Estudos de caso e sua aplicação: proposta de um esquema teórico para pesquisas no campo da contabilidade Outros Idiomas

ID:
7632
Resumo:
O estudo de caso tem sido apontado como um método de pesquisa utilizado nas Ciências Sociais Aplicadas, dentre as quais classifica-se a Contabilidade. Entretanto, sua qualidade tem sido discutida em função da falta de rigor metodológico e de planejamento da pesquisa, que reduzem as vantagens dessa estratégia e a validade do estudo. Assim, o objetivo deste artigo é contribuir para a aplicação desta estratégia metodológica nas pesquisas contábeis. Para tanto, inicialmente se fez uma revisão da literatura sobre os tipos e métodos de pesquisa e, em especial, sobre o estudo de caso como uma estratégia de pesquisa para, na sequência, propor-se um esquema teórico das etapas que compõem o estudo de caso. As questões abordadas levam a considerar que muitos avanços podem ser realizados com a utilização planejada do estudo de caso, ressaltando-se que os principais problemas associados às criticas ao seu uso estão relacionados à forma como tais pesquisas são desenvolvidas (utilização inadequada) e não à estratégia propriamente dita. Entende-se que o esquema teórico proposto neste ensaio pode ser útil para os pesquisadores contábeis que necessitem usar esta estratégia, tanto para a justificativa de sua utilização, como nos passos a serem seguidos, visando-se, dessa forma, aprimorar a qualidade e a validade das pesquisas contábeis no Brasil.
Citação ABNT:
LIMA, J. P. C.; ANTUNES, M. T. P.; MENDONÇA NETO, O. R.; PELEIAS, I. R. Estudos de caso e sua aplicação: proposta de um esquema teórico para pesquisas no campo da contabilidade. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 6, n. 14, p. 127-144, 2012.
Citação APA:
Lima, J. P. C., Antunes, M. T. P., Mendonça Neto, O. R., & Peleias, I. R. (2012). Estudos de caso e sua aplicação: proposta de um esquema teórico para pesquisas no campo da contabilidade. Revista de Contabilidade e Organizações, 6(14), 127-144.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/7632/estudos-de-caso-e-sua-aplicacao--proposta-de-um-esquema-teorico-para-pesquisas-no-campo-da-contabilidade/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BARBOSA, S. L. O Estudo de Caso da Pesquisa em Administração: Limitações do Método ou dos Pesquisadores?. In: XXXII ENANPAD, 2008, Rio de Janeiro. Anais... do XXXII ENANPAD, 2008.

BENBASAT, I.; GOLDSTEIN, D. K.; MEAD, M. The case research strategy in studies of information systems. MIS Quarterly, v. 11, n. 3, 1987.

BEUREN, I. M. Como elaborar trabalhos monográficos em contabilidade. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2008. 195 p.

BRUYNE, P.; HERMAN, J.; SCHOUTHEETE, M. Dinâmica da pesquisa em ciências sociais: os pólos da prática metodológica. Rio de Janeiro: F. Alves, 1977. 251 p.

BUFONI, A. O rigor na exposição do estudo de caso simples: um teste empírico em uma universidade brasileira. In: XXVI ENANPAD, 2002, Salvador. Anais... do XXVI ENANPAD, 2002.

CERVO, A. L., BERVIAN, P. A. Metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2002. 162 p.

CESAR, A. M. R. V. C.; ANTUNES, M. T. P. A Utilização do Método do Estudo de Caso em Pesquisas da Área de Contabilidade. In: XXXII ENANPAD, 2008, Rio de Janeiro. Anais... do XXXII ENANPAD, 2008.

CESAR, A. M. R. V. C.; ANTUNES, M. T. P.; VIDAL, P. Método do estudo de caso em pesquisas da área de contabilidade: uma comparação do seu rigor metodológico em publicações nacionais e internacionais. Revista de Informação Contábil, v. 4, n. 4, p. 42-64, 2010.

