Cultura e alimentação: análise das festas gastronômicas na Serra Gaúcha-RS Outros Idiomas

ID:
8942
Resumo:
O estudo de festivais e eventos é hoje uma área importante do Turismo, que teve aumento da produção cientifica nas últimas décadas em função do interesse em compreender o seu significado por parte dos pesquisadores (QUINN, 2009). Em muitos casos, a comida é a principal razão para a celebração do festival, pois oferece uma oportunidade ideal para turistas e locais interagirem e compartilharem experiências. Por exemplo, os agricultores anualmente realizam festivais para compartilhar o bom resultado da lavoura/safra (ADEMA, 2006; KALKSTEIN-SILKES, 2007). O trabalho buscou identificar e analisar os estudos que abordaram as festas gastronômicas na Serra Gaúcha-RS por meio de levantamento bibliográfico de trabalhos acadêmicos (artigos, teses e dissertações), no período entre 2001 e 2012, para compreender as relações entre temas, tais como: identidade cultural, memória e patrimônio local, festas, Turismo,  gastronomia. Os resultados da análise das publicações demonstram a complexidade no alinhamento entre cultura e alimentação e como a participação da temática “festas gastronômicas” pode ser um elemento integrador da cultura de determinada localidade.
Citação ABNT:
BORTNOWSKA, K.; ALBERTON, A.; MARINHO, S. V. Cultura e alimentação: análise das festas gastronômicas na Serra Gaúcha-RS. Rosa dos Ventos - Turismo e Hospitalidade, v. 4, n. 3, p. 369-383, 2012.
Citação APA:
Bortnowska, K., Alberton, A., & Marinho, S. V. (2012). Cultura e alimentação: análise das festas gastronômicas na Serra Gaúcha-RS. Rosa dos Ventos - Turismo e Hospitalidade, 4(3), 369-383.
Link Permanente:
http://www.spell.org.br/documentos/ver/8942/cultura-e-alimentacao--analise-das-festas-gastronomicas-na-serra-gaucha-rs/i/pt-br
Tipo de documento:
Artigo
Idioma:
Português
Referências:
ADEMA, P. Festive foodscapes: iconizing food and the shaping of identity and place. 346f. Tese. (PhD in the Department of American Studies)The University of Texas at Austin, Austin, 2006.

AMARAL, R. Festas, festivais, festividades: algumas notas para a discussão de métodos e técnicas de pesquisa sobre festejar no Brasil. In: II Colóquio Festas e Sociabilidades CIRS/CASO/ Centro Federal de Educação Tecnológica CEFET, 2, 2008, João Pessoa. Anais… João Pessoa: CEFET, 2008.

AMILIEN, V.; HEGNES, A. The cultural smell of fermented fish: A view of the development of a local product in Norway. Journal Food, Agriculture & Environment, v. 1, n. 2, 2004, p. 141-147.

BACCON, M. Festiqueijo: cultura, lazer e turismo. 171f. Dissertação (Mestrado em Turismo)-Universidade de Caxias de Sul, Caxias de Sul. 2009.

BARROCO, L.M.S.; BARROCO, H.E. A importância da gastronomia como patrimônio cultural, no turismo baiano. Turismo y Desarrollo, v. 2, n. 2, 2008, p. 1-10.

BESSIÈRE, J. Local Development and Heritage: Traditional Food and Cuisine as Tourist Attractions in Rural Areas. Sociologia Ruralis, v. 38, n. 1, 1998, p.21-34.

CARVALHO, M.S. A geografia da alimentação em frente pioneira. Revista Terra Livre, v.21, n. 2, p.95-110, 2005.

CARVALHO, M.S. Lugares e paladares: uma contribuição geográfica à diversidade do consumo alimentar no Brasil. Revista RA´E GA O Espaço Geográfico em Análise, v. 15, 2008, p. 95-111.

CASASOLA, L. Turismo y ambiente. México: Trilhas, 2000.

CASCUDO, L. da C. História da alimentação no Brasil. São Paulo: Global, 2004.

