A tributação da prestação de serviços contábeis: profissional liberal ou empresa – o que é melhor? Outros Idiomas

ID:
8311
Resumo:
Este artigo tem por objetivo identificar, dentre as modalidades de tributação, a que mais oferece vantagens ao prestador de serviços contábeis. O estudo desenvolve-se a partir da definição de gestão tributária e caracterização das formas de exercício profissional dos contabilistas, bem como dos aspectos tributários que envolvem cada modalidade de tributação. Para tanto, com base nas legislações em vigor, realizou-se um estudo de caso para verificar qual a modalidade mais vantajosa para a empresa. Por fim, foram realizadas simulações a fim de averiguar o impacto dos tributos no lucro das entidades físicas e jurídicas e, também, a relação existente entre custos, despesas e a alternativa escolhida. Constatou-se, com base no estudo de caso e simulações, que o Simples Nacional é a modalidade mais vantajosa para a atividade de serviços contábeis. Entretanto, essa não é a modalidade utilizada pela maioria dos escritórios de contabilidade do Brasil, segundo dados do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), havendo necessidade, desta forma, de realização de novas pesquisas que possibilitem compreender essa realidade.
Citação ABNT:
LIMA, E. M.; REZENDE, A. J. A tributação da prestação de serviços contábeis: profissional liberal ou empresa – o que é melhor?. Revista da Micro e Pequena Empresa, v. 6, n. 2, p. 4-27, 2012.
Citação APA:
Lima, E. M., & Rezende, A. J. (2012). A tributação da prestação de serviços contábeis: profissional liberal ou empresa – o que é melhor?. Revista da Micro e Pequena Empresa, 6(2), 4-27.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/8311/a-tributacao-da-prestacao-de-servicos-contabeis--profissional-liberal-ou-empresa-----o-que-e-melhor-/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BRASIL, 1946. Decreto-Lei n º 9.295, de 27 de maio de 1946. [online] Cria o conselho federal de contabilidade, define as atribuições do contador e do guarda livros, e da outras providências. Disponível em: [Acesso 13 maio 2004].

BRASIL, 1973. Lei n. 1.466, de 26 de outubro de 1973. In: Prefeitura Municipal de Campo Grande PMCG. Código Tributário Municipal. Campo Grande, PMCG, 1996.

BRASIL, 1990a. Lei n. 8.134, de 27 de dezembro de 1990. [online] Altera a legislação do imposto de renda e dá outras providências. Disponível em: [Acesso 14 maio 2004].

BRASIL, 1990b. Resolução CFC n. 680/1990. [online] Dispõe sobre registro profissional dos contabilistas, registro cadastral dos escritórios, e expedição de documentos de identidade profissional. Disponível em: [Acesso 25 maio 2004].

BRASIL, 1991a. Lei n. 8.212 de 1991. [online] Disponível em: [Acesso 04 out. 2010].

BRASIL, 1991b. Lei n. 8.213 de 1991. [online] Disponível em: [Acesso 04 out. 2010].

BRASIL, 1995a. Lei n. 8.981, de 20 de janeiro de 1995. [online] Altera a legislação tributária federal e dá outras providências. Disponível em: [Acesso 02 out. 2010].

BRASIL, 1995b. Lei n. 9.249, de 26 de dezembro de 1995. [online] Altera a legislação do imposto de renda das pessoas jurídicas, bem como da contribuição social sobre o lucro líquido, e dá outras providências. Disponível em: [Acesso 16 maio 2004].

BRASIL, 1996a. Lei n. 9.317, de 05 de dezembro de 1996. [online] Dispõe sobre o regime tributário das microempresas e das empresas de pequeno porte, institui o Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições das Microempresas e das Empresas de pequeno PorteSIMPLES e dá outras providências. Disponível em: [Acesso 16 maio 2004].

BRASIL, 1996b. Lei n. 9.430, de 27 de dezembro de 1996. [online] Dispõe sobre a legislação tributária federal, as contribuições para a seguridade social, o processo administrativo de consulta e dá outras providências. Disponível em: [Acesso 16 maio 2004].

