending Schutz’s Phenomenological Analysis to Cyberspace. Human Studies, n. 27, p. 91-105, 2004.

ZHAO, Shanyang. The Internet and the Transformation of the Reality of Everyday Life: Toward a new analytic Stance in Sociology. Sociological Inquiry, v. 76, n. 4, p. 458–474, nov. 2006.