Intenção empreendedora entre estudantes universitários: influência das características e treinamento empreendedor Outros Idiomas

ID:
65133
Resumo:
O objetivo foi analisar a influência das características empreendedoras e treinamento empreendedor na intenção empreendedora de estudantes universitários. A pesquisa foi descritiva, com abordagem quantitativa, procedimentos estatísticos e delineamento transversal, com amostra composta por 403 estudantes universitários de todos os cursos de graduação da Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Campus Francisco Beltrão – PR. A análise de regressão multivariada permitiu analisar a influência proposta no modelo confirmatório, explicando 47,3% e 25,6% da sua variância. Estes resultados se relacionam com o interesse crescente na formação para o empreendedorismo, expresso por políticas, instituições de ensino superior e estudantes. Contribuições sociais são expressas nas variáveis socioambientais presentes na característica empreendedora e na intenção de empreender. A originalidade do estudo consiste na aplicação do modelo internacional adaptado de Küttim et al. (2014) e Adekiya e Ibrahim (2016) no contexto brasileiro. Demonstrou-se que a característica empreendedora contribui para o desenvolvimento das intenções empreendedoras dos alunos. Verificou-se que a participação na formação em âmbito de treinamento para o empreendedor exerce um impacto positivo nas intenções empreendedoras.
Citação ABNT:
ZARELLI, P. R.; OTTO, E. M.; LABIAK JUNIOR, S. Intenção empreendedora entre estudantes universitários: influência das características e treinamento empreendedor . Revista Gestão Organizacional, v. 14, n. 3, p. 299-320, 2021.
Citação APA:
Zarelli, P. R., Otto, E. M., & Labiak Junior, S. (2021). Intenção empreendedora entre estudantes universitários: influência das características e treinamento empreendedor . Revista Gestão Organizacional, 14(3), 299-320.
DOI:
http://dx.doi.org/10.22277/rgo.v14i3
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/65133/intencao-empreendedora-entre-estudantes-universitarios--influencia-das-caracteristicas-e-treinamento-empreendedor-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ADEKIYA, A. A.; IBRAHIM, F. Entrepreneurship intention among students. The antecedent role of culture and entrepreneurship training and development. The International Journal of Management Education, v. 14, n. 2, p. 116-132, 2016.

APPIO, J.; TONTINI, G.; SILVEIRA, A. Antecedentes da Lealdade e suas Relações em Instituição de Ensino Superior. Anais do IV Encontro de Ensino e Pesquisa em Administração e Contabilidade, 2013.

ARAÚJO, B. A. G. G. de; CARVALHO, L. C. de. Análise do comportamento inovador e perfil empreendedor dos alunos do ensino superior. Anais do V SINGEP, São Paulo/Brasil, 2016.

AUTIO, E.; KEELEY, R. H.; KLOFSTEIN, M.; PARKER, G. G. C.; HAY, M. Entrepreneurial intent among students in Scandinavia and in the USA. Enterprise and Innovation Management Studies, v. 2, n. 2, p. 145-160, 2001.

COLLINS, O. F.; MOORE, D. G.; UNWALLA, D. The enterprising man and the business executive. MSU Business Topics, v. 12, n. 1, p. 19-34, 1964.

DAL-SOTO, F.; SOUZA, Y. S. de; BENNER, M. A Orientação Empreendedora na Transformação de Universidades. BBR. Brazilian Business Review, v. 18, p. 255-277, 2021.

DEGEN, R. J. Empreendedorismo: uma filosofia para o desenvolvimento sustentável e a redução da pobreza. Revista de ciências da administração, v. 10, n. 21, p. 11-30, 2008.

DORNELAS, J. C. A. Empreendedorismo corporativo: conceitos e aplicações. Revista de negócios, v. 9, n. 2, 2004.

ECKERT, A.; OLEA, P. M.; DORION, E. C. E.; MECCA, M. S.; ECKERT, M. G. O perfil empreendedor na graduação: um estudo comparativo entre ingressantes e concluintes. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 7, n. 2, p. 61-76, 2013.

FERREIRA, A. C.; CASTRO ALCÂNTARA, V. de; FREITAS, F. M. Adaptação, validação e discussões da aplicação de uma escala de medida do potencial empreendedor em universitários. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 7, n. 3, p. 115-138, 2013.

FILION, L. J. Empreendedorismo e gerenciamento: processos distintos, porém complementares. Revista de Administração de Empresas, v. 40, n. 3, p. 8-17, 2000.