BRASIL, 1999a. Decreto n. 3.000, de 26 de março de 1999. [online] Regulamenta a tributação, fiscalização, arrecadação e administração do Imposto sobre a Renda e Proventos de Qualquer Natureza. Disponível em: [Acesso 13 maio 2004].

BRASIL, 1999b. Decreto nº 3.048 de 1999. [online] Disponível em: [Acesso 06 out. 2010].

BRASIL, 2002a. Decreto n º 4.524, de 17 de dezembro de 2002. [online] Regulamenta a Contribuição para o PIS/Pasep e a Cofins devidas pelas pessoas jurídicas em geral. Disponível em: [Acesso 13 maio 2004].

BRASIL, 2002b. Lei n. 10.406, de 10 de janeiro de 2002. [online] Institui o código civil. Disponível em: [Acesso 19 maio 2004].

BRASIL, 2003a. Instrução Normativa n º 378, de 30 de dezembro de 2003. [online] Dispõe sobre o cálculo do imposto de renda na fonte e do recolhimento mensal obrigatório (carnê-leão) de pessoas físicas durante os anos-calendário de 2004 e 2005. Disponível em: [Acesso 20 maio 2004].

BRASIL, 2003b. Resolução CFC n. 983/2003. [online] Dispõe sobre os valores da anuidade, taxas e multas devidas aos Conselhos Regionais de Contabilidade para o exercício de 2004. Disponível em: Acesso em: 25/05/2004

BRASIL, 2004. Instrução Normativa n. 390, de 30 de janeiro de 2004. [online] Dispõe sobre a apuração e o pagamento da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido. Disponível em: [Acesso 20 maio 2004].

BRASIL, 2006. Lei Complementar n. 123 de 2006. [online] Disponível em: [Acesso 15 out. 2010].

BRASIL, 2008. Lei Complementar n. 128 de dezembro de 2008. [online] Disponível em: [Acesso 15 out. 2010].

BRASIL, 2009a. Instrução Normativa n. 971 de 2009. [online] Disponível em: [Acesso 01 out. 2010].

BRASIL, 2009b. Lei n. 11.941 de 2009. [online] Disponível em: [Acesso 06 out. 2010].

BRASIL, 2010a. Instrução Normativa n. 994 da Receita Federal, de 22 de janeiro de 2010. [online] Disponível em: [Acesso 01 out. 2010].

BRASIL, 2010b. Regulamento do Imposto de Renda. [online] Disponível em: [Acesso 01 out. 2010].

CATELLI, A., 2001. Controladoria – uma abordagem da gestão econômica GECON. 2 ed. São Paulo: Atlas.

CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A., 1996. Metodologia científica. 4 ed. São Paulo: Makron Books.

CFC, Conselho Federal de Contabilidade. 2009 e 2010. [online] Disponível em: [Acesso em 15 out. 2010].

FIUZA, R. (Coordenador), 2003. Novo código civil comentado. São Paulo: Saraiva.

GOMES, M. B., 2001. Contabilidade e planejamento tributário. Revista de Contabilidade da UniABC, Universidade do Grande ABC, Santo André, p. 70.

MENDES, G., 2002. Estratégia para a excelência administrativa. Revista Ensino Superior, São Paulo, agosto, ano IV, 47, pp. 42-43.

PELEIAS, I. R., 2002. Controladoria – gestão eficaz utilizando padrões. São Paulo: Saraiva.

RECEITA FEDERAL, 2010. [online] Disponível em: . [Acesso 10 ago. 2010].

REVISTA BRASILEIRA DE CONTABILIDADE, 2004. Brasília, janeiro/fevereiro, ano XXXIII, 145, pp. 9-15.

TACHIZAWA, T., 2002. Organizações não governamentais e terceiro setor – criação de ONGs e estratégias de atuação. São Paulo: Atlas.

UNIVERSO ON-LINE: Agência de Notícias. 2004. [online] Disponível em . [Acesso em 18 maio 2004].

YIN, R. K., 2001. Es