Viradores e suas Virações: A Prática Cotidiana de um Empreendedor Artista de Rua Outros Idiomas

ID:
61472
Resumo:
O objetivo da pesquisa foi investigar práticas de gestão ordinária do empreendedor artista de rua, buscando evidenciar como se dá o “se virar” desse indivíduo no âmbito da gestão de seu “negócio”. Enquadrando o artista no metamodelo empreendedorístico do “virador”, foram observadas características relacionadas ao espaço, recursos mobilizados e interações sociais vivenciadas pelos artistas de rua observados. Quanto ao método, foi realizada uma pesquisa exploratória de abordagem qualitativa em um cruzamento de ruas da cidade de São João del-Rei (Minas Gerais), a partir das técnicas de observação não participante e entrevista. Os achados empíricos apontam para uma situação de ressignificação dos espaços, vivências e fazeres, nos quais os artistas investigados fazem da rua seu “picadeiro” e escritório, realizando, de modo consciente ou não, a gestão ordinária dos seus “negócios”. Os resultados sinalizam, também, que os artistas de rua pesquisados são personagens envoltos em mitos, ritos e preconceitos, sendo reconhecidos e valorizados por alguns, mas tratados à margem da sociedade por outros.
Citação ABNT:
SOUZA NETO, B.; DINIZ, D. M.; SILVA, A. S. Viradores e suas Virações: A Prática Cotidiana de um Empreendedor Artista de Rua. Revista Interdisciplinar de Gestão Social, v. 9, n. 3, p. 35-53, 2020.
Citação APA:
Souza Neto, B., Diniz, D. M., & Silva, A. S. (2020). Viradores e suas Virações: A Prática Cotidiana de um Empreendedor Artista de Rua. Revista Interdisciplinar de Gestão Social, 9(3), 35-53.
DOI:
http://dx.doi.org/10.9771/23172428rigs.v9i3.36033
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/61472/viradores-e-suas-viracoes--a-pratica-cotidiana-de-um-empreendedor-artista-de-rua/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AZEVEDO, D. Aprendizagem Organizacional e Epistemologia da Prática: um balanço de percurso e repercussões. Revista Interdisciplinar de Gestão Social, Salvador, v. 2, n. 1, p. 35-55, 2013.

BARTHOLO, R. A Dor De Fausto – Ensaios. Rio de Janeiro: Editora Revan, 1992.

BELCHIOR. Alucinação. In: Alucinação. Gravadora Poligram, 1976.

BONI, V.; QUARESMA, S. J. Aprendendo a entrevistar: como fazer entrevistas em ciências sociais. Em Tese, Florianópolis, v. 2, n. 1, p. 68-80. 2005.

CARLOS, A. F. A. O lugar no/do mundo. São Paulo: Hucitec, 1996.

CARRIERI, A. de P.; PERDIGÃO, D. A.; MARTINS, P.; AGUIAR, A. R. C. A Gestão Ordinária e suas práticas: o caso da Cafeteria Will Coffee. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 12, p. e141359, nov. 2018.

CERTEAU, M. de. A Invenção do Cotidiano – Artes de Fazer. 3. ed. Petrópolis: Ed. Vozes, 1998.

FERREIRA, L. B.; TORRECILHA, N.; MACHADO, S. H. S. A técnica de observação em estudos de administração. In: ENCONTRO DA ANPAD, 36., 2012, Rio de Janeiro. Anais... 2012.

FILION, L. J. Empreendedorismo e gerenciamento: processos distintos, porém complementares. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v. 40, n. 3, p. 8-17, 2000.

FREITAS, H.; MOSCAROLA, J. Da observação à decisão: métodos de pesquisa e de análise quantitativa e qualitativa de dados. RAE-Eletrônica, v. 1, n. 1, p. 1-30, 2002.

GUATTARI, F. As três ecologias. Tradução Maria Cristina F. Bittencourt. Campinas: Papirus, 1990.

HEIDEGGER, M. Construir, habitar, pensar. In: Ensaios e conferências. Tradução de Emmanuel C. L., Gilvan F., Marcia S. C. Petrópolis: Vozes, 2001.

LAHIRE, B. Patrimônios individuais de disposições: para uma sociologia à escala individual. Sociologia, Problemas e Práticas, n. 49, p. 11-42, 2005.

LEVI-STRAUSS, C. The savage mind. Chicago: The University of Chicago Press, 1966.

LYNCH, K. “A forma da cidade”. In: A imagem da cidade. São Paulo: Martins Fontes, 1980.

RAUCH, A.; WIKLUND, J.; FRESE, M.; LUMPKIN, G. T. Entrepreneurial orientation and business performance: cumulative empirical evidence. Proceedings of the Frontiers of Entrepreneurship Research, v. 33, p. 761-788, 2004.

RICHARDSON, R. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1985.

SACHS, I. Inclusão Social pelo Trabalho: Desenvolvimento Humano, Trabalho Decente e o Futuro dos Empreendedores de Pequeno Porte, Rio de Janeiro: Editora Garamond, SEBRAE Nacional, 2003.

SANTOS, L. L. da S.; SILVEIRA, R. A. Por uma epistemologia das práticas organizacionais: a contribuição de Theodore Schatzki. Revista O&S, Salvador, v. 22, n. 72, p. 79-98, 2015.

SARASVATHY, S. The questions we ask and the questions we care about: Reformulating some problems in entrepreneurship research. Journal of Business Venturing, v. 19, n. 5, p. 707-717, 2014.

SEN, A. K. Desenvolvimento como liberdade. Trad. Laura Teixeira Motta. São Paulo: Companhia das Letras, 2000.

SILVERMAN, D. Interpretação de dados qualitativos: métodos para análise de entrevistas, textos e interações. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2009.

SIQUEIRA, A. Arte e Sustentabilidade: argumentos para a pesquisa ecopoética da cena. Moringa, João Pessoa, v. 1, n. 1, p. 87-99, 2010.

SOUSA FILHO, A. Michel de Certeau: Fundamentos de uma sociologia do cotidiano. Sociabilidades, v. 2, p. 129-134, 2002.

SOUZA NETO, B. de. Contribuição e Elementos para um Metamodelo Empreendedor Brasileiro: o Empreendedorismo de Necessidade do “Virador”. São Paulo: Blucher Acadêmico, 2008.

SOUZA NETO, B. de; DELAMARO, M. C.; BARTHOLO, R. Max Weber e a Singularidade da Cultura Ocidental: uma Reflexão sobre o “Espírito” do Empreendedorismo Brasileiro. In: Workshop de Formación de Emprendedores Universitarios del Mercosur, 1., Lujan, Argentina. Anais... 2004. CD-Rom.

SOUZA, J. Os Batalhadores Brasileiros: Nova Classe Média ou Nova Classe Trabalhadora? Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2010.

SOUZA, M. M. P. de.; CARRIERI, A. de P. Racionalidades no fazer artístico: estudando a perspectiva de um grupo de teatro. RAE Revista de Administração de Empresas, v. 51, n. 4, p. 382-395, 2011.

YUNUS, M. Creating a world without poverty: social business and the future of capitalism. Nova Iorque: Public Affairs Books, 2008.

YUNUS, M. Credit for the Poor: Poverty as Distant History. Harvard International Review, v. 29, n. 3, p. 15-27, outono 2007.

ZAHRA, S.; GEDAJLOVIC, E.; DONALD, O.; NEUBAUM, D.; SHULMAN, J. A typology of social entrepreneurs: motives, search processes and ethical challenges. Journal of Business Venturing, v. 24, n. 5, p. 519-532, 2009.