Comunicação Turística Outros Idiomas

ID:
5985
Resumo:
No presente texto, com base na compreensão de comunicação como processo de construção e disputa de sentidos, realiza-se reflexão sobre a noção de comunicação turística. Procura-se pensar a comunicação turística sobre a perspectiva do Paradigma da Complexidade, destacando alguns de seus diferentes lugares de atualização e objetivos. Da mesma forma, afirma-se que a idéia de “turístico” constrói-se no (re)tecer a rede de significados, portando em ações de comunicação e que, à medida que se criam espaços de escuta, particularmente com a comunidade (entorno), tende-se a potencializar os processos comunicacionais e os seus níveis de comprometimento com o ser/fazer turístico.
Citação ABNT:
BALDISSERA, R.Comunicação Turística. Rosa dos Ventos - Turismo e Hospitalidade, v. 2, n. 1, p. 6-15, 2010.
Citação APA:
Baldissera, R.(2010). Comunicação Turística. Rosa dos Ventos - Turismo e Hospitalidade, 2(1), 6-15.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/5985/comunicacao-turistica/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem: problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. 9. ed. São Paulo: Hucitec, 1999.

BALDISSERA, Rudimar. A comunicação pública de turismo no (re)tecer a cultura da comunidade local: presenças e ausências como marcas de poder. In Anais da VIII Reunión de Antropologia del Mercosur – RAM – 2009. Buenos Aires: UNSAM, 2009.

BALDISSERA, Rudimar. Comunicação organizacional: o treinamento de recursos humanos como rito de passagem. São Leopoldo: Unisinos, 2000.

BALDISSERA, Rudimar. Comunicação turística: a comunicação das secretarias municipais de turismo da Rota Romântica, Vale dos Sinos e Vale do Paranhana (RS). In Anais do XXXI Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Disponível em http://www.intercom.org.br/papers/nacionai s/2008/resumos/R3-0463-1.pdf . Acessado em 21/11/2010.

BALDISSERA, Rudimar. Imagem-conceito: anterior à comunicação, um lugar de significação. Porto Alegre: 2004. Tese (Doutorado) – Faculdade de Comunicação Social da PUCRS.

BALDISSERA, Rudimar. Turismo, cultura e identidade: articulações teóricas. IN ASHTON, Mary Sandra Guerra e BALDISSERA, Rudimar (org.) Turismo em perspectiva. Novo Hamburgo:Feevale, 2003.

CASTRO, Celso. Narrativas e imagens do turismo no Rio de Janeiro. IN Antropologia Urbana: cultura e sociedade no Brasil e em Portugal. 2. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.

ECO, Umberto. Interpretação e superinterpretação. São Paulo: Martins Fontes, 1997. GASTAL, Susana; CASTROGIOVANI, Antonio Carlos (Orgs.) Turismo na pósmodernidade: (des)inquietações. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003

ECO, Umberto. Tratado geral de semiótica. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 1991.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 12. ed. Rio de Janeiro: Graal, 1996.

GASTAL, Susana; CASTROGIOVANI, Antonio Carlos (Orgs.) Turismo na pósmodernidade: (des)inquietações. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003

GEERTZ, Cliford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: LTC Editora, 1989.

MATTELART, Armand; MATTELART, Michèle. Historia de las teorías de la comunicación. Barcelona: Paidós, 1997.

MORIN, Edgar. A comunicação pelo meio (teoria complexa da comunicação). Revista FAMECOS: mídia, cultura e tecnologia. Porto Alegre: Edipucrs, abr. 2003, n. 20, p. 7-12.

MORIN, Edgar. A noção de sujeito. In: SCHNITMAN, Dora Fried (Org.). Novos paradigmas, cultura e subjetividade. Porto Alegre: Artes Médicas, 1996, p. 4558.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. 3. ed. Lisboa: Instituto Piaget, 2001.

MORIN, Edgar. Meus demônios. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2000.

MORIN, Edgar. O método 4. 3. ed. Porto Alegre: Sulina, 2002.

NIELSEN, Cristian. Turismo e mídia. São Paulo: Contexto, 2002.

WATZLAWICK, Paul; BEAVIN, Janet Helmick; JACKSON, Don D. Pragmática da comunicação humana: um estudo dos padrões, patologias e paradoxos da interação. São Paulo: Cultrix, 1999.

WOLF, Mauro. Teorias da comunicação: mass media: contextos e paradigmas, novas tendências, efeitos a longo prazo, o newsmaking. 5. ed. Lisboa: Presença, 1999.