A emergência de estudos comportamentais em estratégia Outros Idiomas

ID:
65138
Resumo:
Objetivo do estudo: Este estudo tem como objetivo identificar a emergência de novas pesquisas no campo da estratégia, considerando as publicações no periódico Strategic Management Journal, num período de 12 anos. Metodologia/abordagem: Na base de dados Web of Science, pesquisamos o periódico Strategic Management Journal, em dois períodos, 2007 a 2012 e 2013 a 2018. Selecionamos somente artigos relacionados a “business” e “management”. Esta busca gerou 1.100 artigos para nossa base de dados, sendo 376 artigos publicados no primeiro período e 724 artigos, no segundo período. Utilizamos técnicas de pareamento nas análises feitas nos softwares Bibexcell e no SPSS. Paralelamente, elaboramos o diagrama de rede, no software Ucinet, que suportam as relações entre os fatores encontrados e uma análise confirmatória dos achados. Originalidade/Relevância: Estudos bibliométricos buscam, constantemente, analisar como anda a estrutura teórica das teorias e, no campo da estratégia, não tem sido diferente. Assim, há relevância em verificar como os estudos em estratégia têm evoluído em termos teóricos, dada a sua multidisciplinaridade, sendo que um estudo comparativo entre dois períodos distintos, mas subsequentes, caso deste trabalho, oferece uma visão global da direção futura dos estudos. Novas frentes teóricas foram encontradas, em essência, nos estudos comportamentais que emergiram em pesquisas anteriores e se fortalecem nas novas pesquisas. Principais resultados: A pesquisa identificou 57 artigos publicados no período de 2007 a 2012 e seis fatores e, no período entre 2013 e 2018, foram 22 artigos e cinco fatores. Os resultados confirmaram a evolução de estudos em teorias comportamentais, principalmente, quanto aos dirigentes e suas estratégias. Houve outros achados, como pesquisas relacionadas à dinâmica ambiental e à dinâmica competitiva. Identificou-se, ainda, forte participação dos estudos com teorias baseadas em recursos, custos de transação e a emergência de novas teorias, como a dos torneios e estratégia comportamental. Contribuições teóricas/metodológicas: Pesquisas bibliométricas podem ser exemplos de como fazer análise de referências. Neste sentido, este estudo contribui para que pesquisadores tenham um parâmetro em estudos similares, com análise de pareamento e na combinação de análise de dois períodos subsequentes. Na vertente teórica, os achados dão robustez a pesquisas anteriores, validando teorias consagradas e mostrando teorias emergentes. Contribuições sociais/para a gestão: Nesta pesquisa, obtivemos resultados que confirmam a multidisciplinaridade nos estudos em estratégia. Teorias comportamentais emergiram e se fortaleceram nos últimos anos. Para gestão, verificamos que as pesquisas analisam amplamente o comportamento estratégico dos membros do alto escalão em decisões estratégicas, como em aquisições de empresas, na formação de alianças, no desempenho dos gestores quando estão sob contratos, remunerações diferenciadas ou em competições. Por este motivo, algumas teorias emergiram no segundo período, como a teoria dos torneios, não destacadas em estudos bibliométricos anteriores. Por fim, um resumo comparativo dos fatores encontrados nos dois períodos auxilia gestores nas perspectivas gerenciais sobre estratégias organizacionais.
Citação ABNT:
VICENTE, S. C. S.; RAFAEL, D. N.; SERRA, F. A. R. A emergência de estudos comportamentais em estratégia. Revista Ibero-Americana de Estratégia, v. 20, n. Ed.Espec., p. 1-40, 2021.
Citação APA:
Vicente, S. C. S., Rafael, D. N., & Serra, F. A. R. (2021). A emergência de estudos comportamentais em estratégia. Revista Ibero-Americana de Estratégia, 20(Ed.Espec.), 1-40.
DOI:
https://doi.org/10.5585/riae.v20i1.17544
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/65138/a-emergencia-de-estudos-comportamentais-em-estrategia/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português