Ativos intangíveis, resultados visíveis: produção científica em base de dados de acesso aberto Outros Idiomas

ID:
8469
Resumo:
O presente estudo objetiva identificar publicações científicas, em âmbito mundial, sobre ativos intangíveis, no período de 2006 a 2011, em uma base de dados de acesso aberto, o Directory of Open Access Journal (DOAJ). O tema justifica-se devido à relevância do assunto ativo intangível, reconhecidamente um elemento importante do patrimônio das entidades - gerando riqueza e sendo indispensável nos processos decisórios – principalmente, em ambiente  competitivo de uma sociedade em que diferenciais são essenciais. A escolha pela busca de publicações em uma base de dados de acesso aberto deve-se à
compreensão de que o conhecimento científico precisa ser comunicado, para assim ter impacto na sociedade e colaborar para o seu desenvolvimento. Trata-se de uma pesquisa descritiva, de cunho quantiqualitativo e tendo como universo cinquenta e quatro artigos com o termo ativo intangível, em vinte e seis periódicos de nove países. Dentre os países com maior número de periódicos sobre o tema destaca-se a Romênia, com um total de dez periódicos. O Brasil ocupa a segunda posição, com quatro periódicos publicados e a predominância desse tema foi evidenciada e mais representativa, no assunto “Gestão e Negócios”. O periódico que mais se destacou pelo numerativo de publicações sobre o tema foi o Intangible Capital, da Espanha. A produção científica evoluiu ao longo do período analisado da pesquisa, passando de seis artigos, em 2006 para quinze artigos, em 2011, caracterizados como de autoria individual (50%). A pesquisa evidenciou, também, que capital intelectual foi o subassunto mais pesquisado na base DOAJ.
Citação ABNT:
SILVA, A. B.; ALVES, F. J. D. S.; DUQUE, A. P. O. Ativos intangíveis, resultados visíveis: produção científica em base de dados de acesso aberto. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, v. 17, n. 2, p. 68-88, 2012.
Citação APA:
Silva, A. B., Alves, F. J. D. S., & Duque, A. P. O. (2012). Ativos intangíveis, resultados visíveis: produção científica em base de dados de acesso aberto. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, 17(2), 68-88.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/8469/ativos-intangiveis--resultados-visiveis--producao-cientifica-em-base-de-dados-de-acesso-aberto/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ANGHEL, Ion. Intellectual Capital and Intangible Assets Analysis and Valuation. Theoretical and Applied Economics, 2008, v. 03, n. 03, p. 75-84. Disponível em:. Acesso em: 03 maio2012.

ANTUNES, Maria Thereza Pompa; ALVES, Alex Serafim. A Adequação dos Sistemas Enterprise Resources Planning (ERP) para a Geração de Informações Contábeis Gerenciais de Natureza Intangível: um estudo exploratório. Revista Brasileira de Gestão de Negócios, 2008, v. 10, n. 27, p. 161-174. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

ANTUNES, Maria Thereza Pompa; LEITE, Rafael Soares. Divulgação de informações sobre ativos intangíveis e sua utilidade para analistas de investimentos. Revista Universo Contábil, Blumenau, v. 4, n. 4, p. 22-38, out/dez. 2008. Disponível em: . Acesso em: 15 maio2012.

AQUINO, W. D. Contribuição à Avaliação da Marca Corporativa. 2000. Dissertação (Mestrado) Curso de Ciências Contábeis, Faculdade de Administração e Finanças, UERJ, Rio de Janeiro, 2000.

BONILLA, Federico Li. El valor económico agregado (EVA) en el valor del negocio. Revista Nacional de Administración, 2010, v. 1, n. 1, p. 55-70. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

BRASIL. Lei nº 11.638, de 29 de dezembro de 2007. Altera dispositivos da Lei das Sociedades por Ações. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 2007.

CANTELLI, Wellington Washington; ARESI, Evandro Marcio; SOUZA, Alceu. Intangible assets evaluation for the knowledge management. Perspectivas Contemporâneas, 2006, v. 1, n. 2, p. 118-141. Disponível em: . Acesso em: 03 maio 2012.

COELHO, Cláudio Ulysses Ferreira Coelho; Lins, Luiz dos Santos. Teoria da Contabilidade: Abordagem Contextual, Histórica e Gerencial. 1 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

COMITÊ DE PRONUNCIAMENTOS CONTÁBEIS. Pronunciamento Técnico CPC 04 (R1) – Ativos Intangíveis. Disponível em: . Acesso em: 30 mar.2012.