FONSECA OLIVEIRA, B. M. da; VIEIRA, D. A.; LAGUÍA, A.; LEÓN, J. A. M.; SOARES, V. J. S. Intenção empreendedora em estudantes universitários: adaptação e validação de uma escala (QIE). Avaliação Psicológica, v. 15, n. 2, p. 187-196, 2016.

FRANCO, J. O. B.; GOUVÊA, J. B. A Cronologia dos Estudos sobre o Empreendedorismo. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, v. 5, n. 3, p. 144-166, 2016.

GARCIA, A. S.; RESENDE RIBEIRO, O. C. de; ANDRADE, D. M.; SILVA, J. P. N. Produção científica sobre empreendedorismo social e construção de uma agenda para pesquisas futuras: um Estudo Bibliométrico na base Web Of Science (1994-2018) Administração Pública e Gestão Social, v. 13, n. 1, 2021.

GEM. Global entrepreneurship monitor empreendedorismo no Brasil: 2017. Coordenação de Simara Maria de Souza Silveira Greco. Curitiba: IBQP, 2017.

GIBB, A. In pursuit of a new ‘enterprise’and ‘entrepreneurship’paradigm for learning: creative destruction, new values, new ways of doing things and new combinations of knowledge. International journal of management reviews, v. 4, n. 3, p. 233-269, 2002.

HAIR, J. F.; BLACK, W. C.; BABN, B. J.; ANDERSON, R. E.; TATHAM, R. L. Análise multivariada de dados. Bookman Editora, 2005.

JULIEN, P. A. Empreendedorismo regional e economia do conhecimento. Editora Saraiva, 2017.

JÚNIOR, E. I.; GIMENEZ, F. A. P. Potencial empreendedor: um instrumento para mensuração. Revista de Negócios, v. 9, n. 2, 2004.

KRUEGER JR, N. F.; REILLY, M. D.; CARSRUD, A. L. Competing models of entrepreneurial intentions. Journal of business venturing, v. 15, n. 5-6, p. 411-432, 2000.

KÜTTIM, M.; KALLASTE, M.; VENESAAR, U.; KIIS, A. Entrepreneurship education at university level and students’ entrepreneurial intentions. Procedia-Social and Behavioral Sciences, v. 110, p. 658-668, 2014.

LANDSTRÖN, H.; LOHRKE, F. Historical foundations of entrepreneurship research. Great Britain: Edward Elgar Publishing, 2010.

LEÓN, J. A. M.; GORGIEVSKI, M.; LAGUNA, M. STEPHAN, U.; ZARAFSHANI, K. A cross-cultural approach to understanding entrepreneurial intention. Journal of career development, v. 39, n. 2, p. 162-185, 2012.

LEÓN, J. A. M.; JIMÉNEZ, A. G.; LAGUNA, M.; ROZNOWSKI, B. Validación de un cuestionario para medir la intención emprendedora: una aplicación en España y en Polonia. In: Método, teoría e investigación en psicología social. Pearson Educación, 2008. p. 101-122.

LEÓN, J. A. M.; PALACÍ DESCALS, F. J.; MORALES DOMÍNGUEZ, J. F. El perfil psicosocial del emprendedor universitario. Revista de Psicología del Trabajo y de las Organizaciones, v. 22, n. 1, 2006.

LIMA, E.; HASHIMOTO, M.; MELHADO, J.; ROCHA, R. Caminhos para uma melhor educação superior em empreendedorismo no Brasil. ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO–ENANPAD, v. 38, 2014.

LIÑÁN, F.; CHEN, Y. Development and cross–cultural application of a specific instrument to measure entrepreneurial intentions. Entrepreneurship theory and practice, v. 33, n. 3, p. 593-617, 2009.

LIÑÁN, F.; CHEN, Y. Testing the entrepreneurial intention model on a two-country sample. Working Papers at the Department of Business, n. 607, p. 1-37, 2006.

LIÑÁN, F.; NABI, G.; KRUEGER, N. British and Spanish entrepreneurial intentions: A comparative study. Revista de economía Mundial, n. 33, p. 73-103, 2013.

LIÑÁN, F.; RODRÍGUEZ-COHARD, J. C.; RUEDA-CANTUCHE, J. M. Factors affecting entrepreneurial intention levels: a role for education. International entrepreneurship and management Journal, v. 7, n. 2, p. 195-218, 2011.

