Avaliação de Desempenho dos aspectos tangíveis e intangíveis da área de mercado: estudo de caso em uma média empresa industrial Outros Idiomas

ID:
6615
Resumo:
A pesquisa objetiva construir um modelo de Avaliação de Desempenho (AD) para a área de mercado em uma média empresa industrial, por meio da Metodologia Multicritério de Apoio à Decisão Construtivista (MCDA-C). O estudo caracteriza-se como um estudo de caso, de natureza exploratória, e faz uso de entrevista e de análise de documentos internos como estratégia de coleta de dados. Como resultado, constatou-se que o modelo de AD construído para a área de mercado é composto por 08 indicadores financeiros (tangíveis) e 39 indicadores não financeiros (intangíveis) que respondem pelo desempenho da empresa. Adicionalmente, o artigo apresenta os seguintes resultados: (a) identificação de três dimensões que respondem pelo desempenho da área de mercado: stakeholders, vendas e imagem; (b) construção de escalas ordinais e cardinais para cada indicador do modelo; (c) avaliação do status quo da área de mercado em 25 pontos, em uma escala onde 0 ponto equivale ao nível “neutro” e 100 pontos equivalem ao nível “bom”; e (d) demonstração do processo de gerenciamento do desempenho. Conclui-se que o sistema de AD é importante para apoiar o desenvolvimento gerencial das pequenas e médias empresas (PMEs) e que a Metodologia MCDA-C é um caminho viável para AD em um contexto complexo onde: (a) o gestor desconhece as variáveis que devem ser avaliadas (tangíveis e intangíveis); (b) existem particularidades nas PMEs que devem ser consideradas no modelo de AD.
Citação ABNT:
BORTOLUZZI, S. C.; ENSSLIN, S. R.; ENSSLIN, L.; ENSSLIN, S. R. Avaliação de Desempenho dos aspectos tangíveis e intangíveis da área de mercado: estudo de caso em uma média empresa industrial. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, v. 12, n. 37, p. 425-446, 2010.
Citação APA:
Bortoluzzi, S. C., Ensslin, S. R., Ensslin, L., & Ensslin, S. R. (2010). Avaliação de Desempenho dos aspectos tangíveis e intangíveis da área de mercado: estudo de caso em uma média empresa industrial. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, 12(37), 425-446.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/6615/avaliacao-de-desempenho-dos-aspectos-tangiveis-e-intangiveis-da-area-de-mercado--estudo-de-caso-em-uma-media-empresa-industrial/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AHMAD, N.; BERG, D.; SIMONS, G. R. The integration of analytical hierarchy process and data envelopment analysis in a multi-criteria decisionmaking problem. International Journal of Information Technology and Decision Making, [S. l.], v. 5, n. 2, p. 263-276, 2006.

ANTUNES, M. T. P.; ALVES, A. S. A adequação dos sistemas Enterprise Resources Planning (ERP) para a geração de informações contábeis gerenciais de natureza intangível: um estudo exploratório. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, São Paulo, v. 10, n. 27, p. 161-174, abr./jun. 2008.

ANTUNES, M. T. P.; MARTINS, E. Capital intelectual: seu entendimento e seus impactos no desempenho de grandes empresas brasileiras. BASE: Revista de Administração e Contabilidade da Unisinos, São Leopoldo, v. 4, n. 1, p. 5-21, jan. /abr. 2007.

BANA E COSTA, C. A. et al. Decision support systems in action: integrated application in a multicriteria decision aid process. European Journal of Operational Research, Amsterdam, v. 113, n. 2, p. 315-335, Mar. 1999.

BANA E COSTA, C. A. Três convicções fundamentais na prática do apoio à decisão. Pesquisa Operacional, Rio de Janeiro, v. 13, n. 1, p. 1-12, jun. 1993.

BANA E COSTA, C. A.; SILVA, F. N. Concepção de uma "boa" alternativa de ligação ferroviária ao porto de Lisboa: uma aplicação da metodologia multicritério de apoio à decisão e à negociação. Investigação Operacional, Lisboa, v. 14, p. 115-131, 1994.

