O imperativo intercultural na vida e na gestão contemporânea Outros Idiomas

ID:
7867
Resumo:
A importância dos aspectos interculturais na vida moderna é conseqüência do processo de formação de blocos econômicos, da globalização de empresas, dos avanços tecnológicos, dos novos processos de comunicação, da relevância econômica do setor de turismo e dos processos migratórios em massa. Os estudos interculturais nas organizações favorecem a melhoria da eficácia e do controle de estruturas, estratégias e decisões, além de reduzir riscos de investimentos em cenários desconhecidos e de elevar as oportunidades de negócios ao redor do mundo. Na vida social, esta área promove uma maior sensibilidade, tolerância e respeito pelos grupos e sociedades de origens distintas. Este artigo analisa as razões que sustentam a irreversibilidade do aspecto intercultural na vida social e organizacional contemporâneas e defende a tese da mobilidade como um novo valor-chave no mundo de hoje.
Citação ABNT:
FREITAS, M. E.O imperativo intercultural na vida e na gestão contemporânea. Organizações & Sociedade, v. 15, n. 45, p. 79-89, 2008.
Citação APA:
Freitas, M. E.(2008). O imperativo intercultural na vida e na gestão contemporânea. Organizações & Sociedade, 15(45), 79-89.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/7867/o-imperativo-intercultural-na-vida-e-na-gestao-contemporanea/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português