Governança, Sucessão e Profissionalização em uma Empresa Familiar: (re)arranjando o lugar da família multigeracional Outros Idiomas

ID:
7788
Resumo:
No âmbito da empresa familiar, conciliar os objetivos organizacionais e as expectativas da família empresária multigeracional  não constitui tarefa simples. Este trabalho foi realizado com o objetivo de analisar os mecanismos de governança e os processos de sucessão e de profissionalização implementados em uma empresa familiar brasileira longeva de grande porte. Além disso, visou identificar prováveis níveis de inter-relação entre esses processos e avaliar suas possibilidades como mediadores das relações de propriedade e controle em uma empresa familiar. Foi realizada uma pesquisa qualitativa, por meio de estudo de caso, junto ao grupo Randon S/A, que iniciou um longo processo de reestruturação nos anos 1990, ainda não concluído. Os resultados da pesquisa indicam que fatores endógenos e exógenos, como os processos de crescimento e internacionalização da empresa, a reformulação da estrutura patrimonial, o ingresso de novos sócios e a entrada no Nível 1 de governança corporativa da Bovespa, dentre outros, influenciaram as mudanças que ocorreram na estrutura de propriedade, de poder, de controle e de gestão da organização. Decisões estratégicas da família controladora incluíram profissionalizar a gestão das empresas que compõem a holding, adotar estruturas de governança que possibilitam demarcar a propriedade e a gestão e reduzir conflitos de interesses, bem como definir regras claras para a sucessão. Esses elementos foram corroborados por essa pesquisa como importantes componentes do processo de construção de longevidade da empresa familiar.
Citação ABNT:
OLIVEIRA, J. L.; ALBUQUERQUE, A. L.; PEREIRA, R. D. Governança, Sucessão e Profissionalização em uma Empresa Familiar: (re)arranjando o lugar da família multigeracional. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, v. 14, n. 43, p. 176-192, 2012.
Citação APA:
Oliveira, J. L., Albuquerque, A. L., & Pereira, R. D. (2012). Governança, Sucessão e Profissionalização em uma Empresa Familiar: (re)arranjando o lugar da família multigeracional. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, 14(43), 176-192.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/7788/governanca--sucessao-e-profissionalizacao-em-uma-empresa-familiar---re-arranjando-o-lugar-da-familia-multigeracional/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ANDRADE, A.; ROSSETTI, ]. P. Governança corporativa: fundamentos, desenvolvimento e tendências. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

BABIC, V. Corporate governance problems in transition economies. Winston-Salem: Wake Forest University. 2003. (Social Science Research Seminar).

BARDIN, L. Análise de conteúdo. 3. ed. Lisboa: Edições 70, 2004.

BARTHOLOMEUSZ, S.; TANEWSKI, G.A. The relationship between family firms and corporate governance. Journal of Small Business Management, v. 44, n. 2, p. 245-267, Apr. 2006.

BORGES, A. F.; LESCURA, C.; OLIVEIRA, J. L. Empresas familiares: mapeamento da produção científica brasileira In: ENCONTRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS DA ANPAD, 6., 2010, Florianópolis. Anais... Florianópolis: ENEO, 2010.

CAMERA, F.; ARAÚJO, L. C. G. Análise dos aspectos teóricos relacionados à governança corporativa que podem contribuir para a sobrevivência das pequenas e médias empresas familiares brasileiras. In: ENCONTRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS DA ANPAD, 5., 2008, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: ENEO, 2008.

CHITTOOR, R.; DAS, R. Professionalization of management and succession performance: a vital linkage. Family Business Review, v. 20, n. 1, p. 65-79, Mar. 2007.

CHRISMAN, J. J.; CHUA, J. H.; STEIER, L. P. The influence of national culture and family involvement on entrepreneurial perceptions and performance at the state level. Entrepreneurship Theory and Practice, v. 26, n. 4, p. 113-130, Summer 2002.

DAVEL, E.; COLBARI, A. Pesquisas sobre organizações familiares: instigações e contribuições. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO, 27., 2003, Atibaia/SP. Anais... Atibaia/SP: ENANPAD, 2003.

DEBICKI, B. J. et al. Family business research in the new millennium: an overview of the who, the where, the what, and the why. Family Business Review, v. 22, n. 2, p. 151-166, Jun. 2009.

DYER JR., W. G. Integrating professional management into a family owned business. Family Business Review, v. 2, n. 3, p. 221-235, Sept. 1989.