BANA E COSTA, C. A.; STEWART, T. J.; VANSNICK, J. C. Multicriteria decision analysis: some thoughts based on the tutorial and discussion sessions of the ESIGMA meetings. In: EUROPEAN CONFERENCE ON OPERATIONAL RESEARCH, 14.; 1995, Jerusalem. Semi plenary papers by EURO working groups. Jerusalem, 1995. p. 261.272.

BANA E COSTA, C. A.; VASNICK, J. C. Applications of the MACBETH approach in the framework of an additive aggregation model. Journal of MultiCriteria Decision Analysis, Chichester, v. 6, n. 2, p. 107-114, 1997.

BARBOSA, J. G. P.; GOMES, J. S. Um estudo exploratório do controle gerencial de ativos e recursos intangíveis em empresas brasileiras. RAC - Revista de Administração Contemporânea, Rio de janeiro, v. 6, n. 2, p. 29-48, maio/ago. 2002.

BARZILAI, J. A new methodology for dealing with conflicting engineering design criteria. In: ANNUAL MEETING OF THE AMERICAN SOCIETY FOR ENGINEERING MANAGEMENT, 18.; 1997, Virginia Beach. Proceedings... Rolla, ASEM, 1997. p. 73-79.

BARZILAI, J. On the decomposition of value functions. Operations Research Letters, Amsterdam, v. 22, n. 4/5, p. 159-170, 1998.

BARZILAI, J. On the foundations of measurement. SYSTEMS, MAN, AND CYBERNETICS IEEE INTERNATIONAL CONFERENCE ON, 2001, Tucson, AZ. Proceedings ... Piscataway: IEE, 2001. v. 1, p. 401-406.

BIAZZO, S.; BERNARDI, G. Organisational self-assessment options: a classification and a conceptual map for SMEs. International Journal of Quality & Reliability Management, Bradford, v. 20, n. 8, p.881-900, 2003.

BORTOLUZZI, S. C. Avaliação de desempenho econômico-financeiro da empresa Marel Indústria de Móveis S.A.: a contribuição da metodologia multicritério de apoio à decisão construtivista (MCDA-C). 2009. 295f. Dissertação (Mestrado). Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2009.

BORTOLUZZI, S. C. et al. Práticas de avaliação de desempenho em pequenas e médias empresas: investigação em uma empresa de porte médio do ramo moveleiro. Revista Produção Online, Florianópolis, v. 10, n. 3, p. 551-576, 2010.

BOUYSSOU, D. et al. Evaluation and decision models, with multiple criteria. New York: Springers, 2006.

CHECKLAND, P.; SCHOLES, J. Soft systems methodology in action: a 30-year retrospective. New York: John Wiley & Sons, 1999.

CHENNELL, A. et al. OPM: a system form organizational performance measurement. In: PERFORMANCE MEASUREMENT CONFERENCE: Past, present and future. 2. Cranfield, 2000. Proceedings... Cranfield: Cranfield University, 2000. p. 96-103.

CORREA, E. C. Construção de um modelo multicritério de apoio ao processo decisório. 1996. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 1996.

EDEN, C. Cognitive mapping. European Journal of Operational Research, Amsterdam, v. 36, n. 1, p. 1-13, July. 1988.

EDVINSSON, L.; MALONE, M. S. Capital intelectual: descobrindo o valor real de sua empresa pela identificação de seus valores internos. São Paulo: Makron Books, 1998.

ENSSLIN, L. et al. Avaliação do desempenho de empresas terceirizadas com o uso da metodologia multicritério de apoio à decisão construtivista. Pesquisa Operacional, Rio de Janeiro, v. 30, n. 1, p. 125-152, jan. /abr. 2010.

ENSSLIN, L.; DUTRA, A.; ENSSLIN, S. R. MCDA: a constructivist approach to the management of human resources at a governmental agency. International Transactions in Operational Research, Oxford, v. 7, n. 1, p. 79-100, Jan. 2000.

ENSSLIN, L.; ENSSLIN, S. R. Processo de construção de indicadores para a avaliação de desempenho. In: CICLO DE DEBATES, 5.; 2009, Florianópolis. Avaliação de políticas públicas. Florianópolis: Secretaria de Planejamento (SEPLAN/ SC), 2009. Palestra.