CÓRCOLES, Yolanda Ramírez. Towards the convergence of accounting treatment for intangible assets. Intangible Capital, 2010, v. 6, n. 2, p. 185-201. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

DIRECTORY OF OPEN ACCESS JOURNALS (DOAJ). Disponível em: . Acesso em: 10 jun.2012.

DOMENEGHETTI, Daniel; MEIR, Roberto. Ativos Intangíveis: como sair do deserto competitivo dos mercados e encontrar um oásis de valor e resultados para sua empresa. 2 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

FADUR, Cristina-Ionela; Ciotină,Daniela. Is the future of accounting compatible with the accounting of the future? CES Working Papers, 2011, v. 3, n. 1, p. 55-63. Disponível em: . Acesso: 3 maio2012.

FADUR, Cristina-Ionela; CIOTINĂ, Daniela; MIRONIUCE, Marilena. Empirical Study on the Financial Reporting of Intangible Assets by Romanian Companies. Theoretical and Applied Economics, 2011, v. 8, n. 8, p. 5-16. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

FADUR, Cristina-Ionela. Intangible Assets An openissue. CES Working Papers, 2011, v. 3, n. 4, p. 508-514. Disponível em: . Acesso em 3 maio 2012.

GARCIA-PARRA, Mercedes. Los elementos integrantes de la nueva riqueza de la empresa. Intangible Capital, 2007, n. 2, p. 87-108. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

GARCIA-PARRA, Mercedes; SIMO, Pep; MUNDET, Joan; GUZMAN, Jordi. Intangibles: Activos y Pasivos Intangibles: Assets and liabilities. Intangible Capital, 2007, n. 1, p. 70-86. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

GARCIA-PARRA, Mercedes; SIMO, Pep; SALLAN, Jose Maria. The evolution of the intellectual capital and new tendencies. Intangible Capital, 2007, v. 2, n. 3, p. 277-307. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

GEORGESCU, Iuliana; CHIRITA, Irina. Deployment approaches of the intangible assets under the form of intellectual capital within the accountancyprocedures of a comercial company. Annals of the Stefan cel Mare University of Suceava : Fascicle of the Faculty of Economics and Public Administration, 2010, v. 10, n. 1, p. 135-141. Disponível em: . Acesso em: 3 maio 2012.

GROSU, Corina; ALMASAN, Alina. Intangible Assets – Important Resources for Performant Enterprise Gestion. Theoretical and Applied Economics, 2006, v. 8, n. 8, p. 79-84. Disponível em: . Acesso em: 03 maio 2012.

GUITART, Ricard Monclús et. al. Los informes de capital intelectual como medida del desempeño organizativo: Un enfoque desde el punto de vista del inversor. Communications of the IBIMA, 2009, v. 10, n. 15, p. 119-126. Disponível em: . Acesso em: 3 maio de2012.

HENDRIKSEN, Eldon S.; VAN BREDA, Michael F. Teoria da Contabilidade. 1 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

HONORATO, Hermes Guimarães. A influência dos Ativos Intangíveis na Análise de Risco de Crédito de Empresas de Base Tecnológica. 2008. Dissertação de Mestrado em Gestão Empresarial Curso de Pós-Graduação em Gestão Empresarial, FGV, Rio de Janeiro, 2008.

IONEL, Vatasoiu Cristian; ALINA, Cornescu; DIMITRU,Motoniu Ioan. Human resources accounting accounting for the most valuable asset of an enterprise. Annals of the University of Oradea : Economic Science, 2010, v. 1, n. 2, p. 925-931. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

IUDÍCIBUS, Sérgio de; MARION, José Carlos; FARIA, Ana Cristina. Introdução à Teoria da Contabilidade para o nível de graduação. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

JOIA, Luiz Antônio. Medindo o capital intelectual. Rev adm empres, v. 41, n. 2, jun. 2001 . Disponível em: . Acesso em: 2 nov.2011.

KARACAN, Sami; ERGIN, Emre. Intellectual Capital and Financial Performance in the Banking Sector. Business and Economics Research Journal, 2011, v. 2, n. 4, p. 73-88. Disponível em: . Acesso em 3 maio2012.

KAYO, Eduardo Kazuo. A estrutura de capital e o risco das empresas tangível e intangível-intensivas: uma contribuição ao estudo da valoração de empresas. Tese de Doutorado, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo, 2002. Disponível em: . Acesso em: 5 jun.2012.

KAYO, Eduardo Kazuo et al . Ativos intangíveis, ciclo de vida e criação de valor. Rev adm contemp, v. 10, n. 3, set. 2006. Disponível em . Acesso em: 2 jun.2012.

