O Compliance na Percepção de Micro e Pequenos Empresários Outros Idiomas

ID:
60407
Resumo:
O objetivo do presente estudo foi verificar qual a percepção dos micro e pequenos empresários acerca do compliance. Para tanto, além de uma revisão de literatura, foi realizado um levantamento por meio de um questionário aplicado com 98 micro e pequenos empresários da cidade de Joinville-SC a respeito desse tema. Quanto à metodologia, a presente pesquisa tem enfoque qualitativo e natureza exploratória, além de ser classificado como um estudo bibliográfico e de levantamento segundo os procedimentos de coleta de dados. Por meio deste estudo, pode-se concluir que os micro e pequenos empresários encaram práticas como propaganda enganosa, suborno, furto e discriminação no ambiente de trabalho como comportamentos inaceitáveis. Contudo, pode-se verificar que seus pontos fracos residem em temas que envolvem conformidade com a legislação tributária, governança relacionada à tecnologia da informação e falta de pessoal qualificado em contabilidade.
Citação ABNT:
BELARMINO, A. P.O Compliance na Percepção de Micro e Pequenos Empresários. Revista Metropolitana de Governança Corporativa, v. 5, n. 2, p. 65-87, 2020.
Citação APA:
Belarmino, A. P.(2020). O Compliance na Percepção de Micro e Pequenos Empresários. Revista Metropolitana de Governança Corporativa, 5(2), 65-87.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/60407/o-compliance-na-percepcao-de-micro-e-pequenos-empresarios/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Azevedo, M. M., Cardoso, A. A., Darte, J. G., Federico, B. E., & Lima, M. A. F. (2017). O compliance e a gestão de riscos nos processos organizacionais. Revista de Pós-Graduação Multidisciplinar, 1(1), 179-196. doi: 10.22287/rpgm.v1i1.507

Barros, A. J. S., & Lehfeld, N. A. S. (2007). Fundamentos de metodologia científica. (3a ed.). São Paulo, SP: Pearson Prentice Hall.

Bento, A. M. (2018). Fatores relevantes para estruturação de um programa de compliance. Revista da FAE, 21(1), 98-109. Recuperado de

Bertoncini, M. E. S. N., Araújo, A. B. C. (2017). Compliance concorrencial: o controle e o combate às práticas ilícitas do mercado econômico. Revista Percurso, 4(23), 306-325. doi: 10.6084/m9.figshare.6332666

Bittencourt, C. M. (2018). Programas de compliance e a sua importância para as empresas no Brasil. Trabalho de conclusão de curso, Universidade do Sul de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil. Recuperado de https://www.riuni.unisul.br/bitstream/handle/12345/5000/TCC%20RIUNI%20- %20Cristiana%20Melillo%20Bittencourt.pdf?sequence=1

Blok, M. (2017). Compliance e governança corporativa. (1a ed.). Rio de Janeiro, RJ: Freitas Bastos Editora.

Bueno, M. L. C. L. (2017). JurisCast #6 – Compliance (Podcast). Recuperado de

Carazzai Sobrinho, E. H., & Almeida, J. R. P. (2016). Os avanços e desafios da governança corporativa e do compliance no Brasil. Cadernos FGV projetos, 11(28), 146-159. Recuperado de https://fgvprojetos.fgv.br/sites/fgvprojetos.fgv.br/files/cadernos_compliance_site_update.pdf

Castro, P. R., Amaral, J. V., & Guerreiro R. (2018). Aderência ao programa de integridade da lei anticorrupção brasileira e implantação de controles internos. Revista Contabilidade & Finanças, 30(80), 186-201.

Coimbra, M. A., & Manzi, V. A. (2010). Manual de Compliance. (1a ed.). São Paulo, SP: Atlas.

Curi, V. K. (2017). Implantação de um programa de gestão de compliance em empresas de pequeno porte. Trabalho de conclusão de curso, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, Brasil. Recuperado de http://hdl.handle.net/1884/55632

Domingues, L. M., Muritiba, P. M., & Muritiba, S. N. (2016). Boa governança corporativa em micro e pequenas empresas leva à internacionalização? CONTEXTUS Revista - Contemporânea de Economia e Gestão, 14(3), 53-78. doi: http://dx.doi.org/10.19094/contextus.v14i3.831

Furtado, H. V. (2017). Compliance: a questão ética nas relações negociais no Brasil. Dissertação de mestrado, Centro Universitário Curitiba, Curitiba, PR, Brasil. Recuperado de

Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. (2013). Governança corporativa em empresas de controle familiar: casos de destaque no Brasil. (1a ed.). São Paulo, SP: Saint Paul.

Instituto Brasileiro de Governança Corporativa. (2015). Código das Melhores Práticas de Governança Corporativa. (5a ed.). São Paulo, SP: IBGC.

Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação. (2018). Sonegação fiscal das empresas brasileiras. Curitiba, PR: IBPT. Recuperado de

Köche, J. C. (2015). Fundamentos de metodologia científica. (34a ed.). Petrópolis, RJ: Vozes.