ENSSLIN, L.; LON GARAY, A. A.; MACKNESS, J. R. Decision support system to aid a patient with stress to identify opportunities to improve her quality of life. In: ANNUAL INTERNATIONAL SCIENTIFIC CONFERENCE OPERATIONS RESEARCH, Bremen, 2005. Proceedings... Bremen: Universitat Bremen, 2005.

ENSSLIN, L.; MONTIBELLER, G. N.; NORONHA, S. M. Apoio à decisão: metodologias para estruturação de problemas e avaliação multicritério de alternativas. Floriano polis: Insular, 2001.

FITZGERALD, L. et al. Performance measurement in service businesses. London: CIMA, 1991.

FITZGERALD, L.; MOON, P. Performance measurement in service industries: making it work. London: CIMA, 1996.

FONTES FILHO, J. R.; NUNES, G. S. A. O estrategista da micro, pequena e média empresa privada brasileira. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, São Paulo, v. 12, n. 36, p. 271-288, jul./set. 2010.

GARENGO, P.; BIAZZO, S.; BITITCI, U. S. Performance measurement systems in SMEs: a review for a research agenda. International Journal of Management Reviews, Oxford, v. 7, n. 1, p. 25-47, Mar. 2005.

GIANISELLA, R. L. G.; SOUZA, M. A.; ALMEIDA, L. B. Adoção de alianças estratégicas por empresas dos pólos calçadistas do Vale do Rio dos Sinos-RS e de Franca-SP: um estudo exploratório. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, São Paulo, v. 10, n. 26, p. 45-62, jan./mar. 2008.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GUMBUS, A.; LUSSIER, R. N. Entrepreneurs use a balanced scorecard to translate strategy into performance measures. Journal of Small Business Management, Morgantown, v. 44, n. 3, p. 407-425, July. 2006.

HABER, S.; REICHEL, A. Identifying performance measures of small ventures: the case of the tourism industry. Journal of Small Business Management, Morgantown, v. 43, n. 3, p. 257-286, 2005.

HUDSON, M.; SMART, A.; BOURNE, M. Theory and practice in SME performance measurement systems. International Journal of Operations and Production Management, Bradford, v. 21, n. 8, p. 1096-1115, 2001.

IGARASHI, D. C. C. et al. A qualidade do ensino sob o viés da avaliação de um programa de pós-graduação em contabilidade: proposta de estruturação de um modelo híbrido. RAUSP - Revista de Administração, São Paulo, v. 43, n. 2, p. 117-137, abr./jun. 2008.

JARVIS, R. et al. The use of quantitative and qualitative criteria in the measurement of performance in small firms. Journal of Small Business and Enterprise Development, Bradford, v. 7, n. 2, p. 123-134, 2000.

KAPLAN, R.; NORTON, D. A estratégia em ação: balanced scorecard. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

KAPLAN, R.; NORTON, D. The balanced scorecard: the measures that drive performance. Harvard Business Review, Boston, v. 70, n. 1, p. 171-179, Jan. /Feb. 1992.

KAPLAN, R.; NORTON, D. Using the balanced scorecard as a strategic management system. Harvard Business Review, Boston, v. 76, p. 75-85, Jan. /Feb. 1996.

KEEGAN, D. P; EILER, R. G.; JONES, C. R. Are your performance measures obsolete? Management Accounting, London, v.70, n. 12, p. 45-50, June. 1989.

KEENEY, R. L. Value focused-thinking: a path to creative decision-making. Cambridge: Harvard University Press, 1992.

KEENEY, R. L.; RAIFFA, H. Decisions with multiple objectives: preferences and value tradeoffs. New York: John Wiley & Sons, 1976.

KRANTZ, D. et al. Foundations of measurement. San Diego: Academic Press, 1971.

LACERDA, R. T. O.; ENSSLIN, L.; ENSSLIN, S. R. Gerenciamento de portfólio e avaliação de desempenho. MundoPM, Curitiba, v. 5, n. 29, p. 60-69, out. 2009.

LAITINEN, E. K. A dynamic performance measurement system: evidence from small Finnish technology companies. Scandinavian Journal of Management, Oxford, v. 18, n. 1, p. 65-99, 2002.

LANDRY, M. A note on the concept of problem. Organization Studies, Berlin, v. 16, n. 2, p. 315-343, 1995.

