Impacto do Nível de Evidenciação de Informações Contábeis sobre a Precificação de Ações no Contexto de Seleção Adversa: uma pesquisa experimental Outros Idiomas

ID:
7787
Resumo:
Os gestores conhecem mais sobre o desempenho da organização do que os investidores, o que torna a divulgação de informações uma possível estratégia de diferenciação competitiva, minimizando a seleção adversa. Este trabalho tem como principal objetivo analisar se o nível de divulgação de informações de uma entidade pode impactar a percepção de risco dos indivíduos e o processo de avaliação de suas ações. A pesquisa foi realizada em um estudo experimental por meio de um mercado de capitais simulado com 456 participantes, sendo 353 no experimento principal e 103 no experimento modificado. Investigou-se a precificação das ações de duas empresas com diferentes níveis de divulgação de informação em quatros momentos distintos. A cada momento, informações adicionais sobre o desempenho eram apresentadas aos participantes. A análise dos resultados evidenciou que, mantendo outras variáveis constantes, o nível de divulgação de informações de uma entidade pode impactar as expectativas dos indivíduos e o processo de avaliação de suas ações. Maior nível de divulgação apresentado por uma entidade impactou tanto o valor de sua ação quanto o da outra empresa.
Citação ABNT:
LIMA, D. H. S.; RODRIGUES, J. M.; SILVA, C. A. T.; SILVA, J. D. G. Impacto do Nível de Evidenciação de Informações Contábeis sobre a Precificação de Ações no Contexto de Seleção Adversa: uma pesquisa experimental. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, v. 14, n. 43, p. 159-175, 2012.
Citação APA:
Lima, D. H. S., Rodrigues, J. M., Silva, C. A. T., & Silva, J. D. G. (2012). Impacto do Nível de Evidenciação de Informações Contábeis sobre a Precificação de Ações no Contexto de Seleção Adversa: uma pesquisa experimental. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, 14(43), 159-175.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/7787/impacto-do-nivel-de-evidenciacao-de-informacoes-contabeis-sobre-a-precificacao-de-acoes-no-contexto-de-selecao-adversa--uma-pesquisa-experimental/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
AKERLOF, G.A. The mark et for 'lemons': quality uncertainty and the market mechanism. Quarterly Journal of Economics, v. 84, n. 3, p. 488-500, Aug. 1970.

BIRCHLER, U.; BÜTLER, M. Information economics. New York: Routledge, 2007.

DYE, R. E. Disclosure of nonproprietary information. Journal of Accounting Research, v. 23, n. l, p. 123-145, Spring. 1985.

EDWARDS, W. Conservatism in human information processing. In: KLEINMUNTZ, B. (ed.). Formal representation of human judgment. New York: Wiley, 1968. p. 17-52.

ELTON, E. et al. Moderna teoria de carteiras e análise de investimentos. São Paulo: Atlas, 2004.

KAHNEMAN, D.; TVERSKY, A. Prospect theory: an analysis of decisions under risk. Econométrica, Oxford, v. 47, n. 2, p. 263-291, Mar. 1979.

KIMURA, H. Aspectos comportamentais associados às reações do mercado de capitais. RAEeletrônica, São Paulo, v. 2, n. l, jan./jun. 2003. Disponível em: . Acesso em: 27 out.2009.

MACHO-STAND LER, I.; PEREZ CASTRILLO, J. D. An introduction to the economics of information: incentives and contracts. 2nd ed. New York: Oxford University Press, 2001.

MARTINS, G. A.; TEÓPHILO, C. R. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. São Paulo: Atlas, 2007.

NEVES, A. W.; AMARAL, H. F. A precificação de ativos de renda variável no mercado de capitais brasileiro: uma visão comparativa entre a Arbitrage Pricing Theory e o Capital Asset Pricing Model. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 26., 2002, Salvador/BA. Anais ... Rio de Janeiro: ANPAD, 2002.

PINDYCK, R. S.; RUBINFELD, D. L. Microeconomia. 5. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2002.

ROSS, S. The arbitrage theory of capital asset pricing. Journal of Economic Theory. San Diego, v. 13, n. 3, p. 341-360, Dec. 1976.

SALOTTI, B. M.; YAMAMOTO, M. M. Ensaio sobre a teoria da divulgação. Brazilian Business Review, v. 2, n. l, p. 53-70, jan./jun. 2005.

SHARPE, W. F. Capital asset prices: a theory of market equilibrium under conditions of risk. Journal of Finance, v. 19, n. 3, p. 425- 442, Sept. 1964.

TVERSKY, A; KAHNEMAN, D. Judgment under uncertainty: heuristics and biases. Science, v. 185, n. 4157, p. 1124-1131, Sept. 1974.

VERRECCHIA, R. E. Essays on disclosure. Journal of Accounting and Economics, v. 32, n. 1, p. 97-180, Dec. 2001.