Evidências da Prática de Gerenciamento de Resultados: Uma Análise das Fintechs Brasileiras Outros Idiomas

ID:
64539
Resumo:
O Gerenciamento de Resultados (GR) é uma das diversas dimensões da qualidade da informação contábil e apresenta circunstâncias diferenciadas para cada tipo de usuário das demonstrações financeiras. O GR é caracterizado pelas modificações intencionais nos resultados contábeis. Para a economia, as FinTechs são consideradas companhias que oferecem riscos ao sistema financeiro, por apresentarem ferramentas mais “ousadas” do que as Instituições Financeiras clássicas. Assim, o objetivo desta pesquisa é analisar as evidências da prática do GR nas FinTechs brasileiras, no período de 2009 a 2017. A pesquisa classifica-se como quantitativa, descritiva e documental, aplicando regressão linear múltipla com dados em painel. Como resultados, destacase que possivelmente existem evidências da prática de GR pelos gestores das companhias classificadas como FinTechs, por meio do uso das Provisões para Perdas de Créditos (PPC). A ocorrência da prática de GR por estas companhias pode estar sendo utilizada para eficiência da companhia, onde os gestores buscam conter a volatilidade dos resultados contábeis, o que consequentemente tende a despertar menor interesse pelos reguladores e, portanto, esta prática nem sempre é realizada com propósitos oportunistas. Por fim, este estudo contribui para o meio profissional demonstrando aos diversos usuários da informação contábil, principalmente aos acionistas das FinTechs, que a prática de GR não é prejudicial à companhia, quando as escolhas são feitas legalmente
Citação ABNT:
DIEHL, W.; SOUZA, R. B. L.; PAULO, E.; VIANA JÚNIOR, D. B. C. Evidências da Prática de Gerenciamento de Resultados: Uma Análise das Fintechs Brasileiras . Gestão e Desenvolvimento, v. 18, n. 3, p. 157-183, 2021.
Citação APA:
Diehl, W., Souza, R. B. L., Paulo, E., & Viana Júnior, D. B. C. (2021). Evidências da Prática de Gerenciamento de Resultados: Uma Análise das Fintechs Brasileiras . Gestão e Desenvolvimento, 18(3), 157-183.
DOI:
https://doi.org/10.25112/rgd.v18i3.2259
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/64539/evidencias-da-pratica-de-gerenciamento-de-resultados--uma-analise-das-fintechs-brasileiras-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ARAÚJO, A.; LUSTOSA, P.; PAULO, E. A ciclicidade da provisão para créditos de liquidação duvidosa sob três diferentes modelos contábeis: Reino Unido, Espanha e Brasil. Revista Contabilidade & Finanças, v. 29, n. 76, p. 97-113, abr. 2018. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rcf/article/view/141339. Acesso em: 12 dez. 2018.

BACEN. Banco Central do Brasil. Perguntas frequentes. Disponível em: https://www.bcb.gov.br/pre/bc_atende/port/fintechs.asp?idpai=faqcidadao. Acesso em: 12 dez. 2018.

BARBOSA, R. R. Fintechs: a atuação das empresas de tecnologia de serviço financeiro no setor bancário e financeiro brasileiro. 2018. 129 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração), Escola de Administração, Programa de Pós-graduação em Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, 2018. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/178364. Acesso em: 29 set. 2018.

BOSHKOV, T. Level of deepening financial infrastructure, fintech companies and financial inclusion: theory and evidence. International Journal of Information, Business and Management, v. 10, n. 4, p. 21-29, nov. 2018. Disponível em: http://eprints.ugd.edu.mk/20272/. Acesso em: 24 out. 2018.

BRASIL. Conselho Monetário Nacional. Resolução nº 2.682, de 1999. Dispõe sobre critérios de classificação das operações de crédito e regras para constituição de provisão para créditos de liquidação duvidosa, Brasília, DF, dez. 1999. Disponível em: https://www.bcb.gov.br/pre/normativos/res/1999/pdf/res_2682_v2_L.pdf. Acesso em: 12 dez. 2018.

BRASIL. Conselho Monetário Nacional. Resolução nº 4.656, de 2018. Dispõe sobre a sociedade de crédito direto e a sociedade de empréstimo entre pessoas, Brasília, DF, abr. de 2018. Disponível em: https://www.bcb.gov.br/pre/normativos/busca/downloadNormativo.asp?arquivo=/Lists/Normativos/Attachments/50579/Res_4656_v1_O.pdf. Acesso em: 29 out. 2018.

CARVALHO, J. A.; PEREIRA, J. V.; DANTAS, J. A. As Instituições Financeiras Brasileiras Usam a PCLD para Gerenciamento de Capital? Enfoque: Reflexão Contábil, v. 37, n. 2, p. 127-140, jun. 2018. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/Enfoque/article/view/34077. Acesso em: 12 out. 2018.

DANTAS, J. et al. Gerenciamento de resultados em bancos com uso de TVM: validação de modelo de dois estágios. Revista Contabilidade & Finanças, v. 24, n. 61, p. 37-54, abr. 2013. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rcf/article/view/58649. Acesso em: 24 out. 2018.

DECHOW, P. M.; GE, W.; SCHRAND, C. Understanding earnings quality: a review of the proxies, their determinants and their consequences. Journal of Accounting and Economics, v. 50, n. 1, p. 344–401, dec. 2010. Disponível em: https://repository.upenn.edu/accounting_papers/124/. Acesso em: 23 out. 2018.

