Validade e reflexividade na pesquisa qualitativa Outros Idiomas

ID:
758
Periódico:
Resumo:
Ainda hoje, a busca pela precisão numérica capaz de ser validada, confirmada e replicada representa a principal forma de construção de conhecimento em diversas áreas das ciências sociais. A pesquisa qualitativa, embora tenha ampliado seu espaço e ganhado destaque, ainda é questionada por alguns pesquisadores, os quais acreditam que esta não possui o mesmo rigor de coleta e de análise de dados da pesquisa quantitativa, bem como não tem a força da generalização dos resultados encontrados. Neste breve ensaio, busca-se discutir dois elementos de rigor da pesquisa qualitativa: a validade e a reflexividade. Primeiramente, é realizada uma apresentação teórica buscando definir e discutir o conceito de validade, como destacar ainda diferentes interpretações que podem ser dadas para o termo em diferentes correntes epistemológicas. Já com o conceito de reflexividade se destaca a importância da análise crítica da própria ciência, com ênfase no posicionamento e na atuação do pesquisador ao conduzir seus trabalhos e a relação que estabelece com os sujeitos de sua pesquisa. Para finalizar, são apresentadas algumas considerações sobre a construção de conhecimento no campo científico e a atuação do pesquisador.
Citação ABNT:
OLIVEIRA, S. R.; PICCININI, V. C. Validade e reflexividade na pesquisa qualitativa. Cadernos EBAPE.BR, v. 7, n. 1, art. 6, p. 88-98, 2009.
Citação APA:
Oliveira, S. R., & Piccinini, V. C. (2009). Validade e reflexividade na pesquisa qualitativa. Cadernos EBAPE.BR, 7(1), 88-98.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/758/validade-e-reflexividade-na-pesquisa-qualitativa/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português