CERETTA, C.C. Eventos de marca: evidências de valor turístico na gastronomia regional do Rio Grande do Sul-Brasil. Revista Rosa dos Ventos, v. 4, n. 1, 2012, p. 89-99.

CORÇÃO, M. Memória gustativa e identidades: de Proust à cozinha contemporânea. In: XXIV Simpósio Nacional de HistóriaSNH, 24, 2007, São Leopoldo. Anais... São Leopoldo: SNH, 2007. p. 536-536.

DAMATTA, R. The meal is the message. Courrier da Unesco, Paris, n. 5, 1987, p.22.

DORNELES, E.B. Gramado: a produção e consumo de uma imagem de cidade europeia no sul do Brasil. 172 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia) Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 2001.

FALASSI, A. Festival: definition and morphology. In: FALASSI, A. Time out of time: essays on the festival. Albuquerque: University of New Mexico Press, 1987, p. 1-10.

FRIGERI, A.F. Os Italianos, Vinho e Turismo: O Vale dos Vinhedos na Serra Gaúcha. 79 f. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) Fundação Getulio Vargas, Rio de Janeiro, 2009.

GÂNDARA, J.M.; GIMENES, M.H.S.G.; MASCARENHAS, R.G.T. Reflexões sobre o turismo gastronômico na perspectiva da sociedade dos sonhos. In: Panosso, N. A.; Ansarah, M. G. Segmentação do mercado turístico – estudos, produtos e perspectivas. Barueri: Manole, 2009, p. 179-191.

GASTAL, S.; MACHIAVELLI, M.S. Um pouco da história dos eventos: a Festa Nacional do Champanha. In: do XXVI Simpósio Nacional de História – ANPUH, n. 26, 2011 São Paulo. Anais... São Paulo. 2011.

GIMENES, M.H.S.G. Bares e casas noturnas: um estudo exploratório sobre consumo e sociabilidade. Revista Turismo em Análise, v. 15, n. 1, 2004, p. 73-88.

GIMENES, M.H.S.G. O uso turístico das comidas tradicionais: algumas reflexões a partir do Barreado, prato típico do litoral paranaense (Brasil). Revista Turismo & Sociedade, v. 2, n. 1, 2009, p. 8-24.

GIMENES, M.H.S.G. Patrimônio Gastronômico, Patrimônio Turístico: uma reflexão introdutória sobre a valorização das comidas tradicionais pelo IPHAN e a atividade turística no Brasil. In: III Seminário de Pesquisa em Turismo do Mercosul, IV Seminário Anual da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Turismo ANPTUR, 3 / 4, 2006, Caxias do Sul Anais... Caxias do Sul: SEMINTUR/ ANPTUR, 2006.

GIMENES, M.H.S.G. Uma breve reflexão sobre o lugar da gastronomia nos estudos sobre turismo realizados no Brasil. Turismo & Sociedade. Curitiba, v. 4, n. 2, 2011, p. 425-431.

GOLLO, S.S. Inovação e estratégia de cooperação competitiva : estudo de caso da Indicação de Procedência Vale dos Vinhedos – Serra Gaúcha/RS. 2006. 359 f. Tese (Doutorado em Administração) Universidade Federal do Rio Grande do Sul, RS, Brasil. 2006.

HAVEN-TANG, C.; JONES, E. Using Local Food and Drink to Differentiate Tourism Destinations Through a Sense of Place: A Story from Wales – Dining at Monmouthshire’s Great Table. Journal of Culinary Science & Technology, v. 4, n. 4, 2005, p. 69-74.

HJALAGER, A.M. A typology of gastronomy tourism. In: HJALAGER, A. M.; RICHARDS, G. Tourism and Gastronomy. London: Routledge, 2002, p. 22-36.

KALKSTEIN-SILKES, C.A. Food and Food Related Festivals in Rural Destination Branding. 148 f. Tese (PhD in Hospitality and Tourism Management) Purdue University, West Lafayette, Indiana. 2007.

LAVANDOSKI, J. A paisagem na rota enoturística Vale dos Vinhedos/RS na perspectiva do visitante. 116 f. Dissertação (Mestrado em Turismo) Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, RS, Brasil. 2008.