LEV, B. Intangibles: management and reporting. Washington: Brookings, 2001.

LONGARAY, A. A.; ENSSLIN, L.; MACKNESS, J. Use of constructivist multi-criteria decision aid model with soft systems methodology to improve the quality of life of a patient with stress. In: ANNUAL INTERNATIONAL SCIENTIFIC CONFERENCE OPERATIONS RESEARCH, Bremen, 2005. Proceedings... Bremen: Universitat Bremen, 2005. p. 234-235.

MURPHY, G. B.; TRAILER,J. W.; HILL, R. C. Measuring performance in entrepreneurship research. Journal of Business Research, New York, v. 36, n. 1, p. 15-23, May 1996.

NEELY, A; ADAMS, C.; KENNERLEY, M. The performance prism: the scorecard for measuring and managing stakeholder relationship. London: Prentice Hall, 2002.

PACE, E. S. U.; BASSO, L. F. C.; SILVA, M. A. D. Indicadores de desempenho como direcionadores de valor. RAC - Revista de Administração Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 7, n. 1, p. 37-65, 2003.

PEREZ, M. M.; FAMÁ, R. Ativos intangíveis e o desempenho empresarial. Revista Contabilidade e Finanças, São Paulo, n. 40, p. 7-24, jan./abr. 2006.

PEREZ, M. M.; FAMÁ, R. Métodos de avaliação de empresas e o balanço de determinação. REGE - Revista de Gestão, São Paulo, v. 10, n. 4, p. 47-59, 2003.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

ROBERTS, F. S. Measurement theory. In: ROTA, G. C. (Ed.) Encyclopedia of mathematics and its applications. London: Addison-Wesley, 1979. v.7.

ROIG-SANNEMANN, G. D. et al. Reflections on the structuring of the organizational performance problem using an MCDA-C approach from an integrative systemic-synergetic perspective. In: EUROPEAN CONFERENCE ON OPERATIONAL RESEARCH, 21.; Iceland, 2006. Proceedings... Disponível em: . Acesso em: 28 jun. 2009. 2006.

ROY, B. Multicriteria methodology for decision aiding. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 1996.

ROY, B. On operational research and decision aid. European Journal of Operational Research, Amsterdam, v. 73, n. 1, p. 23-26, Feb. 1994.

ROY, B. Paradigms and challenges. In: GRECO, J. F.; EHRGOTT, S. M. (Ed.). Multiple criteria decision analysis: state of the art surveys. Boston: Springer Verlag, 2005. p.3-24.

SHARMA, M. K.; BHAGWAT, R. Performance measurements in the implementation of information systems in small and medium-sized enterprises: a framework and empirical analysis. Measuring Business Excellence, Bradford, v. 10, n. 4, p. 8-21, 2006.

SIEGEL, S. Nonparametric statistics for the behavioral sciences. London: McGraw-Hill, 1956.

SILVA, G. A. V. D.; BASQUES, P. V.; FACCO, F. C. Conectando recursos humanos e estratégia: em busca de indicadores de resultados na gestão de pessoas. REGE: Revista de Gestão, São Paulo, v. 13, n. 3, p.87-100. 2006.

SKINNER, W. The productivity paradox. Harvard Business Review, Boston, v. 64, n. 4, p. 55-59, July/Aug.1986.

SOUSA, S. D.; ASPINWALL, E. M.; RODRIGUES, A. G. Performance measures in English small and medium enterprises: survey results. Benchmarking, Bradford, v. 13, n. 1/2, p. 120-134, 2006.

STEWART, T. Intellectual capital: the new wealth of organizations. New York: Doubleday, 1999.

SVEIBY, K. E. The new organizational wealth: managing and measuring. San Francisco: BerrettKoehler, 1997.

VARMA, S.; WAD HWA, S.; DESHMUKH, S. G. Evaluating petroleum supply chain performance: application of analytical hierarchy process to balanced scorecard. Asia Pacific Journal of Marketing and Logistics, Patrington, v. 20, n. 3, p. 343-356, 2008.

WERNKE, R.; BORNIA, A. C. A contabilidade gerencial e os métodos multicriteriais. Revista Contabilidade e Finanças, São Paulo, v. 14, n. 25, p. 60-71, 2001.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.