Satisfação Acadêmica de Estudantes de Ensino Superior: O Caso de um Campus Universitário Outros Idiomas

ID:
60526
Resumo:
O objetivo deste trabalho é identificar o grau de satisfação acadêmica dos alunos dos cursos de Ensino Superior de uma instituição pública do Rio Grande do Sul com o curso, com oportunidades de desenvolvimento e com a satisfação com a instituição. Os dados foram coletados por meio de um questionário com 384 acadêmicos e analisados com o auxílio do software SPSS, por meio dos testes estatísticos U Mann Whitney para até dois grupos e o de Kruskal Wallis para mais de dois grupos, a fim de verificar as diferenças de satisfação quanto às variáveis de perfil. As questões qualitativas foram analisadas por meio de nuvens de palavras criadas no software Word Art. Os resultados apresentaram significância para o sexo, curso, idade e se os acadêmicos trabalhavam ou não. Pelos resultados, identificou-se que homens, estudantes do curso de Economia e pessoas mais velhas possuem experiências mais satisfatórias com sua formação acadêmica. Nas questões de cunho qualitativo, identificou-se forte influência do professor para a satisfação com o curso, além de serem verificadas limitações entre a integração de teoria e prática nas disciplinas. Buscou-se, por meio deste trabalho, entender como se dá o processo de interação dos estudantes com a instituição, pois essa é uma questão de planejamento para as universidades.
Citação ABNT:
ROSSATO, V. P.; PINTO, N. G. M.; MÜLLER, A. P. Satisfação Acadêmica de Estudantes de Ensino Superior: O Caso de um Campus Universitário. Revista de Gestão e Secretariado, v. 11, n. 3, p. 185-211, 2020.
Citação APA:
Rossato, V. P., Pinto, N. G. M., & Müller, A. P. (2020). Satisfação Acadêmica de Estudantes de Ensino Superior: O Caso de um Campus Universitário. Revista de Gestão e Secretariado, 11(3), 185-211.
DOI:
http://dx.doi.org/10.7769/gesec.v11i3.1082
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/60526/satisfacao-academica-de-estudantes-de-ensino-superior--o-caso-de-um-campus-universitario/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
Almeida, L. S., & Soares, A. P. (2004). Os estudantes universitários: sucesso escolar e desenvolvimento psicossocial. Estudante Universitário: características e experiências de formação. Taubaté: Cabral Editora e Livraria Universitária. p. 15-40.

Antonelli, R. A., Colauto, R., & Cunha, J. V. A. (2012). Expectativa e satisfação dos alunos de Ciências Contábeis com relação às competências docentes. REICE. Revista Iberoamericana sobre Calidad, Eficacia y Cambio en Educación, 10(1), 75-91.

Appleton-Knapp, S. L., & Krentler, K. A. (2006). Measuring student expectations and their effects on satisfaction: The importance of managing student expectations. Journal of marketing education, 28(3), 254-264.

Araujo, D. F., Cabral, A. C. A., Pitombeira, S. S. R., & Roldan, V. P. S. (2012). Measurement of the satisfaction index with an undergraduate course in the perspective of students: a study in the executive secretariat course of ufc/mensuracao do indice de satisfacao em um curso de graduacao sob a perspectiva dos estudantes: um estudo no curso de secretariado executivo da ufc. R. G. Secr., GESEC., 3(2), 153-182.

Archer, E. R. (1997). O mito da motivação. Psicodinâmica da vida organizacional: motivação e liderança, 2, 23-46.

Assis, R. C. C., Moura, G. L., & Alves, M. A. (2020). Satisfação dos estudantes de cursos de Gestão de uma Instituição Superior Pública. ForScience, 8(1), e00656-e00656

Bergamo, F. V. M., Giuliani, A. C., Camargo, S. H. C. R. V., Zambaldi, F., & Ponchio, M. C. (2012). A lealdade do estudante baseada na qualidade do relacionamento: uma análise em Instituições de Ensino Superior. Brazilian Business Review, 9(2), 26-47.

