Deveres de informação e o cumprimento pelos bancos portugueses no PSI 20 Outros Idiomas

ID:
6206
Resumo:
A sociedade civil exige às empresas transparência na sua gestão e eficiência nos resultados. Às sociedades cotadas, esta exigência passa por um enquadramento legal e regulamentar maior devido à sequência dos recentes escândalos financeiros que colocaram em causa os alicerces da sociedade capitalista contemporânea. Espera-se que as instituições financeiras, enquanto organizações dinamizadoras da economia, integrem na sua estrutura organizacional órgãos de gestão e controlo que possam satisfazer a elevada exigência que sobre estas empresas está a ser exercida. Neste artigo, após o enquadramento legal e regulamentar português, à data de 31/12/2005, apresenta-se uma análise à informação divulgada pelos três bancos portugueses que integram o índice bolsista PSI 20. No final do estudo recomendamos que se integrem os interesses das várias partes interessadas nos órgãos de decisão dos bancos, de modo a contribuírem para uma maior robustez dos diferentes modelos de governo das sociedades no sector bancário.
Citação ABNT:
RODRIGUES, J. J. M.; SEABRA, F. M. D. S. H.; MATA, C. M. S. Deveres de informação e o cumprimento pelos bancos portugueses no PSI 20. Revista Universo Contábil, v. 5, n. 2, p. 106-124, 2009.
Citação APA:
Rodrigues, J. J. M., Seabra, F. M. D. S. H., & Mata, C. M. S. (2009). Deveres de informação e o cumprimento pelos bancos portugueses no PSI 20. Revista Universo Contábil, 5(2), 106-124.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/6206/deveres-de-informacao-e-o-cumprimento-pelos-bancos-portugueses-no-psi-20/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português