LAVANDOSKI, J.; TONINI, H.; BARRETTO, M. Uva, vinho e identidade cultural na Serra Gaúcha (RS, Brasil). Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo, São Paulo, n. 6, v. 2, 2012, p. 90-106.

LEWIS, G. Celebrating Asparagus: Community and the Rationally Constructed Food Festivals. Journal of American Culture, v. 20, n. 4, 1997, p. 73-78.

MACIEL, M.E. Cultura e alimentação ou o que têm a ver os macaquinhos de Koshima com Brillat-Savarin? Revista Horizontes Antropológicos, v. 7, n. 16, 2001, p. 145-156.

MENEGHEL, L.M.; GASTAL, S. Turismo e Comunicação: a Festa da Colônia em Gramado-RS sob o olhar da Imprensa. In: XXXV Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação INTERCOM, Fortaleza, n. 35, 2012. Anais... Fortaleza, 2012.

NEGRINE, A.S. Festa do Pinhão de São Francisco de Paula/RS. Rosa dos Ventos, Caxias do Sul, v.2, n.2, jul.dez. 2010, p. 129-138.

NÉRY, C.H.C. A geração de resíduos sólidos no festival gastronômico de Carlos Barbosa : O Festiqueijo. 171 f. Dissertação (Mestrado em Turismo) Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2008.

PEREIRA, G.S. A variável ambiental no planejamento de eventos turísticos: estudo de caso da Festa Nacional da Uva-RS. 130 f. Dissertação (Mestrado em Turismo) Universidade de Caxias do Sul. Caxias do Sul, 2007.

POLITA, F.S. O Processo de Desenvolvimento do Vale Dos Vinhedos (Bento Gonçalves-RS). 226 f. (Dissertação de Mestrado) Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, Ijuí, RS, Brasil. 2006.

PROUST, M. A la recherche du temps perdu. Vol. 1 Du cotê de chez Swann. 1913. Disponível em: http://intexto.org/opus/en/proust/recherche/003. Acesso em: 30 de Agosto de2012

QUINN, B. Festivals, events and tourism, In: JAMAL, T.; ROBINSON, M. The SAGE Handbook of Tourism Studies. London: Sage, 2009.

REINHARDT, J.C. Dize-me o que comes e te direi quem és: alemães, comida e identidade. 154 f. Tese. (Doutorado em História) Departamento de História. Universidade Federal do Paraná. Curitiba 2007.

SANTOS. C.R.A. A alimentação e seu lugar na história: os tempos da memória gustativa. Revista História: Questões & Debates, n. 1, 2005, p. 11-31.

SILVA, M.A. Entrai – Encontro das Tradições Italianas: Festa popular: patrimônio cultural, lazer e turismo. 130 f. Dissertação (Mestrado em Turismo) Universidade de Caxias do Sul. Caxias do Sul, 2007.

SOARES, H.A. Vinho e hospitalidade no Vale dos Vinhedos. 149 f. Dissertação (Mestrado em Hospitalidade) Universidade Anhembi Morumbi, São Paulo, SP, Brasil. 2004.

SONATI, J.G.; VILARTA, R.; SILVA, C.C. Influências culinárias e diversidade cultural da identidade brasileira: Imigração, Regionalização e suas Comidas. Qualidade de Vida e Cultura Alimentar. 1ª ed. v.1, Campinas: IPES, 2009, p.137-147.

TONINI, H.; LAVANDOSKI, J. Enoturismo: experiências e sensações no Vale dos Vinhedos (RS). Revista Turismo em Análise, n. 29, v. 1, 2011, p. 25-43.

VALDUGA, V. O Processo de Desenvolvimento do Enoturismo no Vale dos Vinhedos. 149 f. Dissertação (Mestrado em Turismo) Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, RS. 2007.

YADUO, H. An exploration of the relationships between festival expenditures, motivations, and food involvement among food festival visitors. 224 f. Tese (PhD in Recreation and Leisure Studies) University of Waterloo Ontario, Canada, 2010.