MCCLELLAND, D. C. N. achievement and entrepreneurship: A longitudinal study. Journal of personality and Social Psychology, v. 1, n. 4, p. 389, 1965.

MENEGHATTI, M. R. RIBEIRO, I.; CANCELIER, G. R.; SILVA, J. M. da; SANTOS, P. S. dos. Perfil empreendedor: uma análise a partir de alunos do curso de administração. Revista Eletrônica Científica do CRA-PR-RECC, v. 2, n. 2, p. 48-59, 2016.

MIGUELES, C. Antropologia do consumo: casos brasileiros. FGV Editora, 2007.

MIGUEZ, V. B.; LEZANA, Á. G. R. Empreendedorismo e inovação: a evolução dos fatores que influenciam o empreendedorismo corporativo. Navus: Revista de Gestão e Tecnologia, v. 8, n. 2, p. 112-132, 2018.

OLIVEIRA, E. M. Empreendedorismo social no Brasil: atual configuração, perspectivas e desafios–notas introdutórias. Revista da FAE, v. 7, n. 2, 2004.

OLIVEIRA, J. M. de. Modelo para a integração dos mecanismos de fomento ao empreendedorismo no âmbito das universidades: o caso da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2006. 203f. Tese (Doutorado) – Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis, 2006.

PHILPOTT, K.; DOOLEY, L.; O'REILLY, C.; LUPTON, G. The entrepreneurial university: Examining the underlying academic tensions. Technovation, v. 31, n. 4, p. 161-170, 2011.

PIRES, V.; PICCHIAI, D.; AYRES, M. Um estudo de caso sobre a formação empreendedora em cursos técnicos através da percepção de discentes egressos. RACEF – Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace. v. 12, n. 1, p. 92-106, 2021.

RAMOS, M. da C. P. Solidariedade, inovação social e empreendedorismo no desenvolvimento local. The Overarching Issues of the European Space. Ed. Faculdade Letras Universidade do Porto, p. 313-342, 2013.

RIVERA, R. G. SANTOS, D.; MARTÍN-FERNÁNDEZ, M.; REQUERO, B.; CANCELA, A. Predicting attitudes and behavioural intentions towards social entrepreneurship: the role of servant leadership in young people/Predicción de las actitudes y las intenciones conductuales hacia el emprendimiento social: el papel del liderazgo de servicio en los jóvenes. Revista de Psicología Social, v. 33, n. 3, p. 650-681, 2018.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, P. B. Metodología de la investigación. McGraw-Hill Interamericana de España S.L., 1998.

SCHAEFER, R.; MINELLO, I. F. Educação empreendedora: premissas, objetivos e Metodologias. Revista Pensamento Contemporâneo em Administração, v. 10, n. 3, p. 60-81, 2016.

SILVA, P. C. R. da. Práticas sustentáveis de empreendedorismo social. 2009. Disponível em: http://agildoc.com/wp-content/uploads/2017/07/PR%C3%81TICAS-SUSTENT%C3%81VEIS-DE-EMPREENDEDORISMO-SOCIAL.pdf.

SOUSA, L. F.; SILVA, R. P.; AFONSO, A. P.; ANJOS COELHO RODRIGUES DIXE, M. dos. Tendência empreendedora dos estudantes do ensino superior. International Journal of Developmental and Educational Psychology: INFAD. Revista de Psicología, v. 1, n. 1, p. 629-638, 2011.

SOUZA, E. C. L. de; SOUZA, C. C. L. de; ARAUJO GÓES ASSIS, S. de; ZERBINI, T. Métodos e técnicas de ensino e recursos didáticos para o ensino do empreendedorismo em IES brasileiras. Anais do Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, 2004.

TURRA, S.; BEZERRA, F. M. Identificação do Nível de Desenvolvimento Regional das Microrregiões Paranaense por meio da Análise Fatorial. Revista de Economia, v. 40, n. 1, 2014.

VALE, G. V.; WILKINSON, J.; AMÁNCIO, R. Empreendedorismo, inovação e redes: uma nova abordagem. RAE-eletrônica, v. 7, n. 1, 2008.

VERGA, E.; SILVA, L. F. S. da. Empreendedorismo: evolução histórica, definições e abordagens. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, v. 3, n. 3, p. 330, 2014.

XAVIER, A. B. Atitude empreendedora de estudantes universitários do Distrito Federal. 2018. 77f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Administração) — Universidade de Brasília, Brasília, 2018.