KAYO, Eduardo Kazuo; FAMÁ, Rubens. A estrutura de capital e o risco das empresas tangívelintensivas e intangível-intensivas. R. Adm, São Paulo, v.39, n. 2, p.164-176, abr./maio/jun. 2004.

LEV, Baruch. Intangibles – Management, Measurement, and Reporting. Brookings Institution Press: Washington, D.C, 2001.

MARQUES, Maria da Conceiçâo da Costa. Os activos intangíveis nas contas das empresas do PSI 20 : uma evidência empírica. Pecunia: Revista de la Facultad de Ciencias Económicas y Empresariales, 2009, n. 8, p. 183-201. Disponível em: . Acesso em: 3 maio de2012.

MIHAI, Iuliana Oana; MIHALCIUC, Camelia; MIHAI, Cosmin. Accounting treatment for R&D activities in accordance with IFRS and Romanian Legislation. Annals of the Stefan cel Mare University of Suceava. Fascicle of the Faculty of Economics and Public Administration, 2011, v. 11, n. 1, p. 226-236. Disponível em: . Acesso em 3 maio2012.

MIKUSOVA, Marie. Knowledge in enterprise: The role and perfomance measurement. Lex et Scientia, 2008, v. 15, n. 2, p. 283-291. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

MORENO, Fernanda Passini; ARELLANO, Miguel Ángel Márdero. Publicação científica em arquivos de acesso aberto. Arquivística.net, v. 1. n. 1, p. 76-86. Jan./jun. 2005. Disponível em: . Acesso em: 30 abr. 2012.

OLIVEIRA, Joel Marques de; BEUREN, Ilse Maria. O tratamento contábil do capital intelectual em empresas com valor de mercado superior ao valor contábil. Revista Contabilidade & Finanças, USP, São Paulo, n. 32, p. 81-98, maio/agosto 2003.

PEREZ, Marcelo Monteiro; FAMÁ, Rubens. Ativos Intangíveis e o desempenho empresarial. Revista Contabilidade e Finanças, USP, São Paulo, n. 40, n.1, p. 7-24, jan./abr. 2006.

RADNEANTU, Nicoleta; GABROVEANU, Emilia ; STAN, Roxana . From traditional accounting to knowledge based accounting organizations. Annals of the University of Petrosani: Economics, 2010, v. 10, n. 1, p. 307-318. Disponível em: . Acesso em 3 maio de2012.

RADNEANTU, Nicoleta; GABROVEANU, Emilia; STAN, Roxana . K Organizations accounting in Romania A field study perspective. Annals of the University of Petrosani: Economics, 2008, v. 8, n. 2, p. 101-106. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

RADNEANTU, Nicoleta. Making the invisible visible: The intangible assets recognition, the valuation and reporting in Romania. Annals of the University of Petrosani: Economics, 2009, v. 9, n. 2, p. 221-226. Disponível em: . Acesso em: 3 maio de2012.

RADU, Danciu; MARIUS, Deac. Issues Related to the Accounting Treatment of the Tangible and Intangible Assets Depreciation. Annals of the University of Oradea: Economic Science, 2011 v. 1, n. 2, p. 498-502. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

RAUP, Fabiano Maury. Metodologia da pesquisa aplicável às Ciências Sociais. In: BEUREN, Ilse Maria (Org.). Como elaborar trabalhos monográficos em Contabilidade: teoria e prática. 3 ed. São Paulo: 2008, p. 76-97.

ROXANA-MANUELA, Dicu. The Transparency in the reporting of intellectual capital: Between the management responsibility and the stakeholders'requirements. Annals of the University of Oradea: Economic Science, 2011, v. 1, n. 1, p. 609-615. Disponível em: . Acesso em: 3 maio 2012.

SÁ, Antonio Lopes. Teoria da Contabilidade. 5 ed. São Paulo: Atlas, 2010.

SALLAN, Jose Maria. Characterising informal groups of knowledge transfer with social network. Intangible Capital, 2007, v. 2, n. 1, p. 21-36. Disponível em: . Acesso em: 3 maio 2012.

SCHMIDT, Paulo; SANTOS, José Luiz. Avaliação de Ativos Intangíveis. 2 ed. São Paulo: Atlas, 2009.

SURIÑACH, Jordi; MORENO, Rosina. The role of intangible assets in the regional economic growth. Investigaciones Regionales, v . 1, n. 20, p. 165-193, 2011. Disponível em: . Acesso em: 3 maio2012.

WANG, Heng. Intangible Assets-According to German GAAP. International Journal of Business and Management, v. 3, n. 10. 2009. Disponível em: . Acesso em: 3 maio de2012.