DECHOW, P.; SCHRAND, C. Earnings quality. Virginia: CFA Institute, 2004. 160 p. Disponível em: https://www.cfainstitute.org/research/foundation/2004/earnings-quality. Acesso em: 30 out. 2018.

ELNAHASS, M.; IZZELDINB, M.; STEELEB, G. Capital and Earnings Management: Evidence from Alternative Banking Business Models. International Journal of Accounting, v. 53, n. 1, p. 20-32, feb. 2018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0020706318300475. Acesso em: 12 dez. 2018.

FERREIRA, C. A. et al. Novas evoluções do mercado de crédito: uma análise sobre as fintechs. Revista de Iniciação Científica da Universidade Vale do Rio Verde, Três Corações, v. 9, n. 1, p. 79-89, 2019. Disponível em: http://periodicos.unincor.br/index.php/iniciacaocientifica/article/view/5221. Acesso em: 22 out. 2019.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2012.

JIN, J.; KANAGARETNAM, K.; LOBO, G. J. Discretion in bank loan loss allowance, risk taking and earnings management. Accounting & Finance, v. 58, n. 1, p. 171-193, mar. 2016. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S2214635018302375?via%3Dihub. Acesso em: 15 nov. 2018.

LASSOUED, N.; ATTIA, M. B. R.; SASSI, H. Earnings management in islamic and conventional banks: Does ownership structure matter? Evidence from the MENA region. Journal of International Accounting, Auditing and Taxation, v. 30, n. 1, p. 85-105, mar. 2018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S1061951817300721. Acesso em: 15 nov. 2018.

MACEDO, M. A. S.; KELLY, V. L. A. Gerenciamento de resultados em instituições financeiras no brasil uma análise com base em provisões para crédito de liquidação duvidosa. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, v. 4, n. 2, p. 82-96, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/recfin/article/view/29260. Acesso em: 16 nov. 2018.

MARTINEZ, A. L. Gerenciamento dos resultados contábeis: estudo empírico das companhias abertas brasileiras. 2001. 124 f. Tese (Doutorado em Contabilidade e Controladoria) – Curso de Pós-graduação em Contabilidade e Controladoria, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, SP, 2001. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-14052002-110538/publico/tde.pdf. Acesso em: 20 jan. 2019.

MARTINS, G. A.; THEÓPHILO, C. R. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2016.

MENGUE, T. H. S.; SCHMIDT, S.; BOHNENBERGER, M. C. Contribuições do investimento anjo para o desenvolvimento de startups na região metropolitana de Porto Alegre. Revista Gestão e Desenvolvimento, v. 16, n. 1, p. 71–98, 2019. Disponível em: https://periodicos.feevale.br/seer/index.php/revistagestaoedesenvolvimento/article/view/1640. Acesso em: 10 ago. 2021.

MODENA, J. L. Gerenciamento de resultados nos bancos: uma análise das Políticas de redução de juros. 2017. 66 f. Dissertação (Mestrado em Contabilidade) – Curso de Pós-Graduação em Contabilidade, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, PR, 2017. Disponível em: https://acervodigital.ufpr.br/bitstream/handle/1884/49394/R%20-%20D%20-%20JOSE%20LUIS%20MODENA.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 10 fev. 2019.

PAULO, E. Manipulação das informações contábeis: uma análise teórica e empírica sobre os modelos operacionais de detecção de gerenciamento de resultados. 2007. Tese (Doutorado em Controladoria e Contabilidade) – Curso de Pós-graduação em Controladoria e Contabilidade, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12136/tde-28012008-113439/pt-br.php. Acesso em: 12 dez. 2018.

PETERSON, O.; ARUN, T. Income smoothing among European systemic and non-systemic banks. The British Accounting Review, v. 50, n. 5, p. 539-558, sep. 2018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0890838918300210. Acesso em: 02 out. 2018.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. 276 p. Disponível em: http://www.feevale.br/Comum/midias/8807f05a-14d0-4d5b-b1ad-1538f3aef538/E-book%20Metodologia%20do%20Trabalho%20Cientifico.pdf. Acesso em: 12 nov. 2018.

PwC. PricewaterhouseCoopers. Pesquisa da PwC aponta que 76% das instituições bancárias se sentem ameaçadas pelo avanço das FinTechs, 2016. Disponível em: https://www.pwc.com.br/pt/sala-de-imprensa/noticias/76-instituicoes-bancarias-sentem-ameacadas-avanco-FinTechs.html. Acesso em: 12 out. 2018.

Pwc. PricewaterhouseCoopers. Pesquisa Fintech Deep Dive 2018. Disponível em: https://www.pwc.com.br/pt/setores-de-atividade/financeiro/2018/pub-fdd-18.pdf. Acesso em: 20 dez. 2018.

SCHIPPER, K. Commentary on earnings management. Accounting Horizons, v. 3, n. 1, p. 91-102, 1989.

SOUSA, L. O.; BRESSAN, V. G. F. Gerenciamento de Resultados em Bancos: Indícios relacionados à aversão a divulgação de prejuízos. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, v. 6, n. 1, p. 83-100, 2018. Disponível em: http://www.spell.org.br/documentos/ver/48623/gerenciamento-de-resultados-em-bancos--indicios-relacionados-a-aversao-a-divulgacao-de-prejuizos-. Acesso em: 16 dez. 2018.

ZAINULDIN; M. H.; LUI, T. K. Earnings management in financial institutions: A comparative study of Islamic banks and conventional banks in emerging markets. Pacific-Basin Finance Journal, v. 1, n. 1, p. 1-49, jul. 2018. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0927538X17303372. Acesso em: 16 dez. 2018.