Estratégias de Transição de Carreira Interprofissão: Um Estudo com Profissionais de Meia-Idade do Mercado Corporativo após a Demissão Outros Idiomas

ID:
60237
Periódico:
Resumo:
Este artigo tem como objetivo identificar os desafios que surgem no processo involuntário de transição de carreira interprofissão e descrever os recursos de enfrentamento adotados pelos indivíduos como estratégias de transição neste período, uma vez que, com os atuais desafios do mercado de trabalho, incluindo demissões, os profissionais podem redirecionar suas carreiras mudando completamente de trabalho, e iniciar assim uma transição de carreira interprofissão. Como abordagem metodológica, optou-se pela pesquisa qualitativa. O instrumento de investigação adotado foi a entrevista em profundidade baseada em roteiro semiestruturado, realizada com seis profissionais de meia-idade que atuavam em diferentes áreas funcionais no mercado corporativo. A análise dos dados ocorreu por meio da análise de discurso, tomando por base duas categorias: os desafios da transição, considerando o impacto da idade e das transformações do contexto empresarial, e as estratégias de suporte para lidar com a transição, que contempla o período anterior e a própria transição em si. Para lidarem com esses desafios, o suporte social foi o recurso de enfrentamento mais utilizado pelos entrevistados durante o processo de transição.
Citação ABNT:
SOUZA, R. T.; VIEIRA, A. M.; SILVA, R. C. Estratégias de Transição de Carreira Interprofissão: Um Estudo com Profissionais de Meia-Idade do Mercado Corporativo após a Demissão. Revista ADM.MADE, v. 24, n. 2, p. 16-39, 2020.
Citação APA:
Souza, R. T., Vieira, A. M., & Silva, R. C. (2020). Estratégias de Transição de Carreira Interprofissão: Um Estudo com Profissionais de Meia-Idade do Mercado Corporativo após a Demissão. Revista ADM.MADE, 24(2), 16-39.
DOI:
http://dx.doi.org/10.21714/2237-51392020v24n2p016039
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/60237/estrategias-de-transicao-de-carreira-interprofissao--um-estudo-com-profissionais-de-meia-idade-do-mercado-corporativo-apos-a-demissao/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ALBORNOZ, S. G. As esferas do reconhecimento: uma introdução a Axel Honneth. Caderno de Psicologia Social do Trabalho, v. 14, n. 1, p.127-143, 2011.

ANDERSON, M. L.; GOODMAN, J.; SCHLOSSBERG, N. K. Counseling adults in transition: linking Schlossberg’s theory with practice in a diverse world. New York: Springer Publishing Company, 2012.

ARTHUR, M. B. The boundaryless career: a new perspective for organizational inquiry. Journal of Organizational Behavior, v. 15, p. 295-306, 1994.

BAGDADLI, S.; GIANECCHINI, M. Organizational career management practices and objective career success: A systematic review and framework. Human Resource Management Review, ahead-of-print, 2018.

BARUCH, Y. Transforming careers: from linear to multidirectional career paths. Career Development International, v.9, n.1, 2004.

BELKIN, L. The opt-out revolution. New York Times Magazine, New York, 2003.

BRISCOE, J. P.; HALL, D. T. The interplay of boundaryless and protean careers: Combinations and implications. Journal of Vocational Behavior, v. 69, n.1, 2006.

CÁLCENA, E. J. F.; CASADO, T. Desafios e riscos na gestão da própria carreira. In: DUTRA, J. S.; VELOSO, E. F. R. Desafios da gestão de carreira. São Paulo: Atlas, 2013.

COSTA, A. R.; VIEIRA, A. M. Percepção de sucesso na carreira, bem-estar no trabalho e desempenho: um estudo com professores universitários. Qualit@s (UEPB), v. 16, p. 1-13, 2014.

DALTRO, A. L. Quando a perda do emprego ou um propósito novo faz o profissional se reinventar. BBC Brasil, 2018. Disponível em: . Acesso em 21 set. 2019.

DANTE, H. T.; ALBUQUERQUE, L. G. Validação da escala de atitudes de carreira sem fronteiras e carreira proteana no Brasil. ReCaPe Revista de Carreiras e Pessoas São Paulo, v. 6, n. 2, 2016.

DUBERLEY, J.; MALLON, M.; COHEN, L. Exploring career transitions: accounting for structure and agency. Personnel Review, v. 35, n.3, p. 281-296, 2006.

DUTRA, J. S. Administração de carreiras: uma proposta para repensar a gestão de pessoas. São Paulo: Atlas, 2016.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2019.

GODOI, C. K. Perspectivas de análise do discurso nos estudos organizacionais. In: GODOI, C. K., BANDEIRA-DE-MELLO, R., SILVA, A. B. (Orgs.). Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais: paradigmas, estratégias e métodos. 2 ed. São Paulo: Saraiva, p. 375-401, 2015.

GODOI, C. K.; BALSINI, C. P. V. A pesquisa qualitativa nos estudos organizacionais brasileiros: uma análise bibliométrica. In: GODOI, C. K., BANDEIRA-DE-MELLO, R., SILVA, A.B. (Orgs.). Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais: paradigmas, estratégias e métodos. 2 ed. São Paulo: Saraiva, p. 89-112, 2015.

GODOI, C. K.; MATTOS, P. L. C. L. de. Entrevista qualitativa: instrumento de pesquisa e evento dialógico. In: GODOI, C. K., BANDEIRA-DE-MELLO, R., SILVA, A. B. (Orgs.). Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais: paradigmas, estratégias e métodos. 2 ed. São Paulo: Saraiva, p. 301-320, 2015.

HALL, D. T. Careers in and out of organizations. London: Sage Publications, 2002.