Bernardi, F. C., Donadello, G., Camargo, M. E., & Cruz, M. R. (2012). Um estudo sobre a satisfação de clientes (alunos): estudo de caso em uma escola de idiomas. Anais do VIII Congresso Nacional de Excelência em Gestão, Niterói, RJ, Brasil.

Cavalheiro, E. A., Vieira, K. M., Potrich, A. C., Campara, J. P., & Paraboni, A. L. (2013). Fatores determinantes da satisfação de discentes: um estudo com universitários. Revista Brasileira de Administração Científica, 4(4), 28-43.

Colares, A. F. V., & Sindeaux, R. V. (2015). Greve nas Universidades Federais em 2012: um movimento na academia e sua repercussão na sociedade. Textos e Debates, 2(24).

Cunha, P. R., Gomes, G., & Beck, F. (2016). Satisfação dos estudantes do Curso de Ciências Contábeis: estudo em Universidades Públicas de Santa Catarina. Contabilidade Vista & Revista, 27(1), 42-62.

Dalmonech, H. A. G., Goularte, M. A., Ramos, P. F., & Monte-Mor, D. S. (2016). Fatores que influenciam a indicação de uma Instituição Pública Federal de Ensino por seus alunos Através do marketing boca a aoca. Revista Eletrônica de Ciência Administrativa, 15(1), 25-39.

Duque, L. C. (2014). A framework for analysing higher education performance: students' satisfaction, perceived learning outcomes, and dropout intentions. Total Quality Management & Business Excellence, 25(1-2), 1-21.

Faria, A. C., Come, E.; Poli, J., & Felipe, Y. X. (2006). O grau de satisfação dos alunos do curso de Ciências Contábeis: busca e sustentação da vantagem competitiva de uma IES privada. Enfoque Reflexão Contábil, 25(1), 15-36.

Fávero, M. L. A. (1999). Autonomia Universitária no Brasil: uma utopia. EPAA, 7(24), 1999.

Gianesi, I. G. N., & Corrêa, H. L. (2006). Administração estratégica de serviços: operações para a satisfação do cliente. São Paulo: Atlas.

Gil, A. C. (2008). Métodos e técnicas de pesquisa social (6. ed.). São Paulo: Atlas.

Gomes, G., Dagostini, L., & Cunha, P. R. (2013). Satisfação dos Estudantes do Curso de Ciências Contábeis: estudo em uma faculdade do Paraná. Revista da Faculdade de Administração e Economia, 4(2), 102-123.

Gursoy, D., & Umbreit, W. T. (2005). Exploring students’ evaluations of teaching effectiveness: what factors are important? Journal of Hospitality & Tourism Research, Newbury Park, 29(1), 91-109.

Hair, J., Babin, B., Money, A., & Samouel, P. (2005). Fundamentos de métodos de pesquisa em administração. Porto Alegre: Bookman.

Lei n. 9394, de 20 de dezembro de 1996. (1996). Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União. Brasília, DF: Ministério da Educação.

Lizote, S. A., Verdinelli, M. A., Terres, J. C., Camozzato, E. S., & Seemann, J. S. (2018). Satisfação dos alunos com o curso de Ciências Contábeis: uma análise em diferentes Instituições de Ensino Superior. Revista Ambiente Contabil, 10(1), 293.

Luce, M. B., Fagundes, C. V., & Mediel, O. G. (2016). Internacionalização da educação superior: a dimensão intercultural e o suporte institucional na avaliação da mobilidade acadêmica. Revista da Avaliação da Educação Superior, 21(2), 317-339.

Malhotra, N. (2006). Pesquisa de marketing: uma orientação aplicada (4. Ed). Porto Alegre: Bookman. Marketing Education, 24(3), 193-202.

Ministério da Educação, Altos índices de desistência na graduação revelam fragilidade do ensino médio, avalia ministro. Recuperado em 24 de maio de 2020 de: http://portal.mec.gov.br/component/tags/tag/32044-censo-da-educacao-superior

Morales, J. V., Valle, M., Díaz, A., & Pérez, M. V. (2018). Adaptacion de la Escala de Satisfaccion Academica en Estudiantes Universitarios Chilenos. Revista Psicologia Educativa, 24(2), 99-106.

