Padrões Internacionais de Contabilidade para o Setor Público: Análise da IPSAS 17 Outros Idiomas

ID:
8474
Resumo:
O presente trabalho analisa os padrões de contabilidade aplicáveis ao setor público no que tange às propriedades, instalações e equipamentos normalizados pela IPSAS 17, a adesão das orientações das NBCASP, bem como o processo de convergência da contabilidade nacional (pública) às normas internacionais emitidas pela International Federation of Accountants (IFAC). Foram analisados os 17 pontos abordados pela IPSAS que tratam sobre as propriedades, instalações e equipamentos e seus principais aspectos como o reconhecimento dos bens de uso comum do povo, bens históricos, artísticos e culturais e as variações patrimoniais como reavaliação, depreciação, impairment, e perdas e ganhos referente aos ativos do imobilizado. A pesquisa ocorreu de forma qualitativa quanto à abordagem do problema e descritiva quanto aos objetivos. Após a análise das NBCASP e da legislação brasileira daqueles pontos citados na IPSAS 17, buscou-se demonstrar a adesão aos preceitos internacionais e aqueles que ainda apresentam divergências. Constatou-se que embora alguns aspectos sejam semelhantes, outros ainda conservam discrepâncias, ou não estão perfeitamente alinhados.
Palavras-chave:
Citação ABNT:
SALLABERRY, J. D.; VENDRUSCOLO, M. I. Padrões Internacionais de Contabilidade para o Setor Público: Análise da IPSAS 17. Administração Pública e Gestão Social, v. 4, n. 1, p. 48-75, 2012.
Citação APA:
Sallaberry, J. D., & Vendruscolo, M. I. (2012). Padrões Internacionais de Contabilidade para o Setor Público: Análise da IPSAS 17. Administração Pública e Gestão Social, 4(1), 48-75.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/8474/padroes-internacionais-de-contabilidade-para-o-setor-publico--analise-da-ipsas-17/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
BARTH, M.; CLlNCH, G.; SHIBANO, T. International accounting harmonization and global equity markets. Journal of Accounting and Economics, v. 26 p. 201-235, 1999.

BRASIL. Decreto-Lei n° 200, de 25 de fevereiro de 1967. Dispõe sobre a organização da Administração Federal, estabelece diretriz para a Reforma Administrativa e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil/decreto-lei/Del0200.htm>. Acesso em 03 jun. 10.

BRASIL. Lei Complementar Federal n° 101, de 4 de maio de 2000. Estabelece normas de finanças públicas voltadas para a responsabilidade na gestão fiscal e dá outras providências. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Leis/LCP/Lcp101.htm>. Acesso em 08 mar. 10.

BRASIL. Lei Federal n° 10.406, de 10 de janeiro de 2002. Institui o Código Civil. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil/leis/2002/L10406.htm>. Acesso em 20 out. 10.

BRASIL. Lei Federal n° 4.320, de 17 de março de 1964. Estatui Normas Gerais de Direito Financeiro para elaboração e controle dos orçamentos e balanços da União, dos Estados, dos Municípios e do Distrito Federal. Disponível em: . Acesso em 08 mar. 10.

CARLIN, Diego. Considerações Sobre o Processo de Convergência na Contabilidade Pública Brasileira. Revista CRCRS. Porto Alegre, n. 8, set. 2008. Disponível em: < http://www.crcrs.org.br/revistaeletronica/artigos/08_diego.pdf>. Acesso em 21 mar. 2010.

CFC. Conselho Federal de Contabilidade. Resoluções. Disponível em: http://www.cfc.org.br/sisweb/sre/Default.aspx. Acesso em 31 jan. 2011.

CGU. Controladoria-Geral da União. Portal de Transparência do Governo Federal. . Acesso em: 18 jun. 2010.

CHOI, F.; MEEK, G. International accounting. 5. ed. New York: Pearson Prentice Hall, 2005.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. São Paulo: Atlas, 1999.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Contas Nacionais Trimestrais. Disponível em: . Acesso em 18 mai. 2010.

IFAC. International Federation of Accountants. IPSAS 17 Property, Plant, and Equipment. 2006 IFAC Handbook of International Public Sector Accounting Pronouncements. Versão em Espanhol. New York: IFAC, 2006. Disponível em: < http://web.ifac.org/publications/international-public-sector-accounting-standards board>. Acesso em: 16 abr. 2010.

IFAC. IPSAS 17 Property, Plant, and Equipment. 2010 IFAC Handbook of International Public Sector Accounting Pronouncements . Versão em Inglês. New York: IFAC, 2010. Disponível em: < http://web.ifac.org/publications/international public-sector-accounting-standards-board/handbooks#2010-ifac-handbook-of-inter >. Acesso em: 17 jun. 2010.

IPSASB. International Public Sector Accounting Standards Board. New York: IFAC, 2010. Disponível em: < http://www.ifac.org/PublicSectorProjects.php#InProgress >. Acesso em: 17 jun. 2010.

IUDICIBUS, Sérgio de. Teoria da Contabilidade. São Paulo: Atlas, 1987.

NIYAMA, J. K. Contabilidade Internacional. São Paulo: Atlas, 2007.

SCHIMIDT, Paulo; SANTOS, José Luiz dos. História do Pensamento Contábil. São Paulo: Atlas, 2006.

SILVA, Antonio Carlos Ribeiro da. Metodologia da Pesquisa Aplicada à Contabilidade. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

SILVA, Cassandra R. O. Metodologia e Organização do Projeto de Pesquisa. Fortaleza: CEFETCE, 2004.

SILVA, Lino Martins da. A Normatização da Contabilidade Governamental: fatores críticos que impactam as informações dadas aos usuários das informações contábeis REPeC Revista de Educação e Pesquisa em Contabilidade, Brasília, v. 1, n. 1, art. 3, p. 25-38, jan/abr. 2007. Disponível em: < http://www.repec.org.br/index.php/repec/article/view PDFInterstitial/3/3>. Acesso em: 15 ago. 10.

STN. Secretaria do Tesouro Nacional. Contabilidade Governamental. Disponível em: . Acesso em: 14 set. 2010.

STN. Secretaria do Tesouro Nacional. Legislação. . Acesso em: 04 jan. 2011.