DYER JR., W. G. The family: the missing variable in organizational research. Entrepreneurship Theory and Practice, v. 27, n. 4, p. 401-416, June. 2003.

DYER JR., W. G.; Examining the 'family effect' on firm performance. Family Business Review, v. 19, n. 4, p. 253-273, Dec. 2006.

DYER JR., W. G; DYER, W. J. Putting the family into family business research. Family Business Review, v. 22, n. 3, p. 216-219, Sept. 2009.

GALLO, M. A.; SVEEN, J. Internationalizing the family business: facilitating and restraining factors. Family Business Review, v. 4, n. 2, p. 181-190, June. 1991.

GARCIA, V. P. Desenvolvimento das famílias empresárias. Rio de Janeiro: Qualitmark, 2001.

GODOI, C. K.; BALSINI, C. P. V. A pesquisa qualitativa nos estudos organizacionais brasileiros: uma análise bibliométrica. In: GODOI, C. K.; BANDEIRA-DE-MELLO, R.; SILVA, A. B. da (Org.). Pesquisa qualitativa em estudos organizacionais: paradigmas, estratégias e métodos. São Paulo: Saraiva, 2006. p. 89-112.

GRZYBOVSKI, D.; HOFFMANN, P. Z.; MUHL, E. E. Estratégia de sucessão na gestão de empresas familiares: um estudo do caso Gerdau. In: ENCONTRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS, 5., 2008, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: ENEO, 2008.

LAMBRECHT, J. Multigenerational transition in family business: a new explanatory model. Family Business Review, v.18, n. 4, p. 267-282, Dec. 2005.

LESCURA, C. A dinâmica entre família e organização: representações sociais acerca das relações de parentesco em uma organização familiar. 2009. 180f. Dissertação (Mestrado em Administração) Universidade Federal de Lavras, Lavras, MG, 2009.

LITZ, R. A. The family business: toward definitional clarity. In: PROCEEDINGS OF THE ACADEMY OF MANAGEMENT, 55., 1995, Vancouver. Anais... Vancouver: AOM, 1995.

MUSSI, F. B.; TEIXEIRA, M. R.; MASSUKADO, M. S. A empresa familiar e a sucessão na interpretação do herdeiro. In: ENCONTRO DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS, 5., 2008, Belo Horizonte: Anais ... Belo Horizonte: ENEO, 2008.

OLIVEIRA, D. P. R. Empresa familiar: como fortalecer o empreendimento e otimizar o processo sucessório. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2006.

OLIVEIRA, J. L.; PIMENTEL, T. D.; CAMPOS, E. A. S. Governança em empresas familiares: um estudo sobre o desenvolvimento não harmônico do eixo propriedade-empresa-família. In: ENCONTRO DA ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE PÓS-GRADUAÇÃO E PESQUISA EM ADMINISTRAÇÃO, 32., 2008, Rio de Janeiro. Anais ... Rio de Janeiro: ENANPAD, 2008.

ORGANISATION FOR ECONOMIC CO-OPERATION AND DEVELOPMENT - OECD. Os Princípios da OCDE para o Governo das Sociedades. Paris: OECD, 2004. Disponível em: . Acesso em: 10 abr.2012.

PAIVA, K. C. M.; OLIVEIRA, M. C. S. M.; MELO, M. C. O. L. Produção científica brasileira sobre empresa familiar: um meta estudo de artigos publicados em anais de eventos da ANPAD no período de 1997-2007. Revista de Administração Mackenzie, v. 9, n. 6, p. 148- 173, set.lout. 2008.

PEREIRA, R. D. Sucessão, profissionalização e governança: um estudo multicasos em empresas familiares mineiras. 201 O. 215 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Minas Gerais, Minas Gerais, 2010.

RANDON. Relat6rio de sustentabilidade. Rio Grande do Sul: Randon, 2010. Disponível em: . Acesso em: 10 nov.2010.

SHARMA, P. An overview of the field of family business studies: current status and directions for the future. In: POUTZIOURIS, P. Z.; SMYRNIOS, K.X.; KLEIN, S. B. (Org.). Handbook of research on family business. Cheltenham: Edward Elgar, 2006. p. 25-55.

TAGIURI, R.; DAVIS, J. Bivalent attributes of the family flrm. Family Business Review, v. 9, n. 2, p.199-208, June 1985.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.