HALL, D. T. Protean career of the 21st century. Academy of Management Executive, v.10, n. 4, p. 8-16, 1996.

HALL, D. T. The new career contract: developing the whole person at midlife and beyond. Journal of Vocational Behavior, n. 47, p. 269-289, 1995.

HORST, A. C. V. D..; KLEHE, U. C.; HEIJDEN, B. I. J. M. V. D. Adapting to a looming career transition: how age and core individual differences interact. Journal of Vocational Behavior, v. 99, p. 132-145, 2017.

IBARRA, H. Working identity: unconventional strategies for reinventing your career. Boston: Harvard Business School Press, 2004.

IBGE. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, 2018. Disponível em: . Acesso em 27 mar. 2018.

INKSON, K.; GUNZ, H.; SHIV, G.; ROPER, J. Boundaryless careers: bringing back boundaries. Organization Studies, v. 33, n. 3, 2012.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PNAD Contínua. 2018. Disponível em: . Acesso em 27 set. 2019.

KILIMNIK. Z. M. Transformações e transições nas carreiras: estudos nacionais e internacionais sobre o tema. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2011.

KIM, S. J. The career transition process: a qualitative exploration ok Korean middle-aged workers in postretirement employment. Adult Education Quarterly, v. 64, n. 1, p. 3-19, 2014.

LEVINSON, D. J. A conception of adult development. American Psychologist, v. 41, n. 1, p. 3-13, 1986.

LOUIS, M. R. Career transitions: varieties and commonalities. Academy of Management Review, v. 5, p.329-340, 1980.

LUCIO, C. G. Desafios para o crescimento e o emprego. Estudos Avançados, v. 29, n. 85, p.21-33, 2015.

MAINIERO, L. A.; SULLIVAN, S. E. Kaleidoscope careers: an alternative explanation for the opt-out revolution. Academy of Management Executive, v.19, n. 1, p. 106-123, 2005.

MAINIERO, L. A.; SULLIVAN, S. E. The opt-out revolt: why people are leaving companies to create kaleidoscope careers. Mountain View, Davies-Black Publising, 2006.

MAREE, K. Creating a Sense of Hope: The Essence of Career Construction for Life Designing in a Developing Country Context. In: POPE, M., FLORES, L. Y., PATRICK, J. R. (Eds.). The Role of Values in Carrers. IAP-Information Age Publishing Inc, 2014.

ORLANDI, E. P. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. Campinas: Pontes, 2015.

OVIEDO, C. F. T. Contemporary careers management: critical challenges for human resource management. Apuntes Cenes, v. 34, n.59, 2015.

PISAPIA, T. C.; WOOD JUNIOR, T.; BENDASSOLLI, P. F. Carreiras Sem Fronteiras em uma Instituição Financeira Brasileira de Grande Porte. Trends in Psychology / Temas em Psicologia, v. 24, n.1, 2015.

SCHEIN, E. H. Career anchors revisited: implications for career development in the 21st century. Academy of Management Perspectives, v. 10, n. 4, 1996.

SCHLOSSBERG, N. K. A model for analyzing human adaptation to transition. The Counseling Psychologist, v. 2, n. 9, 1981.

SILVA, F. S.; VENELLI-COSTA, L.; VIEIRA, A. M.; SANEMATSU, L. S. A. Permanência na Carreira dos Profissionais de Segurança Pública: Um Estudo com o Efetivo da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo. Revista Gestão Organizacional, v. 12, n. 4, p. 25-42, 2019.

SIMÕES, P. H.; ALVES, J. E. D.; SILVA, P. L. N. Transformações e tendências do mercado de trabalho no Brasil entre 2001 e 2015; paradoxo do baixo desemprego? Revista Brasileira de Estudos de População, v.33, n.3, p. 541-466, 2016.

SOUZA, M. C.; KILIMNIK, Z. M.; SANT´ANNA, A. S. Representações Metafóricas e as Relações com Perfis de Carreiras: Um Estudo com Jovens Trabalhadores. Revista ADM.MADE, v. 23, n. 3, p. 1-19, 2019.

VAN DER HORST, A. C.; KLEHE, U. C.; VAN DER HEIJDEN, B. I. J. M. Adapting to a looming career transition: how age and core individual differences interact. Journal of Vocational Behavior, v. 99, p. 132-145, 2017.

VELOSO, E. F. R. Carreiras sem fronteiras e transição profissional no Brasil: desafios e oportunidades para pessoas e organizações. São Paulo, Atlas, 2012.

VELOSO, E. F. R. V. Decisões na transição interprofissão: um modelo de orientação de mudanças de carreira. Tese (Livre-Docência) em Administração. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, 2017.

VELOSO, E. F. R. V.; DUTRA, J. S. A tomada de decisões na transição de carreira: uma proposta de associação de conceitos. Revista Administração em Diálogo, v. 16, n. 2, p. 216-245, 2014.

VELOSO, E. F. R. V.; DUTRA, J. S. Carreiras sem fronteiras na gestão pessoal da transição profissional: um estudo com ex-funcionários de uma instituição com características de empresa pública. Revista de Administração Contemporânea, v. 15, n. 5, p. 834-854, 2011.

VELOSO, E. F. R. V.; DUTRA, J. S.; SILVA, R. C.; TREVISAN, L. N. Qualidades da transição interprofissão: um estudo com professores universitários. Organizações em Contexto, v. 11, n. 21, p. 431-452, 2015.

VELOSO, E. F. R.; DUTRA, J. S.; SILVA, R. C.; TREVISAN, L. N. A Racionalidade das Decisões na Transição Interprofissão de Professores Universitários. Cadernos EBAPE.BR, v. 18, n. 1, p. 104-123, 2020.