Um Conceito Ampliado da Dinâmica da Rotina Organizacional Outros Idiomas

ID:
62759
Resumo:
O objetivo deste artigo é apresentar um conceito ampliado da Dinâmica da Rotina Organizacional ao discutir as limitações à agência dos artefatos na perspectiva teórica da Dinâmica da Rotina Organizacional. Visa contribuir para um entendimento das influências de fatores externo na dinâmica da rotina organizacional e para a discussão da influência mútua entre atores e artefatos na rotina organizacional, por meio da constatação de influência de uma etapa prévia que acontece em um contexto sociomaterial diverso, onde são acumuladas experiências, memórias e onde se dão reflexões prévias à atuação do ator na rotina organizacional. O entendimento da ampliação da dinâmica da rotina para considerar etapas prévias externas à organização contribui para a discussão no campo da Governança Corporativa sobre a agregação de valor da indicação de Conselheiros Independentes, bem como sobre as dinâmicas na atuação de consultores ou profissionais autônomos, tais como professores e médicos. Para isso, foi realizada uma revisão de literatura sobre o tema ‘artefatos’ dentro do arcabouço da perspectiva teórica da Dinâmica da Rotina Organizacional, da qual foram extraídas principais tipologias, focos de análise e tendências de evolução das discussões e entendimentos sobre a Dinâmica da Rotina Organizacional. Como resultado, acredita-se que há uma contribuição teórica para o entendimento da recursividade entre atores e artefatos na dinâmica da rotina, bem como para o entendimento da formação dos aspectos ostensivos e performativos da rotina. Neste sentido, acredita-se que há uma limitação à agência os artefatos que se dá a partir da influência de contextos externos onde há uma etapa de reflexão e de formação de experiências e memórias prévias à atuação do ator na rotina organizacional, de forma que se identificou o ator entrante como agente de alteração do contexto sociomaterial, visualizado por meio da reintrodução, na análise da rotina organizacional, do estágio cognitivo e reflexivo ‘pré-rotina’, imerso em experiências acumuladas em outro contexto, seguido do estágio sociomaterial na realização da rotina. Como contribuição prática, verifica-se assim a oportunidade de as organizações desenvolverem mecanismos de gestão para lidarem com as influências externas introduzidas por atores entrantes nas rotinas, de modo a considerar a absorção das contribuições de atores entrantes e a alteração ou limitação da agência de seus artefatos. Por fim, são sugeridas pesquisas empíricas que incluam etapas prévias em contextos externos com o objetivo de aprofundar a análise das influências externas na recursividade entre ator e artefato, na formação dos aspectos ostensivos e performativos e nas limitações à agência dos artefatos na dinâmica da rotina organizacional.
Citação ABNT:
TREVIA, C. F.; ROCHA-PINTO, S. R.; GUIMARÃES, M. I. P.; JARDIM, L. S.; BROMAN, S. L. S. Um Conceito Ampliado da Dinâmica da Rotina Organizacional. Revista de Administração da Unimep, v. 19, n. 1, p. 252-275, 2021.
Citação APA:
Trevia, C. F., Rocha-pinto, S. R., Guimarães, M. I. P., Jardim, L. S., & Broman, S. L. S. (2021). Um Conceito Ampliado da Dinâmica da Rotina Organizacional. Revista de Administração da Unimep, 19(1), 252-275.
DOI:
252-275
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/62759/um-conceito-ampliado-da-dinamica-da-rotina-organizacional/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português