Lei complementar n. 123, de 14 de dezembro de 2006. (2006, 14 de dezembro). Institui o Estatuto Nacional da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte; altera dispositivos das Leis no 8.212 e 8.213, ambas de 24 de julho de 1991, da Consolidação das Leis do Trabalho CLT, aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, da Lei no 10.189, de 14 de fevereiro de 2001, da Lei Complementar no 63, de 11 de janeiro de 1990; e revoga as Leis no 9.317, de 5 de dezembro de 1996, e 9.841, de 5 de outubro de 1999. Recuperado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/lcp/lcp123.htm

Lei n. 8.078, de 11 de setembro de 1990. (1990, 11 de setembro). Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências. Recuperado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8078.htm

Lourenço, A. E. G. (2015). Código de ética no contexto das pequenas empresas. Dissertação de mestrado, Faculdade Campo Limpo Paulista, Campo Limpo Paulista, SP, Brasil. Recuperado de http://www.faccamp.br/new/arq/pdf/mestrado/Documentos/producao_discente/AndreEduardo.pdf

Martins, A. O. (2018). Gestão de risco de compliance principais entraves para as empresas brasileiras atingirem maior maturidade. Dissertação de mestrado, Universidade do Vale do Rio dos Sinos, Porto Alegre, RS, Brasil. Recuperado de http://www.repositorio.jesuita.org.br/handle/UNISINOS/7339

Mazzola, C. M. S. (2014). Aplicabilidade das práticas de compliance e controle interno no combate às fraudes corporativas no Brasil. Dissertação de mestrado, Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, SP, Brasil. Recuperado de http://tede.mackenzie.br/jspui/handle/tede/955

Mota, C. M. A., Santos, T. B., & Pagliato, W. (2016). Compliance: tendência mundial na prevenção de riscos e combate à corrupção. SINDCONT-SP. Recuperado de http://www.sindcontsp.org.br/uploads/acervo/arquivos/6c3ae4b2a41137e6c5e855ed1024246f.pdf

Perovano, D. G. (2016). Manual de metodologia da pesquisa científica. (1a ed.). Curitiba, PR: InterSaberes.

Pinheiro, R. G., Carvalho, L. M., Pinto, C. R. S., & Ferreira, J. (2018). Compliance: controle interno nas pequenas e médias empresas – adoções e restrições como ferramenta de gestão. Redeca, 5(1), 72-86. Recuperado de https://revistas.pucsp.br/redeca/article/view/35787

Pinto Junior, M. E. (2016). Corrupção, governança, ética e compliance. Cadernos FGV projetos, 11(28), 74-89. Recuperado de https://fgvprojetos.fgv.br/sites/fgvprojetos.fgv.br/files/cadernos_compliance_site_update.pdf

Prado, E. V., Correa, D. A., Padoveze, C. L., Nazareth, L. G. C., & Bertassi, A. L. (2018). Proposta de um programa de ética e compliance integrado com a gestão de pessoas. Revista Perspectivas Contemporâneas, 13(2), 01-23. http://revista2.grupointegrado.br/revista/index.php/perspectivascontemporaneas/article/view/2607

Rocha Junior, F. A. R. M., & Gizzi, G. F. T. B. (2018). Fraudes corporativas e programas de compliance. (1a ed.). Curitiba, PR: InterSaberes.

Rodrigues, C. A. (2013). Aspectos relevantes da auditoria de compliance nas Micro e Pequenas Empresas. Trabalho de conclusão de curso, Centro Universitário de Brasília, Brasília, DF, Brasil. Recuperado de https://repositorio.uniceub.br/jspui/handle/235/5005

Santos, R. A. (2011). Compliance como ferramenta de mitigação e prevenção da fraude organizacional. Dissertação de mestrado, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil. https://tede2.pucsp.br/handle/handle/979

Sebrae. (2016). Sobrevivência das empresas no Brasil. Brasília, DF: Sebrae. Recuperado de https://m.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Anexos/sobrevivencia-das-empresas-no-brasil-102016.pdf

Silva, E. C. (2006). Governança corporativa nas empresas. (1a ed.). São Paulo, SP: Atlas.

Simonsen, R. (2016). Os desafios do compliance. Cadernos FGV projetos, 11(28), 60-73. Recuperado de https://fgvprojetos.fgv.br/sites/fgvprojetos.fgv.br/files/cadernos_compliance_site_update.pdf

Terra, D. M., & Bianchi, E. M. P. G. (2018). Compliance nas micro e pequenas empresas: percepções de seus administradores. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, 7(3), 58-84. doi: https://doi.org/10.14211/regepe.v7i3.692

Wilken, M. L. F. D. X. D. (2017). Compliance: em qual medida é compatível a implantação do programa de compliance, que é aplicável nas grandes empresas, nas micro e pequenas empresas? Trabalho de Conclusão de Curso, Faculdade de Direito de Vitória, Vitória, ES, Brasil. Recuperado de: http://191.252.194.60:8080/handle/fdv/402