Trabalho, reprodução material e formação dos preços no desenvolvimento capitalista Outros Idiomas

ID:
61080
Resumo:
Neste artigo é proposta uma abordagem das relações entre a formação dos preços e o desenvolvimento capitalista cujo ponto de partida é o processo de trabalho em sua articulação com a reprodução material da sociedade. Metodologicamente, isto se expressa pela consideração da agregação monetária de valor baseada no tempo de trabalho como o processo básico da formação dos preços, de acordo com a teoria do valor de Marx. A partir da demonstração de que o valor agregado é a categoria econômica que permite analisar a articulação do processo de trabalho com a reprodução material da sociedade, neste artigo foi também demonstrado que tal reprodução pode ser caracterizada como um processo em que riquezas, valores e preços, embora sujeitos à luta de classes, determinam-se reciprocamente ao longo do tempo. Neste processo foi evidenciado que uma equalização estável das taxas de lucro dificilmente pode ocorrer; ao contrário, a adoção da taxa de lucro como critério microeconômico de decisão sobre a qual se baseia a sua contínua equalização, assim como o distanciamento do valor agregado em relação ao equivalente monetário do tempo de trabalho provocado pelo processo global de equalização das taxas de lucro, tem como consequência uma ineficiência alocativa que se mostra inerente ao capitalismo. A produção capitalista, assim, ao ser determinada pela dinâmica da própria acumulação do capital, coloca-se em contradição com as necessidades sociais. Pelos seus efeitos perturbadores sobre a reprodução material da sociedade, tal contradição pode ser considerada uma das causas fundamentais do caráter desigual do desenvolvimento capitalista. Palavras-chave: Teoria marxista do valor. Reprodução social. Desenvolvimento desigual.
Citação ABNT:
SILVA NETO, B.Trabalho, reprodução material e formação dos preços no desenvolvimento capitalista. Desenvolvimento em Questão, v. 18, n. 53, p. 10-31, 2020.
Citação APA:
Silva Neto, B.(2020). Trabalho, reprodução material e formação dos preços no desenvolvimento capitalista. Desenvolvimento em Questão, 18(53), 10-31.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/61080/trabalho--reproducao-material-e-formacao-dos-precos-no-desenvolvimento-capitalista/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
COCKSHOTT P. W.; COTTRELL, A.; MICHAELSON, G. J. Testing Labor Value Theory with input/output tables. Department of Computer Science, University of Strathclyde, 1993 Disponível em: http://www.helmutdunkhase.de/marxts.pdf. Acesso em: 10 jan. 2020.

COCKSHOTT, P. Competing theories: Wrong or Not Even Wrong? Vlaams Marxistisch Tijdschrift, 45(2), p. 97-103, 2011.

FARJOUN, E.; MARCHOVER, M. Laws of Chaos: A Probabilistic Approach to Political Economy. London: Verso Editions, 1983.

HARVEY, D. L.; REED, M. Social science as the study of complex systems. In: KIEL, D. L.; ELLIOT, E. (ed.) Chaos theory in the social sciences. Foundations and applications. Michigan, University of Michigan Press, p. 295-323, 2004.

HUSSON, M. Misère du capital. Une critique du néoliberalisme. Paris: Syros, 1996. (disponível em: http:// hussonet.free.fr/mdk.pdf. Acesso em: 15 jan. 2020.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Sistema de Contas Nacionais. Rio de Janeiro: Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão; Contas Nacionais número 56, 2017.

KIEL, D. L.; ELLIOT, E. (ed.) Chaos theory in the social sciences. Foundations and applications. Michigan, University of Michigan Press, 2004.

KLIMAN, A. Reclaiming Marx’s “Capital”. A refutation of the myth of inconsistency. Lanham: Lexington Books, 2007

LUKÁCS, G. Ontologie de l’être social. L’idéologie, l’aliénation. Paris: Éd. Delga, 2012.

LUKÁCS, G. Ontologie de l’être social. Le travail, la reproduction. Paris: Éd. Delga, 2011.

LUKÁCS, G. Prolégomènes à l’ontologie de l’être social. Paris: Éd. Delga, 2009.

LUKÁCS, G. The ontology of social being. 2. Marx basic ontological principles. London: Merlin Press, 1978.

MARX, K. Capital. A critique of Political Economy. Volume I. Nova York: International Publishers, on-line version: Marx.org. 1996, Marxists.org. 2010 [1867].

MARX, K. Capital. A critique of Political Economy. Volume III edited by Friedrich Engels. Nova York: International Publishers, on-line version: Marx.org. 1996, Marxists.org. 2010 [1894].

NICHOLAS, H. Marx’s Theory of Price and its Modern Rivals. New York: Palgrave Macmillan, 2011.

ROBINSON, J. Further Contributions to Modern Economics. London: Blackwell, 1981.

SILVA NETO, B. A promoção do desenvolvimento sustentável e a teoria marxista dos preços. A importância das rendas diferenciais na teoria dos preços de Marx. Desenvolvimento em Questão, ano 16, número 44, p. 9-41, jul./set. 2018.

SMITH, A. An Inquiry into the Nature and Causes of the Wealth of Nations. Volume I. Oxford: Oxford University Press, 1976.

ZACHARIAH, D. Labor value and equalization of profit rates: a multi-country study. Indian Development Review, (4), June 2006.