CONSOLI, M. A. et al. Uma Discussão Sobre a Utilização do Estudo de Casos como Método de Pesquisa em Ciências Gerenciais. In: XXXII ENANPAD, 2008, Rio de Janeiro. Anais... do XXXII ENANPAD, 2008.

EISENHARDT, K. M. Building Theories from Case Study Research. Academy of Management Review, v. 14, n. 4, p. 532-550, 1989.

FACHIN, O. Fundamentos de metodologia. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 2006. 210 p.

FLICK, U. Uma introdução à pesquisa qualitativa. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2004. 312 p.

FLYVBJERG, B. Five Misunderstandings about Case-Study Research. Qualitative Inquiry, v. 12, n. 2, abr. 2006.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2009. 175 p.

GODOY, A. S. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Revista de Administração de Empresas da EAESP/FGV, São Paulo, v. 35, n. 2, p. 57-63, mar./abr. 1995.

KÖCHE, J. C. Fundamentos da metodologia científica: teoria da ciência e prática da pesquisa. 15 ed. Petrópolis: Vozes, 1999. 180 p.

MARTINS, E. Normativismo e/ou positivismo em contabilidade: qual o futuro? Revista de Contabilidade & Finanças, São Paulo, n. 39, p. 3-3, set. 2005.

MARTINS, E.; IUDÍCIBUS, S. 30 anos do doutorado em contabilidade. Revista de Contabilidade & Finanças: 30 anos de doutorado, São Paulo, p. 7-8, jun. 2007.

MARTINS, G. A. Estudo de Caso – Uma Estratégia de Pesquisa. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2008b.

MARTINS, G. A. Estudo de Caso: uma reflexão sobre a aplicabilidade em pesquisas no Brasil. RCO – Revista de Contabilidade e Organizações, v. 2, n. 2, p. 9-18, 2008a.

MARTINS, G. A.; THEÓPHILO, C. R. Produção Científica em Contabilidade no Brasil: Dez Pecados. In: LOPES, J.; RIBEIRO FILHO, J. F.; PEDERNEIRAS, M. (Orgs). Educação contábil: tópicos de ensino e pesquisa. São Paulo: Atlas, 2008, p. 1-14.

MENDONÇA NETO, O. R.; RICCIO, E. L.; SAKATA, M. C. G. Paradigmas de Pesquisa em Contabilidade no Brasil: ENANPAD: 1981 – 2005. In: ENANPAD 2006, 30, 2006, Salvador. Trabalhos apresentados. Rio de Janeiro: ANPAD, 2006.

MEREDITH, J.; Building Operations Management Theory Through Case and Field Research. Journal of Operations Management, v. 16, 441-454, 1998.

MILES, M. B.; HUBERMAN, M. Qualitative Data Analysis. Thousand Oaks: Sage, 1994. 338 p.

OLIVEIRA, S. L. de. Tratado de metodologia científica: projetos de pesquisas, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 1999. 320 p.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa Social: métodos e técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2007. 334 p.

RUDIO, F. V. Introdução ao projeto de pesquisa científica. 9. ed. Petrópolis: Vozes, 1985. 121 p.

STAKE, R. Case Studies. In: DENZIN, N.; LINCOLN, T. Handbook of Qualitative Research. London: Sage, 2005, p. 108-132.

THACHER, D. The Normative Case Study. American Journal of Sociology. v. 111, n. 6, p. 1631-1676, mai. 2006.

TURATO, E. R. Tratado da metodologia da pesquisa clínico-qualitativa: construção teórico-epistemológica, discussão comparada e aplicação nas áreas da saúde e humanas. Petrópolis: Vozes, 2003. 688 p.

VOSS, C.; TSIKRIKTSIS, N.; FROHLICH, M. Case research in operations and management. International Journal of Operations & Production Management. v. 22, (2), p. 195-219, 2002.

YIN, R. Case study research: design and methods. London: Sage, 1986.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005. 212 p.