Moreira, L. K. R., Moreira, L. R., & Soares, M. G. (2018). Educação Superior no Brasil: discussões e reflexões. Educação Por Escrito, 9(1), 134-150.

Moresi, E. (2003). Metodologia da pesquisa. Brasília: Universidade Católica de Brasília.

Nascimento, J. C. H. B., Bernardes, J. R., Sousa, W. D., & Lourenço, R. L. (2016). Avaliação institucional: aplicação da Teoria da Resposta ao Item para avaliação discente em Ciências Contábeis. Future Studies Research Journal: Trends and Strategies, 8(2), 122148.

Pacheco, I. J. D., Mesquita, J. M. C., & Dias, A. T. (2015). Qualidade percebida e satisfação dos alunos da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica. Revista Gestão & Tecnologia, (2), 5-28.

Paswan, A. K., & Young, J. A. (2002). Student Evaluation of Instructor: A Nomological Investigation Using Structural Equation Modeling. Journal of Marketing Education, 24(3), 193-202.

Ramos, A. M., Barlem, J. G. T., Lunardi, V. L., Barlem, E. L. D., Silveira, R. S., & Bordignon, S. S. (2015). Satisfação com a experiência acadêmica entre estudantes de graduação em Enfermagem. Texto & Contexto Enfermagem, 24(1).

Reyes Júnior, E., Reis, A. L. N., Costa, V. F. S, Santos, Y. A. (2018). Relações interpessoais e sua influência na satisfação dos acadêmicos. R.G. Secr., GESEC, 9(3).

Rodrigues, A. S. S., & Liberato, G. B. (2016). Fatores Determinantes da Satisfação com a Experiência Acadêmica. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, 10(2), 18-33.

Santos, A. A. A., Polydoro, S. A. J, Scortegagna, S. A., & Linden, M. S. S. (2013). Integração ao ensino superior e satisfação acadêmica em universitários. Psicologia Ciência e Profissão, 33(4).

Santos, M. R., Goulart, A. L., Miyoshi, M. H., & Santos, A. M. N. (2014). A importância de um questionário de avaliação de unidade curricular. Revista Brasileira de Educação Médica, 38(2), 190-197.

Schleich, A. L. R. (2006). Integração na educação superior e satisfação acadêmica de estudantes ingressantes e concluintes. (Dissertação de mestrado). Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP, Brasil.

Schleich, A. L. R., Polydoro, S. A. J., & Santos, A. A. A. (2006). Escala de Satisfação com a Experiência Acadêmica de Estudantes de Ensino Superior. Avaliação Psicológica, 5(1), 11-20.

Severgnini, E., Galdamez, E. V. C., & Moraes, R. O. (2018). Satisfação e Contribuição dos Stakeholders a partir do Modelo Performance Prism. Brazilian Business Review, 15(2), 120-134.

Souza, S. A., & Reinert, J. N. (2010). Avaliação de um curso de ensino superior através da satisfação/insatisfação discente. Avaliação: Revista da Avaliação da Educação Superior, 15(1).

Traina‐Chacon, J. M., & Calderón, A. I. (2015). A expansão da educação superior privada no Brasil: do governo de FHC ao governo de Lula. Revista iberoamericana de educación superior, 6(17), 78-100.

Venturini, J. C., Pereira, B. A. D., Vieira, K. M., & Milach, F. T. (2008). Satisfação dos alunos do curso de Ciências Contábeis da UNIFRA: um estudo à luz das equações estruturais. Anais do Congresso de Controladoria e Contabilidade da USP, São Paulo, SP, Brasil.

Vieira, K. M., Kunkel, F. I. R., & Mallmann, E. M. (2013). Satisfação dos estudantes de educação a distância da UFSM: uma análise multifatorial. Electronic Journal of Management, Education and Environmental Technology (REGET), 12(12), 2617-2632.

Vieira, K. M., Milach, F. T., & Huppes, D. (2008). Equações estruturais aplicadas à satisfação dos alunos: um estudo no curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal de Santa Maria. Revista Contabilidade & Finanças USP, 19(48), 65-76.